Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/08/2018

“Queridos filhos,

Com amor materno os convido a abrirem os seus corações à paz, a abrirem os seus corações ao MEU FILHO, a cantar em seus corações o amor ao MEU FILHO, porque somente através deste amor chega a paz da alma.

Filhos MEUS, EU sei que vocês tem a bondade, sei que vocês tem o amor, o amor misericordioso. Mas, muitos dos MEUS filhos ainda tem os corações fechados, pensam que podem agir sem colocar os seus pensamentos ao PAI CELESTIAL que ilumina, diante do MEU FILHO que está sempre e novamente com vocês na EUCARISTIA e que deseja ouvi-los.

Filhos Meus, porque não falam para eles ? A vida de cada um de vocês é importante e preciosa porque é um dom do PAI CELESTIAL para a ETERNIDADE, por isso nunca se esqueçam de agradecê-LO e falar com ELE.

Eu sei, filhos MEUS, que para vocês é desconhecido aquilo que virá depois, porém quando chegar o “depois” de vocês, terão todas as respostas. O MEU amor materno deseja que vocês estejam prontos.

Filhos MEUS, com a vida de vocês coloquem sentimentos bons nos corações das pessoas que vocês encontrarem, sentimentos de paz, de bondade, de amor e de perdão. Através da oração escutem o que lhes diz o MEU FILHO e assim o façam.

Novamente os convido a rezarem pelos seus sacerdotes, por aqueles a quem o MEU FILHO chamou; lembrem-se que eles tem necessidade de orações e de amor.

Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Uma dica simples para evitar distrações durante a oração

Se você perceber que a sua mente está divagando enquanto você reza, tente fazer isso

Às vezes, rezar pode ser difícil! Especialmente quando estamos em casa. Há inúmeras coisas que distraem nossa atenção e que nos fazem pensar se o nosso tempo de oração realmente valeu a pena.

Existem muitos tipos de distrações que ocorrem durante a oração. Cada um deles precisa de uma solução específica. Por exemplo, enquanto algumas distrações podem ser de inspiração divina, outras são simplesmente humanas – e exigem certa atenção para que você possa descartá-las facilmente.

Uma maneira de evitar as distrações é você se colocar em um ambiente propício à oração. O lugar em que rezamos é conhecido como “oratório”. Essa palavra vem do latim orare, que significa “rezar”, e é usado frequentemente com referência a capelas.

O lugar mais comum para um leigo rezar é em casa, já que a maioria de nós não tem uma igreja ou uma capela do outro lado da rua ou não pode se dar ao luxo de ir diariamente a uma igreja.

Porém, os principais desafios de rezar em casa são: permanecer em concentração e entrar no clima de oração. Não é fácil rezar sentado no sofá, olhando a TV apagada ou com os brinquedos dos filhos espalhados pelo chão.

Por isso, é importante reservar uma parte da sua casa para a oração. Chame este local de “recanto de oração”. Até o Catecismo da Igreja Católica recomenda esta prática. Veja:
“Para a oração pessoal, pode servir um «recanto de oração», com a Sagrada Escritura e ícones (imagens) para aí se estar «no segredo» diante do Pai (40). Numa família cristã, este género de pequeno oratório favorece a oração em comum” (CIC 2691).
Um “recanto de oração” pode se localizar fisicamente em um canto de seu quarto ou simplesmente em um lugar que, de certa forma, esteja mais separado da agitação da vida doméstica. Na realidade, as opções são intermináveis; o único limite é o da nossa criatividade.

Os cristãos orientais mantêm esta tradição. Eles colocam várias imagens de santos em um canto da casa, criando, assim, um espaço sagrado.

Se você está planejando dedicar uma parte de sua casa à oração, é bom também preenchê-la com artigos religiosos, como a sua obra de arte sacra favorita, velas e até incenso.


Enfim, o fundamental é a intenção. Pense nisso como uma maneira de convidar Deus para ir ao seu lar e dedicar uma parte de sua casa a Ele. Desse modo, você poderá evitar as distrações que sempre aparecem quando você está rezando e concentrar-se apenas em Deus (não na pilha de roupa que está para passar).


Terça, 22/05/2018 - Philip Kosloski / Aleteia
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...