Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/09/2018

Queridos filhos,

As Minhas palavras são simples, mas repletas de amor materno e de preocupação. Filhos MEUS, sobre vocês se alargam sempre mais as sombras das trevas e do engano, Eu os chamo em direção a luz e a verdade, Eu os chamo na direção de Meu Filho. Somente Ele pode converter o desespero e a dor em paz e serenidade, somente ELE pode dar esperança nas dores mais profundas. O MEU FILHO é a VIDA do mundo, e quanto mais O conhecerem, mais se aproximarão DELE e mais O amarão porque o MEU FILHO é AMOR e o AMOR muda tudo.

ELE torna maravilhoso também aquilo que sem amor pareça para vocês insignificante. Por isso novamente os digo que vocês devem amar muito se desejarem crescer espiritualmente. EU sei, apóstolos do MEU AMOR, que não sempre fácil, porém, filhos MEUS, também as estradas dolorosas são caminhos que levam ao crescimento espiritual, à fé e ao MEU FILHO.

Filhos MEUS, rezem, pensem em MEU FILHO durante todos os momentos do dia, elevem as suas almas até ELE e EU recolherei as suas orações como flores do jardim mais belo e as darei de presente ao MEU FILHO.

Sejam realmente apóstolos do MEU AMOR, deem a todos o AMOR de MEU FILHO, sejam jardins com as flores mais belas.

Com a oração ajudem os seu sacerdotes para que possam ser pais espirituais cheios de amor para todos os homens.

Obrigada.

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Sesi/PE dá dicas de alimentação saudável na Páscoa

Pessoas com restrições alimentares, como diabetes e outras, podem aproveitar a festa

A Páscoa é uma das épocas mais esperadas do ano, seja pela riqueza da culinária cheia de comidas feitas à base de coco, como pelos deliciosos ovos de chocolates, cada dia mais elaborados com recheios diversos. No entanto, o que representa felicidade para muitos, pode ser um tormento e mesmo um risco para a saúde de outros, como os diabéticos e as pessoas que têm intolerância à lactose. Mas, para provar que todo mundo pode aproveitar a festa sem culpa e sem prejudicar a saúde, a equipe de nutrição do Serviço Social da Indústria de Pernambuco (Sesi/PE) dá dicas de alimentação.
De acordo com a nutricionista Lídia Bandeira, “páscoa e diabetes é uma combinação possível. Quem sofre com a doença não precisa se restringir ao chocolate diet. Para consumir o chocolate normal, é preciso apenas ter o controle da quantidade de carboidratos diária permitida”. Outra dica para amenizar os efeitos do chocolate sobre a taxa de açúcar no sangue é “consumir o ovo de Páscoa ou as barras de chocolate após uma refeição principal, como sobremesa. A presença de outros nutrientes, inclusive das fibras, faz com que a absorção não seja tão imediata e não eleve tão bruscamente a glicemia”, completa.
Um fator importante é a escolha do tipo de chocolate do ovo ou da barra. Os chocolates feitos com 51% a 75% de cacau são os mais saudáveis, mas por terem um sabor mais amargos costumam não serem muito escolhidos pelas pessoas. Os que contém de 35% a 50% de cacau na composição são considerados os meio-amargos e já atraem mais o público. Os que possuem entre 10% a 25% de cacau são os chocolates ao leite, mas devem ser consumidos em menor quantidade devido ao maior índice de açúcar, leite e manteiga de cacau, que o faz mais calórico. Já o chocolate branco é o que deve ser consumido com muito cuidado, porque não traz muito benefícios para a saúde.
O chocolate diet não tem açúcar na composição, mas a quantidade elevada de gordura, faz com que seu consumo também deva ser moderado. Já a alfarroba, uma planta muito vendida em forma de pó, é uma excelente opção para pessoas intolerantes à lactose e celíacas pelo sabor similar aos do chocolate.
Bandeira faz um alerta "mesmo com toda essa facilidade as pessoas que possuem problema de saúde ou não devem consumir o chocolate com moderação, devido ao alto valor calórico para evitar aumento do colesterol e do peso".
Outros alimentos – Mais dicas para ter uma alimentação saudável na Páscoa é:
·         Evitar o consumo de alimentos muito calóricos na mesma refeição (arroz de coco, feijão de coco, quibebe, bredo de coco, peixe ao coco...). Consumi-los em dias alternados e não repetir a mesma refeição no jantar;
·         Evitar fritar o peixe. O melhor é preferir preparações menos gordurosas, como peixe assado ou tipo escabeche;
·         Reduzir o consumo de chocolate para porções menores. Evitar os ovos de páscoa que possuem recheios (tipo trufados) que são ainda mais calóricos;
·         Outra versão extremamente calórica é o ovo de páscoa de colher devido ao recheio.

Sábado, 31/03/2018 - Rochélle Alves, Jornalista / Sesi Pernambuco
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...