Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/02/2019

“Queridos filhos,

O AMOR e a BONDADE do PAI CELESTIAL os dá revelações que fazem com que a fé em vocês cresça e se compreenda, e os traga paz, segurança e esperança.

Assim também eu, filhos MEUS, por meio do AMOR MISERICORDIOSO do PAI CELESTIAL sempre e novamente os mostro a estrada em direção ao MEU FILHO, em direção à SALVAÇÃO ETERNA. Mas, infelizmente, muitos dos MEUS filhos não querem me escutar, e muitos dos MEUS filhos duvidam.

Mas EU, EU sempre e em todos os tempos, louvei o SENHOR por tudo aquilo que ELE fez em MIM e por meio de MIM. MEU FILHO se dá a vocês, divide o pão com vocês, os dá palavras de VIDA ETERNA, a fim que EU as leve a todos. Vocês, filhos MEUS, apóstolos do MEU AMOR, do que vocês tem medo quando MEU FILHO está com vocês ?

Ofereçam-LHE as suas almas, a fim de que ELE possa morar nelas, e possa fazer de vocês instrumentos da FÉ e instrumentos do AMOR.

Filhos MEUS, vivam o EVANGELHO, vivam o AMOR MISERICORDIOSO ao próximo, e, acima de tudo, vivam o AMOR ao PAI CELESTIAL. Filhos MEUS, vocês não estão juntos por acaso, o PAI CELESTIAL não une ninguém por acaso. O MEU FILHO fala às suas ALMAS e eu faço aos seus CORAÇÕES.

Como MÃE, EU digo a vocês: caminhem COMIGO, amem-se uns aos outros, testemunhem. Não tenham medo, com o seu exemplo, de defender a VIDA, a PALAVRA DE DEUS que é ETERNA e que não muda nunca. Filhos MEUS, quem trabalha na LUZ DO AMOR MISERICORDIOSO e na VERDADE é sempre ajudado pelo CÉU e nunca está sozinho.

Apóstolos do MEU AMOR, que vocês sejam reconhecidos, sempre, entre todos os outros, pelo seu escondimento, pelo seu amor e pela sua serenidade. EU estou com vocês. Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Amanhã: 5 anos da despedida do amado Bento XVI do pontificado

Em sua última audiência, emocionado e agradecido, ele recordou a todos nós, católicos: “Não abandono a cruz”

Antes que o último encontro de Bento XVI com os peregrinos começasse, as ruas ao redor da Praça de São Pedro já estavam tomadas de fiéis. Era a audiência geral de quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013. Mais de 100 mil pessoas tomaram a Praça para se despedir do Papa.

Bento começou o discurso fazendo um “agradecimento de coração”. Ele afirmou:
“Estou realmente comovido e vejo a Igreja viva!”
Bento XVI prosseguiu, dizendo que o seu coração se alargava ao mundo inteiro. Ele afirmou a sua grande confiança em Nosso Senhor, que conduz a Igreja, e na Sua Palavra, que enche o coração de alegria.
“Houve momentos difíceis. Tantos dias de sol, mas também momentos em que as águas eram agitadas, e o Senhor parecia dormir. Mas a barca da Igreja é d’Ele. Eu sempre soube que o Senhor estava lá. O Senhor não a deixa afundar. É Ele quem a conduz. Esta foi e é uma certeza que nada pode ofuscar (…) Eu pude sentir a presença de Deus todos os dias neste pontificado”.
O Papa Bento declarou que o seu coração estava cheio de agradecimento a Deus, que não deixou faltar o Seu consolo, a Sua luz e o Seu amor. Convidou todos os fiéis a renovarem a fé, numa era em que a fé frequentemente é deixada de lado, e a fazer a experiência do amor de Deus. Reafirmou que sentia as suas forças diminuírem e que rezou muito para que Deus o iluminasse na sua decisão. Disse que renunciou na plena consciência da gravidade e da novidade do seu ato:
“Amar a Igreja significa também ter a coragem de fazer escolhas difíceis, tendo sempre diante dos olhos o bem da Igreja e não o próprio bem”.
Acrescentou que, dali para frente, não carregaria mais a potestade do cargo, mas contaria com a força da oração:
“Não abandono a cruz, mas permaneço de modo novo junto ao Senhor crucificado”. 
E manifestou a certeza da companhia da Igreja:
“O Papa nunca está sozinho. Sabemos isso de modo tão grande que toca o coração!”
Bento XVI reiterou o seu agradecimento a todos, em especial aos que colaboraram no pontificado, e, no final da sua última audiência, pediu que todos rezassem pelo novo Papa, ainda a ser eleito.

Longos aplausos e saudações ecoaram durante o discurso. O quase Papa Emérito estava visivelmente emocionado.

Obrigado, Papa Bento! Conte com as nossas orações!


Terça, 27/02/2018 - Redação da Aleteia
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...