Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/12/2017

“Queridos filhos, Me dirijo a vocês como sua Mãe, a Mãe dos justos, a Mãe daqueles que amam e sofrem, a Mãe dos santos.

Filhos Meus, também vocês podem ser santos: depende de vocês. Santos são aqueles que amam imensamente o Pai Celestial, aqueles que O amam acima de tudo.

Por isso, filhos Meus, procurem ser sempre melhores. Se procuraram ser bons, podem ser santos, também se não pensam isto de vocês. Se vocês pensam ser bons, não são humildes e a soberba os distancia da santidade.

Neste mundo inquieto, cheio de ameaças, as suas mãos, apóstolos do Meu amor, devem estar estendidas em oração e em misericórdia. Para mim, filhos Meus, presenteiem o Rosário, as rosas que tanto amo!

As Minhas rosas são as suas orações feitas com o coração e não somente recitadas com os lábios. As minhas rosas são as suas obras de oração, de fé e de amor.

Quando era pequeno, Meu Filho me dizia que os Meus filhos seriam numerosos e que me trariam muitas rosas.

Eu não compreendia, agora sei que vocês são aqueles filhos, que trazem rosas quando amam o Meu Filho acima de tudo, quando rezam com o coração, que ajudam os mais pobres. Estas são as Minhas rosas!

Esta é a fé, que faz que tudo na vida se faça por amor; que não conhece a soberba; que perdoa sempre prontamente, sem nunca julgar e procurando sempre compreender o próprio irmão.

Por isso, apóstolos do Meu amor, rezem por aqueles que não sabem amar, por aqueles que não os amam, por aqueles que os fizeram mal, por aqueles que não conheceram o Amor de Meu Filho. Filhos Meus, os peço isto para que lembrem que rezar significa amar e perdoar. Obrigada !”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Tudo pode ser mudado pela oração

Repita com fé esta frase inspirada: “Tudo pode ser mudado pela oração!” Tudo pode ser transformado pela intervenção de Deus!

Leia com fé: “Em verdade, em verdade, vos digo: quem crê em mim fará as obras que eu faço, e fará ainda maiores do que estas. Pois eu vou para o Pai” (Jo 14,12).

Jesus está dizendo com isso que: “Enquanto estou lá, à direita do Pai, e não posso estar aqui; enquanto estou junto do Pai, aqueles que creem em mim farão as obras que eu faço e até maiores. Nesse tempo entre a minha ida e a minha volta, entre a Ascensão e a Parusia, aquele que crer em mim fará também as obras que eu faço”.

É por isso que estamos fazendo. Claro, não somos nós, e sim o Senhor! Mas o Senhor está fazendo por meio de nós. Somos as mãos, os braços, a boca do Senhor. Somos os membros do Corpo de Cristo.

Quando Ele voltar, não precisará mais realizar curas, porque então já não haverá doença, nem morte, dor ou pranto. Mas, por enquanto, esta é a lei do Reino de Deus, o princípio eterno: enquanto Jesus está lá, à direita do Pai, os que creem n’Ele deverão fazer as obras que Ele fez. Somos agora, de fato, os membros de Cristo. As nossas mãos é que devem fazer Suas obras.

Deus o abençoe!


Quinta, 07/12/2017 - Monsenhor Jonas Abib, via Canção Nova / Aleteia
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...