Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 25/12/2017

“Queridos filhos ! Hoje os trago o MEU FILHO que da a vocês a SUA PAZ e a SUA BENÇÃO. Filhinhos, os convido a todos a viver e a testemunhar as graças e dons que vocês receberam. Não temam ! Rezem a fim de que o Espírito Santo os de a força de serem alegres testemunhas e pessoas de paz e esperança. obrigada por terem respondido ao MEU CHAMADO.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

“Só por meio de Nossa Senhora temos acesso junto a Jesus Cristo”

O que seria de nós sem nossa mãezinha?

Na opinião de S. Caetano bem podemos buscar as graças, mas obtê-las não podemos sem a intercessão de Maria. Confirma-o S. Antonino com estas belas palavras: “Quem pede sem ela pretende voar sem asas”.

Quer dizer o Santo: Quem pede e quer alcançar graças, sem a intercessão de Maria, pretende voar sem asas.

“A terra do Egito está em tuas mãos” – disse o Faraó a José, e a ele enviava quantos lhe vinham pedir socorro, respondendo-lhes: “Ide a José! Da mesma forma Deus, ao lhe pedirmos graças, manda-nos a Maria: Ide a Maria!”

O Senhor decretou, como diz S. Bernardo, não conceder favor algum sem a mediação de Maria. Por isso, conforme Ricardo de S. Lourenço, nas mãos dela está nossa salvação, e, com mais direito que os egípcios a José, podemos nós, cristãos, dizer à Santíssima Virgem: “Nossa salvação está em tuas mãos!”

O mesmo escreve o abade de Celes: “Em tuas mãos foi colocada nossa salvação”.

Quem é protegido por ela se salva; perde-se quem o não é. Isto leva S. Bernardino de Sena a exclamar: “Ó Senhora, porque sois a dispensadora de todas as graças, e só de vossas mãos há de vir a salvação, de vós também depende a nossa salvação.”

E por isso razão tinha Ricardo ao escrever: “Assim como a pedra cai logo que é tirada a terra que a sustém, assim uma alma, tirado o socorro de Maria, cairá primeiramente no pecado e depois no inferno.”

“Deus não nos há de salvar sem a intercessão de Maria”, assevera S. Boaventura. “Tenha por conseguinte a tua alma”, exorta o Santo, “uma verdadeira sede de devoção a Maria; conserve-a sempre, não a deixes até que vás receber no céu a maternal bênção de Maria”.

“Ó Virgem Santíssima”, exclamava S. Germano, “ninguém pode chegar ao conhecimento de Deus senão por vós, ó Mãe de Deus, ó Virgem Mãe, ó cheia de graça!”

E de novo: “Se não nos abrísseis o caminho, ninguém escaparia às solicitações da carne e do pecado.”

Como só por meio de Jesus Cristo temos acesso junto ao Pai Eterno, igualmente, observa S. Bernardo, “só por meio de Maria temos acesso junto a Jesus Cristo”.

E a tal resolução de Deus, isto é, que sejamos salvos por intermédio de Maria, dá o Santo este belo motivo: “Por meio de Maria receba-nos aquele Salvador, que por meio dela nos foi dado! Dá-lhe, por isso, o nome de Mãe da graça e da nossa salvação.”

“Que seria, pois, de nós”, indaga S. Germano, “que esperança nos restaria de salvação, se nos abandonásseis, ó Maria, vida dos cristãos?”

Sexta, 29/12/2017 - Fonte: Retirado do livro “Glórias de Maria” de Santo Afonso de Ligório, via AASCJ / Aleteia
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...