Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/08/2018

“Queridos filhos,

Com amor materno os convido a abrirem os seus corações à paz, a abrirem os seus corações ao MEU FILHO, a cantar em seus corações o amor ao MEU FILHO, porque somente através deste amor chega a paz da alma.

Filhos MEUS, EU sei que vocês tem a bondade, sei que vocês tem o amor, o amor misericordioso. Mas, muitos dos MEUS filhos ainda tem os corações fechados, pensam que podem agir sem colocar os seus pensamentos ao PAI CELESTIAL que ilumina, diante do MEU FILHO que está sempre e novamente com vocês na EUCARISTIA e que deseja ouvi-los.

Filhos Meus, porque não falam para eles ? A vida de cada um de vocês é importante e preciosa porque é um dom do PAI CELESTIAL para a ETERNIDADE, por isso nunca se esqueçam de agradecê-LO e falar com ELE.

Eu sei, filhos MEUS, que para vocês é desconhecido aquilo que virá depois, porém quando chegar o “depois” de vocês, terão todas as respostas. O MEU amor materno deseja que vocês estejam prontos.

Filhos MEUS, com a vida de vocês coloquem sentimentos bons nos corações das pessoas que vocês encontrarem, sentimentos de paz, de bondade, de amor e de perdão. Através da oração escutem o que lhes diz o MEU FILHO e assim o façam.

Novamente os convido a rezarem pelos seus sacerdotes, por aqueles a quem o MEU FILHO chamou; lembrem-se que eles tem necessidade de orações e de amor.

Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

“Só por meio de Nossa Senhora temos acesso junto a Jesus Cristo”

O que seria de nós sem nossa mãezinha?

Na opinião de S. Caetano bem podemos buscar as graças, mas obtê-las não podemos sem a intercessão de Maria. Confirma-o S. Antonino com estas belas palavras: “Quem pede sem ela pretende voar sem asas”.

Quer dizer o Santo: Quem pede e quer alcançar graças, sem a intercessão de Maria, pretende voar sem asas.

“A terra do Egito está em tuas mãos” – disse o Faraó a José, e a ele enviava quantos lhe vinham pedir socorro, respondendo-lhes: “Ide a José! Da mesma forma Deus, ao lhe pedirmos graças, manda-nos a Maria: Ide a Maria!”

O Senhor decretou, como diz S. Bernardo, não conceder favor algum sem a mediação de Maria. Por isso, conforme Ricardo de S. Lourenço, nas mãos dela está nossa salvação, e, com mais direito que os egípcios a José, podemos nós, cristãos, dizer à Santíssima Virgem: “Nossa salvação está em tuas mãos!”

O mesmo escreve o abade de Celes: “Em tuas mãos foi colocada nossa salvação”.

Quem é protegido por ela se salva; perde-se quem o não é. Isto leva S. Bernardino de Sena a exclamar: “Ó Senhora, porque sois a dispensadora de todas as graças, e só de vossas mãos há de vir a salvação, de vós também depende a nossa salvação.”

E por isso razão tinha Ricardo ao escrever: “Assim como a pedra cai logo que é tirada a terra que a sustém, assim uma alma, tirado o socorro de Maria, cairá primeiramente no pecado e depois no inferno.”

“Deus não nos há de salvar sem a intercessão de Maria”, assevera S. Boaventura. “Tenha por conseguinte a tua alma”, exorta o Santo, “uma verdadeira sede de devoção a Maria; conserve-a sempre, não a deixes até que vás receber no céu a maternal bênção de Maria”.

“Ó Virgem Santíssima”, exclamava S. Germano, “ninguém pode chegar ao conhecimento de Deus senão por vós, ó Mãe de Deus, ó Virgem Mãe, ó cheia de graça!”

E de novo: “Se não nos abrísseis o caminho, ninguém escaparia às solicitações da carne e do pecado.”

Como só por meio de Jesus Cristo temos acesso junto ao Pai Eterno, igualmente, observa S. Bernardo, “só por meio de Maria temos acesso junto a Jesus Cristo”.

E a tal resolução de Deus, isto é, que sejamos salvos por intermédio de Maria, dá o Santo este belo motivo: “Por meio de Maria receba-nos aquele Salvador, que por meio dela nos foi dado! Dá-lhe, por isso, o nome de Mãe da graça e da nossa salvação.”

“Que seria, pois, de nós”, indaga S. Germano, “que esperança nos restaria de salvação, se nos abandonásseis, ó Maria, vida dos cristãos?”

Sexta, 29/12/2017 - Fonte: Retirado do livro “Glórias de Maria” de Santo Afonso de Ligório, via AASCJ / Aleteia
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...