Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/11/2017

“Queridos filhos, olhando vocês em torno de Mim, em torno da sua Mãe, Eu estou vendo muitas almas puras, vejo muitos dos Meus filhos que estão procurando amor e consolação, mas ninguém está oferecendo isso a eles.

Também vejo aqueles que fazem o mal, porque não têm bons exemplos, não conheceram Meu Filho, aquele bem que é silencioso, que se difunde através das almas puras, que é a força que reforça o mundo.

Existem muitos pecados, mas também muito amor. o Meu Filho Me envia, como Mãe, a mesma igual para todos, para que Eu vos ensine o Amor, para que vocês compreendam que são irmãos.

Ele deseja vos ajudar. Apóstolos do Meu Amor, é suficiente o desejo vivo da fé e do Amor, o Meu Filho o aceitará.

Mas vocês têm que ser dignos, ter boa vontade e um coração aberto. O Meu Filho entra nos corações abertos. Eu, como Mãe, desejo que vocês conheçam o melhor possível o Meu Filho, Deus, nascido de Deus, para que vocês conheçam a grandeza do Seu Amor, o qual vocês tanto precisam.

Ele aceitou os seus pecados, conseguiu a Redenção para vocês, mas em troca procura que vocês amem-se uns aos outros. O Meu Filho é Amor. Ele ama todo ser humano, sem diferença, todas as pessoas de todos os povos e nações.

Se vocês, Meus Filhos, vivessem o Amor do Meu Filho, o Seu Reinado já estaria na Terra. Por isso, Apóstolos do Meu Amor, rezem, rezem para que o Meu Filho e Seu Amor estejam mais próximos de vocês, para que vocês sejam exemplos de Amor e possam ajudar àqueles que ainda não conhecem o Meu Filho.

Nunca esqueçam que o Meu Filho, Uno e Trino, Ama. Amem e rezem pelos seus sacerdotes. Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Papa Francisco: às vezes durmo quando estou rezando

Revelação foi feita em entrevista a um padre italiano

“Quando vou rezar, algumas vezes durmo. Isso também acontecia com Santa Teresinha do Menino Jesus. Ela dizia que o Senhor, Deus, o Pai gosta quando dormimos rezando.”
O Santo Padre fez essas afirmações no programa “Padre Nostro” (Pai Nosso), durante o diálogo com o Pe. Marco Pozza, capelão da prisão de Pádua, como parte de uma iniciativa da Secretaria para as Comunicações da Santa Sé e da TV2000.

Muitas vezes, continua o Papa, “dizemos que somos cristãos, dizemos que temos um pai, mas vivemos como… não digo como animais, mas como pessoas que não acreditam em Deus nem no homem, sem fé”.

“Nós também vivemos fazendo o mal, não vivemos no amor, mas no ódio, nas competições, nas guerras”, continuou o Pontífice.

O nome de Deus, questionou o Santo Padre, “é santificado nos cristãos que lutam entre eles pelo poder? É santificado na vida daqueles que pagam um homicida para se livrar de um inimigo? É santificado na vida daqueles que não se encarregam dos seus próprios filhos? Não, assim não se santifica o nome de Deus”.


Os diálogos do Pe. Pozza com o Papa e com vários personagens da cultura e do espetáculo fazem parte de um livro intitulado “Padre Nostro”, da editora Rizzoli e da Livraria Editora do Vaticano, que estará à venda na Itália, a partir do dia 23 de novembro.



Sábado, 04/11/2017 - ACI Digital / Aleteia
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...