Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/04/2018

“Queridos filhos,

Através do Grande Amor do PAI CELESTIAL, EU estou com vocês como sua MÃE e vocês estão comigo como MEUS filhos, como Apóstolos do Meu Amor que sem cessar, reúnem-se em torno de MIM.

Filhos MEUS, vocês são aqueles que, como a oração, devem abandonar-se totalmente ao MEU FILHO, a fim de que não sejam mais vocês a viverem, mas o MEU FILHO em vocês; de modo que todos aqueles que não O conheçam, O vejam em vocês e desejem conhecê-lo.

Rezem para que eles vejam em vocês uma humildade decidida e bondade, disponibilidade a servir os outros; que vejam que vocês vivem a sua vocação no mundo com o coração, em comunhão com o MEU FILHO. Que eles vejam em vocês mansidão, ternura e amor ao MEU FILHO, como também aos seus irmãos e irmãs. Apóstolos do MEU AMOR, vocês devem rezar muito e purificar os seus corações de odo que sejam vocês os primeiros a caminhar no caminho do MEU FILHO de modo que sejam vocês os justos unidos pela JUSTIÇA do MEU FILHO.

Filhos MEUS, como MEUS Apóstolos vocês devem estar unidos na comunhão que flui do MEU FILHO, a fim de que os MEUS filhos que não conhecem o MEU FILHO reconheçam uma comunhão de amor e desejem caminhar no caminho da vida, no caminho da unidade com o MEU FILHO.

Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Como São José morreu?

Sua partida é considerada o exemplo perfeito de “morte feliz”

Pouco se sabe sobre a vida de São José, pai adotivo de Jesus. Ele é mencionado apenas algumas vezes nos Evangelhos, e nunca disse uma palavra.

No entanto, a maioria dos estudiosos bíblicos acredita que José tenha morrido antes da crucificação de Jesus. Isso se deve principalmente ao fato de ele não estar presente naquele momento da vida de seu filho.  No Evangelho de João, Jesus confia sua mãe a alguém que não é da família (João 19:27).

Muitas tradições sustentam que José tenha morrido nos braços ou na presença de Jesus e Maria. É uma bela imagem, que levou a Igreja a proclamar a José o santo padroeiro da “morte feliz”.

Há inúmeros relatos desse momento. Um deles é o da Venerável Mãe Maria de Jesus de Ágreda. Ela escreveu sobre o episódio em “Cidade Mística de Deus”. O seu relato é registrado como uma revelação particular.
“Então este homem de Deus, voltando-se para Cristo, nosso Senhor, em profunda reverência, quis se ajoelhar diante d´Ele. Mas o dulcíssimo Jesus, aproximando-se, o recebeu em seus braços, onde, reclinando a cabeça sobre eles, José disse: ‘Meu Senhor e meu Deus, Filho do Pai eterno, Criador e Redentor do Mundo, dê a sua benção ao seu servo e às obras da tua mão; perdoe, ó rei misericordioso, as faltas que cometi no teu serviço (…). Eu te exalto e te agradeço eternamente e sinceramente por ter, na tua inefável condescendência, escolhid0-me para ser o esposo da tua verdadeira Mãe (…)’.
O Redentor do mundo deu-lhe a sua bênção, dizendo: ‘meu pai, descanse em paz e na graça do Pai eterno e na minha; e que os profetas e santos, que te esperam no Céu, tragam a alegria da aproximação de sua redenção.’
Com estas palavras de Jesus, o afortunado São José expirou e o próprio Senhor fechou os olhos dele.”
Independentemente do que tenha acontecido, José deve ter tido uma “morte feliz”, cercado pela esposa e pelo filho mais amoroso de todo o universo.

Aqui está uma breve oração a São José, pedindo sua intercessão, para que a nossa morte também possa ser “feliz”.
Ó, ABENÇOADO JOSÉ, que vos rendestes ao último suspiro nos braços de Jesus e de Maria, fazei com que minha alma possa dar o último suspiro louvando e dizendo em espírito, se eu não for capaz de dizer com palavras:
“Jesus, Maria e José, eu vos dou meu coração e minha alma”. Amém


Segunda, 06/11/2017 - Philip Kosloski / Aleteia
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...