Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/02/2019

“Queridos filhos,

O AMOR e a BONDADE do PAI CELESTIAL os dá revelações que fazem com que a fé em vocês cresça e se compreenda, e os traga paz, segurança e esperança.

Assim também eu, filhos MEUS, por meio do AMOR MISERICORDIOSO do PAI CELESTIAL sempre e novamente os mostro a estrada em direção ao MEU FILHO, em direção à SALVAÇÃO ETERNA. Mas, infelizmente, muitos dos MEUS filhos não querem me escutar, e muitos dos MEUS filhos duvidam.

Mas EU, EU sempre e em todos os tempos, louvei o SENHOR por tudo aquilo que ELE fez em MIM e por meio de MIM. MEU FILHO se dá a vocês, divide o pão com vocês, os dá palavras de VIDA ETERNA, a fim que EU as leve a todos. Vocês, filhos MEUS, apóstolos do MEU AMOR, do que vocês tem medo quando MEU FILHO está com vocês ?

Ofereçam-LHE as suas almas, a fim de que ELE possa morar nelas, e possa fazer de vocês instrumentos da FÉ e instrumentos do AMOR.

Filhos MEUS, vivam o EVANGELHO, vivam o AMOR MISERICORDIOSO ao próximo, e, acima de tudo, vivam o AMOR ao PAI CELESTIAL. Filhos MEUS, vocês não estão juntos por acaso, o PAI CELESTIAL não une ninguém por acaso. O MEU FILHO fala às suas ALMAS e eu faço aos seus CORAÇÕES.

Como MÃE, EU digo a vocês: caminhem COMIGO, amem-se uns aos outros, testemunhem. Não tenham medo, com o seu exemplo, de defender a VIDA, a PALAVRA DE DEUS que é ETERNA e que não muda nunca. Filhos MEUS, quem trabalha na LUZ DO AMOR MISERICORDIOSO e na VERDADE é sempre ajudado pelo CÉU e nunca está sozinho.

Apóstolos do MEU AMOR, que vocês sejam reconhecidos, sempre, entre todos os outros, pelo seu escondimento, pelo seu amor e pela sua serenidade. EU estou com vocês. Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

A impactante carta de um padre a outro que abandonou o sacerdócio por uma mulher

"Não somos assistentes sociais, somos sacerdotes de Jesus Cristo! Existimos somente para mostrar o rosto Misericordioso de Deus aos homens e mulheres do mundo!"

Um sacerdote argentino enviou uma contundente mensagem a outro sacerdote, conhecido pelo seu trabalho social em favor dos pobres e dependentes químicos na Argentina, que deixou o seu ministério porque se apaixonou por uma mulher.

“Não se deixam os hábitos (isso é uma paródia dos filmes e das novelas). Não se penduram os hábitos, também não gosto daquilo de deixar o ministério”, começa o texto.


“Se abandonam, sim, abandonam, comunidades, pessoas, pessoas simples, humildes, pobres. Pessoas que acreditam em nós, pessoas que nos confiaram suas vidas, sua alma. Pessoas que talvez nós somos a única coisa que elas têm! Pessoas que viam e veem no sacerdote alguém mais do que um simples homem. Alguém que lhe mostra o rosto de Deus (com nossas próprias limitações, que são muitas, e isso é para que veja com mais clareza que quem age é Ele)”, continua.

Assim começa o texto escrito por Pe. Horacio Day em sua conta no Facebook, dirigido ao Pe. Michael Belmont, sacerdote norte-americano de 42 anos que exercia o seu ministério em “Campo Papa”, um dos bairros mais pobres e perigosos de Godoy Cruz ,na província argentina de Mendoza, e que depois de anunciar que deixaria o ministério sacerdotal, mudou-se com sua parceira a outra cidade.

Pe. Horacio, natural de Mendoza e residente em Roma, disse em sua mensagem a Belmont divulgada em 14 de outubro que “não importa nossas obras sociais, embora tenham muito mérito, não somos assistentes sociais, somos sacerdotes de Jesus Cristo! Existimos somente para mostrar o rosto Misericordioso de Deus aos homens e mulheres do mundo”.

“Eu estou encorajado de escrever aqui, porque disse isso mil vezes: ‘Não há nada mais bonito do que ser sacerdote!’. É uma graça enorme ter sido escolhido para isso! Nós não somos dignos disso, Ele nos escolheu! É algo que supera tudo! Se entendêssemos, morreríamos, como dizia o Santo Cura D’Ars”, manifestou.

Além disso, afirmou que nas Missas que celebra diariamente “peço ao Senhor que me conceda a graça de ser um sacerdote bom e fiel até a morte! E que me leve antes de abandoná-lo”.


Do mesmo modo, o sacerdote pediu às mulheres que “não se metam com os sacerdotes ou seminaristas! É horrível o dano que podem causar! É enorme o bem que deixarão de fazer por culpa tua! Não carreguem essa culpa!”.

“E não me venham com o argumento torpe de que a culpa é do celibato. Por acaso é certo que um marido abandone a sua esposa e filhos porque agora se ‘apaixonou’ por outra pessoa? Acaso nós, os padres, não amamos ? Acaso não somos amados? E o amor de tantas pessoas de nossas comunidades?”, expressou.

“Por acaso temos que abandonar nossas comunidades (que são pessoas concretas, rostos, nomes) para ‘amar e ser amados’ (como certa vez disse alguém, que prefiro esquecer)? Se for assim, não entendemos nada e somos os homens mais ignorantes do mundo”, prosseguiu.

Também incentivou aqueles que conheceram o Pe. Belmont e sofreram com “este abandono, esse golpe” a “não abaixar os braços! Que a tua fé em Deus, na Igreja, no sacerdócio não enfraqueça! Vamos! Não desviem o olhar dos olhos do Senhor Jesus! Ele nos sustenta! Esta obra é dele!”.


Terça, 24/10/2017 -  ACIprensa. Tradução: Front Católico / Aleteia
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...