Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/12/2017

“Queridos filhos, Me dirijo a vocês como sua Mãe, a Mãe dos justos, a Mãe daqueles que amam e sofrem, a Mãe dos santos.

Filhos Meus, também vocês podem ser santos: depende de vocês. Santos são aqueles que amam imensamente o Pai Celestial, aqueles que O amam acima de tudo.

Por isso, filhos Meus, procurem ser sempre melhores. Se procuraram ser bons, podem ser santos, também se não pensam isto de vocês. Se vocês pensam ser bons, não são humildes e a soberba os distancia da santidade.

Neste mundo inquieto, cheio de ameaças, as suas mãos, apóstolos do Meu amor, devem estar estendidas em oração e em misericórdia. Para mim, filhos Meus, presenteiem o Rosário, as rosas que tanto amo!

As Minhas rosas são as suas orações feitas com o coração e não somente recitadas com os lábios. As minhas rosas são as suas obras de oração, de fé e de amor.

Quando era pequeno, Meu Filho me dizia que os Meus filhos seriam numerosos e que me trariam muitas rosas.

Eu não compreendia, agora sei que vocês são aqueles filhos, que trazem rosas quando amam o Meu Filho acima de tudo, quando rezam com o coração, que ajudam os mais pobres. Estas são as Minhas rosas!

Esta é a fé, que faz que tudo na vida se faça por amor; que não conhece a soberba; que perdoa sempre prontamente, sem nunca julgar e procurando sempre compreender o próprio irmão.

Por isso, apóstolos do Meu amor, rezem por aqueles que não sabem amar, por aqueles que não os amam, por aqueles que os fizeram mal, por aqueles que não conheceram o Amor de Meu Filho. Filhos Meus, os peço isto para que lembrem que rezar significa amar e perdoar. Obrigada !”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

“Desenganado pelos médicos, me aproximei de Jesus no sacrário”. E algo aconteceu…

Nunca vamos conseguir agradecer a Deus por tanto amor, por tanta graça que não merecemos.

Trabalhe em um apostolado e se pergunte: “Vale a pena?”

Eu costumo fazer disso de vez em quando. Sempre que estou em alguma encruzilhada, algo maravilhoso acontece e eu continuo. Fico emocionado, agradeço a Deus por seu amor, pois eu não mereço.

Sou um escritor católico que pouco entende de muitos assuntos, errando na maior parte das vezes. Mas, hoje, entendi. Dei conta de todo o bem que podemos fazer com poucas palavras, com o simples fato de falarmos aos outros sobre Jesus no sacrário. Lá está Jesus vivo!

Quem duvida, deveria ler esta mensagem que recebi.
……….

“Querido Claudio,

Obrigado por responder ao meu comentário. Realmente, suas palavras me encheram de emoção e gratidão.

Há tempos eu o descobri através da Aleteia, e, desde então, seus artigos são uma grande fonte de bênção em minha vida e na de muitos amigos e irmãos em Cristo.

Eu escrevo da Argentina e pertenço à diocese de Quilmes, em Buenos Aires. Trabalho na Polícia de Buenos Aires e colaboro com o Movimento de Acampadas, que tem a evangelização pessoal dos policiais como apostolado. É uma experiência que deixa meu coração cheio de felicidade e plenitude.

No fim de outubro de 2015, fui diagnosticado com câncer de fígado. Em dezembro do mesmo ano, recebi a notícia de que a doença estava em fase terminal e que eu não sobreviveria.

A graça de Deus se manifestou através dos sacramentos e da oração, e aqui estou: vivo e anunciando o Evangelho.

A doença ainda continua em meu organismo. Porém, o câncer não avançou mais e os médicos não conseguem explicar a razão deste fenômeno.

Minha família e eu sabemos que a misericórdia de Deus tornou possível esta nova oportunidade de vida para mim.

Desde quando comecei a ler seus artigos sobre o sacrário, encontrei fonte inesgotável de paz e serenidade. E não deixo de me emocionar a cada visita ao Santíssimo.

Lá, bastar dizer:

Olá, Senhor. Aqui estou eu outra fez diante de ti. Queria te surpreender. Te amo com todo o meu coração! Ah, te mandam lembranças (e nesse momento me lembro de todos os meus amigos). Um tal de Claudio de Castro me ensinou este bendito segredo.

Começo a chorar mares de lágrimas…

Obrigado, querido Claudio, por me lembrar da infinita misericórdia de Deus e do sagrado caminho de santidade e salvação que mora em cada sacrário.

Mando-te um abraço enorme e todo o afeto de minha família (…) Não se esqueça de saudar o Senhor por mim quanto estiver diante dele. E prometo fazer o mesmo por você.

Bênçãos,

Marcelo”
………

Ao terminar de ler a mensagem, somente pensei: “Como Jesus é bom! Obrigado por nos amar tanto!”

Fiquei profundamente comovido e agradecido a Deus, com vontade de ir vê-lo no sacrário e ficar ali um bom tempo, em oração.

O que eu respondi a Marcelo? A verdade. Eu escrevo, só isso. Quem faz tudo e nos dá as graças de que precisamos é Jesus.

Amável, leitor, Ele está no sacrário, esperando por você. Você vai vê-lo? Posso te pedir um favor? 

Diga a ele que o Claudio manda lembranças. E que o ama muito.


Deus o abençoe.


Sábado, 30/09/2017 - Claudio de Castro / Aleteia
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...