Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/04/2019

“Queridos filhos, como MÃE que conhece os SEUS filhos, sei vocês desejam o MEU FILHO. EU sei que vocês desejam a VERDADE, a PAZ, aquilo que é puro e não é falso.

Por isto EU, como MÃE, através do AMOR DE DEUS, me dirijo a vocês e os convido, a fim de que, rezando com o coração puro e aberto, conheçam por vocês mesmos o MEU FILHO, o SEU AMOR, o SEU CORAÇÃO MISERICORDIOSO.

O MEU FILHO via a beleza em todas as coisas.

ELE procura o BEM, até mesmo naquilo que é pequeno e escondido, em todas as almas, para perdoar o mal.

Por isto, filhos MEUS, apóstolos do MEU AMOR, os convido a adorá-LO, a agradecê-LO continuamente e a serem dignos para ELE. Porque ELE disse para vocês PALAVRAS DIVINAS, as PALAVRAS DE DEUS, as PALAVRAS que são para todos e para sempre.

Por isto, filhos MEUS, vivam a serenidade, a alegria e o amor recíproco.

Isto é o que é necessário para vocês no mundo de hoje: assim serão apóstolos do MEU AMOR, assim vocês testemunharão o MEU FILHO de maneira justa.

Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Irmãs contemplativas com síndrome de Down? Claro que sim!

Religiosas com ou sem a síndrome vivem na mesma comunidade, em claro sinal de que o Senhor chama todos à santidade

As Irmãzinhas Discípulas do Cordeiro são uma congregação religiosa fundada em 1985 pelo Abade de Fontgombault e reconhecida em 1990 pelo Cardeal Jean Honoré, de Tours.

Na vocação contemplativa, estas jovens portadoras da Síndrome de Down se consagram inteiramente a Deus!

O objetivo da fundação é permitir que as irmãzinhas vivam a vocação religiosa contemplativa seguindo o carisma de São Bento (com seu famoso lema “Ora e trabalha“, ou “Ora et labora“) e o de Santa Teresinha do Menino Jesus, conhecido como “o Pequeno Caminho”.

Para isso, irmãs com ou sem a síndrome vivem na mesma comunidade, sob as mesmas regras, em claro sinal de que o Senhor chama todos à santidade.

O Papa São João Paulo II, na encíclica Evangelium Vitae (O Evangelho da Vida), escreveu:

“A coragem e a serenidade com que muitos irmãos nossos, afetados por graves deficiências, conduzem a sua existência quando são aceitos e amados por nós constituem um testemunho particularmente eficaz dos valores autênticos que qualificam a vida e, mesmo em condições difíceis, a tornam preciosa para a própria pessoa e para os outros”.


Sexta, 25/08/2017 - A partir de postagem do blog Senza Pagare / Aleteia 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...