Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/08/2018

“Queridos filhos,

Com amor materno os convido a abrirem os seus corações à paz, a abrirem os seus corações ao MEU FILHO, a cantar em seus corações o amor ao MEU FILHO, porque somente através deste amor chega a paz da alma.

Filhos MEUS, EU sei que vocês tem a bondade, sei que vocês tem o amor, o amor misericordioso. Mas, muitos dos MEUS filhos ainda tem os corações fechados, pensam que podem agir sem colocar os seus pensamentos ao PAI CELESTIAL que ilumina, diante do MEU FILHO que está sempre e novamente com vocês na EUCARISTIA e que deseja ouvi-los.

Filhos Meus, porque não falam para eles ? A vida de cada um de vocês é importante e preciosa porque é um dom do PAI CELESTIAL para a ETERNIDADE, por isso nunca se esqueçam de agradecê-LO e falar com ELE.

Eu sei, filhos MEUS, que para vocês é desconhecido aquilo que virá depois, porém quando chegar o “depois” de vocês, terão todas as respostas. O MEU amor materno deseja que vocês estejam prontos.

Filhos MEUS, com a vida de vocês coloquem sentimentos bons nos corações das pessoas que vocês encontrarem, sentimentos de paz, de bondade, de amor e de perdão. Através da oração escutem o que lhes diz o MEU FILHO e assim o façam.

Novamente os convido a rezarem pelos seus sacerdotes, por aqueles a quem o MEU FILHO chamou; lembrem-se que eles tem necessidade de orações e de amor.

Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Irmãs contemplativas com síndrome de Down? Claro que sim!

Religiosas com ou sem a síndrome vivem na mesma comunidade, em claro sinal de que o Senhor chama todos à santidade

As Irmãzinhas Discípulas do Cordeiro são uma congregação religiosa fundada em 1985 pelo Abade de Fontgombault e reconhecida em 1990 pelo Cardeal Jean Honoré, de Tours.

Na vocação contemplativa, estas jovens portadoras da Síndrome de Down se consagram inteiramente a Deus!

O objetivo da fundação é permitir que as irmãzinhas vivam a vocação religiosa contemplativa seguindo o carisma de São Bento (com seu famoso lema “Ora e trabalha“, ou “Ora et labora“) e o de Santa Teresinha do Menino Jesus, conhecido como “o Pequeno Caminho”.

Para isso, irmãs com ou sem a síndrome vivem na mesma comunidade, sob as mesmas regras, em claro sinal de que o Senhor chama todos à santidade.

O Papa São João Paulo II, na encíclica Evangelium Vitae (O Evangelho da Vida), escreveu:

“A coragem e a serenidade com que muitos irmãos nossos, afetados por graves deficiências, conduzem a sua existência quando são aceitos e amados por nós constituem um testemunho particularmente eficaz dos valores autênticos que qualificam a vida e, mesmo em condições difíceis, a tornam preciosa para a própria pessoa e para os outros”.


Sexta, 25/08/2017 - A partir de postagem do blog Senza Pagare / Aleteia 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...