Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/10/2017

Queridos filhos,

Falo a vocês como MÃE, com palavras simples mas cheias de amor e de preocupação, que ME foram confiados por MEU FILHO. É ELE que, do ETERNO PRESENTE, fala a vocês com palavras de vida e semeia o amor nos corações abertos, Por esta razão os peço, apóstolos do MEU AMOR, tenham os corações abertos, sempre prontos à misericórdia e ao perdão.

Pelo MEU FILHO, perdoem sempre ao próximo porque assim vocês terão a paz. Filhos MEUS, preocupem-se com a alma de vocês porque é a única coisa que pertence a vocês realmente. Vocês se esqueceram da importância da família.

A família não deveria ser lugar de sofrimento e de dor mas local de compreensão e de ternura. As famílias que vivem segundo o MEU FILHO, vivem em amor recíproco.

Quando o MEU FILHO era ainda pequeno, ELE ME dizia que todos os homens são SEUS irmãos; por isso lembrem-se, apóstolos do MEU AMOR, que todos os homens que vocês encontrarem são família, irmãos pelo MEU FILHO.

Meus filhos, não gastem seu tempo pensando sobre o futuro, se preocupando. Que sua única preocupação seja viver bem cada momento de acordo com MEU FILHO. Lá está – paz para vocês!

Filhos MEUS, não esqueçam nunca de rezar pelos seus sacerdotes. Rezem para que possam aceitar todos os homens como seus próprios filhos e segundo o MEU FILHO, sejam pais espirituais. Obrigada.


OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Por que o Espírito Santo é representado como uma pomba?

Uzair Saeed CC

Um dos símbolos mais antigos de Deus, reconhecido também pelos judeus antes mesmo do batismo de Jesus

O Novo Testamento menciona especificamente a forma de pomba ao se referir ao Espírito Santo durante o batismo de Jesus: “O Espírito Santo desceu sobre Ele em forma corpórea, como uma pomba” (Lucas 3, 22).
Jean-Pierre Dalbéra CC

Mas por que uma pomba?

Em primeiro lugar, estudiosos bíblicos destacam que o Talmud da Babilônia compara a uma pomba o Espírito de Deus que paira sobre as águas na criação: “E o espírito de Deus pairava sobre a face das águas – como uma pomba que paira sobre os seus filhotes sem tocá-los”. Tal texto não consta com essas mesmas palavras no livro do Gênesis, mas o primeiro livro da Bíblia também afirma, já em seu início: “O Espírito de Deus pairava sobre as águas” (Gênesis 1, 2).

Creative Commons
Em segundo lugar, Noé enviou uma pomba em busca de terra quando as águas do dilúvio começaram a baixar. O Gênesis relata que a pomba retornou a ele pela tarde, trazendo ao bico uma folha verde de oliveira (cf. Gênesis 8, 11). O episódio é diretamente ligado ao batismo de Jesus, dado que o dilúvio é visto no cristianismo como prefiguração do batismo.

Em terceiro lugar, ainda no contexto pagão, as pombas eram vistas no mundo antigo como representativas do divino. Era muito comum que deuses e deusas fossem representados cercados por pombas.

Assim, nos tempos do Novo Testamento, as pombas já eram bastante associadas a Deus e, mais especificamente, ao Espírito Divino. Os primeiros cristãos mantiveram essa imagem e começaram a representar o Espírito Santo quase que exclusivamente como uma pomba.

Public Domain via WikiPedia
Na arte cristã, a pomba é vista não somente nas imagens que recordam o batismo de Jesus, mas ainda em vários outros episódios bíblicos como a Anunciação, quando Maria foi saudada com a notícia de que conceberia e daria à luz o Filho de Deus. Alguns dos primeiros tabernáculos também eram feitos em forma de pomba suspensa sobre o altar.

Com suas penas brancas e puras, a pomba recorda a pureza de Deus e o seu voo evoca os muitos movimentos do Espírito Santo em nossa alma.

É, em suma, um símbolo belo para se falar do Espírito Divino; uma imagem que vem sendo transmitida de coração a coração ao longo de séculos e séculos.

Outra forma de representar: o ícone de Rublev


Por outro lado, é extremamente interessante saber que os cristãos orientais, com seus ícones belíssimos, têm outra maneira de representar não somente o Espírito Santo, mas toda a Santíssima Trindade. O preciso artigo recomendado logo abaixo é imperdível:


Quinta, 01/02/2017 -  Philip Kosloski / Aleteia

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...