Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/07/2017

“Queridos filhos, os agradeço porque responderam ao Meu chamado e porque se reuniram em torno de Mim, em torno da Sua Mãe Celestial. Eu sei que pensam em Mim com amor e esperança. Eu sinto o amor de cada um de vocês, como também a sede do Meu Amadíssimo Filho, que por meio do Seu Amor Misericordioso, sempre e novamente Me envia até vocês. Ele que era homem e Deus Uno e Trino. Ele que por causa de vocês sofreu com o corpo e com a alma. Ele que se fez pão para dar pão às suas almas, para poder salvá-las.

Meus filhos, os ensino como serem dignos do Seu Amor, para poderem dirigir os seus pensamentos a Ele, para poderem viver o Meu Filho. Apóstolos do Meu Amor, os envolvo com o Meu Manto porque como Mãe desejo salvá-los.

Os peço: rezem pelo mundo inteiro. O Meu Coração sofre. Os pecados se multiplicam, são muitos. Mas com a ajuda de vocês, vocês que são humildes, cheios de amor, escondidos e santos, o Meu Coração triunfará. Amem o Meu Filho acima de tudo, e o mundo inteiro por meio Dele.

Não esqueçam nunca que cada irmão seu leva em si algo de precioso: a alma. Por isso, Meus filhos, amem a todos aqueles que não conhecem o Meu Filho, para que por meio da oração e do amor que vem da oração, eles possam tornarem-se melhores, a fim de que a bondade neles possa vencer, para poder salvarem as almas e terem a Vida Eterna.

Meus Apóstolos, Meus filhos, o Meu Filho pediu que amassem uns aos outros; que isto esteja escrito em seus corações e com a oração comecem a viver este amor.

Obrigada.

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Por que Deus nos deu o Santo Rosário? De onde ele surgiu?

Nem São Francisco de Assis o conheceu! Em que contexto essa "arma da fé" foi presenteada à Igreja e para quê?

Faz cerca de 800 anos, somente, que a Igreja católica reza o terço.

Os quinze mistérios do Santíssimo Rosário foram apresentados por Nossa Senhora a São Domingos de Gusmão em 1214, como meio para salvar a Europa da heresia albigense ou cátara que se alastrava na época. Essa heresia pregava a existência de dois deuses, um bom e outro mau, e afirmava que toda a matéria foi criada pelo “deus” mau, Satanás – incluindo o corpo humano, que, portanto, seria “inimigo” da alma. Essas ideias vão contra vários conceitos fundamentais do credo católico:

– A Igreja professa a fé em um Deus único e Criador de todas as coisas, visíveis e invisíveis, e não em dois deuses, um bom e outro mau;
 – A Igreja ensina que Satanás não é um “deus”, mas um anjo caído: com sua liberdade, dada por Deus a todos os seres dotados de inteligência, ele optou voluntariamente por se rebelar contra Deus;

– a Igreja católica reconhece no ser humano uma unidade integral de corpo e alma, criados por Deus e, portanto, bons; o ser humano está sujeito ao pecado pela mesma razão que os anjos: por causa do dom da liberdade, que nos permite optar entre o bem e o mal. Não é que o corpo seja mau em si.

E por aí afora: o fato é que a heresia albigense pregava estes e outros erros que desfiguravam gravemente a doutrina católica revelada por Deus mediante as Escrituras – e era urgente corrigir esses erros.

BATALHA ESPIRITUAL

O terço foi dado à Igreja, então, como uma “nova arma” de defesa da fé em união com Maria e por meio da sua intercessão!

Ao rezá-lo, repetimos e meditamos as orações fundamentais do católico: o Sinal da Cruz, o Credo, o Pai-Nosso, a Ave-Maria, o Glória, a Salve Rainha. São orações que nos recordam e nos ajudam a professar o conteúdo da nossa fé.

BASE NAS ESCRITURAS

A Santíssima Virgem nos deu essa “arma da fé” com base nas Escrituras. Ao pedir a São Domingos e ao Beato Alan que rezássemos 150 Ave-Marias, é em referência aos 150 Salmos. Todos os 15 mistérios do Rosário são bíblicos e nos guiam na meditação sobre a vida de Cristo, dividindo as 150 Ave-Marias em 15 “dezenas” que nos conduzem pelos mistérios bíblicos da vida do seu Filho. Todo o conjunto do Rosário é uma homenagem de Nossa Senhora às Sagradas Escrituras.

LIGAÇÃO COM JESUS


O terço é uma ligação com Jesus, Caminho, Verdade e Vida, junto com Maria, a Mãe que Ele próprio nos deu ao pé da Cruz: “Eis aí a tua mãe“, disse Jesus a João, enquanto dizia também a Maria: “Eis aí o teu filho“. A Igreja tem a certeza de que, em João, estávamos todos nós representados: Jesus confiou Sua Mãe a todos nós, seus discípulos, e nos confiou a ela.

DEUS AGINDO NA HISTÓRIA

A batalha espiritual do Santo Rosário, que toma apenas 2% do nosso dia, continua sendo crucial para a vitória da fé sobre os erros que se espalham pelo mundo. É um recurso específico dado por Deus à Igreja, por meio de Nossa Senhora, a partir de um momento específico da história. É mais uma mostra de que Deus age na história por meio dos seus servos fiéis, assim como quando agiu na história para nos oferecer a devoção ao Sagrado Coração, à Divina Misericórdia, os dogmas… Deus vai nos dando os recursos de que precisamos!

PRIVILÉGIO EXTRAORDINÁRIO

São Francisco de Assis não tinha o terço! Nem São Bernardo de Claraval, nem Santo Anselmo, nem São Beda, nem São Gregório, nem São Bento, nem Santo Agostinho, nem sequer os Santos Apóstolos! É para nós um grande privilégio poder contar com essa “nova arma” e com tantas outras que nos foram sendo presenteadas ao longo da história da Igreja!

Presenteadas e confirmadas inúmeras vezes: as aparições de Nossa Senhora nos pedem sempre que rezemos o Rosário pela salvação das almas.

ALTAMENTE RECOMENDADO

São João Paulo II, apenas duas semanas depois de eleito Papa, afirmou com singeleza:
“O terço é a minha oração preferida. Uma oração maravilhosa! Maravilhosa na sua simplicidade e na sua profundidade”.
São Padre Pio também foi claro:
“Algumas pessoas são bobas a ponto de achar que podem avançar pela vida sem a ajuda de nossa Mãe Santíssima. Amem Nossa Senhora e rezem o terço, porque o seu terço é a arma contra todos os males do mundo de hoje. Todas as graças dadas por Deus passam pela Mãe Santíssima”.

Não há como citar aqui todos os santos que rezaram diariamente e recomendaram com ênfase o Santo Rosário, assim como todos os papas. Só para fechar o artigo, basta recordar algumas frases impactantes do Papa Francisco sobre o terço: “O Rosário é a oração do meu coração“; “O Rosário é arma de paz e perdão“; “Amem o Rosário, oração simples que consola a mente e o coração“.

Bom terço, católicos!


Segunda, 08/05/2017 - Aleteia
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...