Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/12/2017

“Queridos filhos, Me dirijo a vocês como sua Mãe, a Mãe dos justos, a Mãe daqueles que amam e sofrem, a Mãe dos santos.

Filhos Meus, também vocês podem ser santos: depende de vocês. Santos são aqueles que amam imensamente o Pai Celestial, aqueles que O amam acima de tudo.

Por isso, filhos Meus, procurem ser sempre melhores. Se procuraram ser bons, podem ser santos, também se não pensam isto de vocês. Se vocês pensam ser bons, não são humildes e a soberba os distancia da santidade.

Neste mundo inquieto, cheio de ameaças, as suas mãos, apóstolos do Meu amor, devem estar estendidas em oração e em misericórdia. Para mim, filhos Meus, presenteiem o Rosário, as rosas que tanto amo!

As Minhas rosas são as suas orações feitas com o coração e não somente recitadas com os lábios. As minhas rosas são as suas obras de oração, de fé e de amor.

Quando era pequeno, Meu Filho me dizia que os Meus filhos seriam numerosos e que me trariam muitas rosas.

Eu não compreendia, agora sei que vocês são aqueles filhos, que trazem rosas quando amam o Meu Filho acima de tudo, quando rezam com o coração, que ajudam os mais pobres. Estas são as Minhas rosas!

Esta é a fé, que faz que tudo na vida se faça por amor; que não conhece a soberba; que perdoa sempre prontamente, sem nunca julgar e procurando sempre compreender o próprio irmão.

Por isso, apóstolos do Meu amor, rezem por aqueles que não sabem amar, por aqueles que não os amam, por aqueles que os fizeram mal, por aqueles que não conheceram o Amor de Meu Filho. Filhos Meus, os peço isto para que lembrem que rezar significa amar e perdoar. Obrigada !”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Peregrinos esperam a chegada do Papa no Santuário de Fátima

Um dos milagres relacionados à canonização dos dois pastorinhos aconteceu com um menino brasileiro.

Com orações, cantos religiosos e muita expectativa, uma maré de fervorosos peregrinos esperava nesta sexta-feira a chegada do papa Francisco ao Santuário de Fátima, em Portugal, para celebrar, sob forte medidas de segurança, o centenário das aparições da Virgem Maria a três pequenos pastores.

Desafiando a chuva, milhares de católicos procedentes do mundo inteiro se concentram na esplanda diante da Basílica de Nossa Senhora de Fátima, centro do país.

Muitos peregrinos vieram a pé de várias regiões de Portugal, alguns inclusive andando de joelhos os últimos metros até a Capela das Aparições, para orar diante da imagem de Nossa Senhora de Fátima.

Francisco chega às 16H20 local (12h20 de Brasília) à base aérea militar de Monte Real, norte de Lisboa.

É recebido pelo presidente português Marcelo Rebelo de Sousa, e depois parte de helicóptero para Fátima, 40 km ao nordeste.

A pequena cidade de Fátima, com 12.000 habitantes, receberá no fim de semana cerca de 40.000 pessoas, 2.000 jornalistas, 100 grupos de peregrinos, 2.000 padres, 71 bispos, oito cardeais e 350 enfermos, informou Carmo Rodeia, diretora do santuário.

Muitos peregrinos irão de outros continentes, especialmente da América Latina, mas também da Ásia. A população portuguesa (10,3 milhões de pessoas, 89% delas católicas) terá grande representação e, por este motivo, o papa vai falar em português.

Após sua chegada, Francisco seguirá para a “Capelinha das Aparições”, construída no local onde, segundo a crença popular, a Virgem apareceu pela primeira vez, em 13 de maio de 1917, aos três pastorzinhos.

A mãe de Jesus teria aparecido em seis ocasiões, entre maio e outubro de 1917, aos irmãos Jacinta (7 anos) e Francisco (9) Marto e a sua prima Lucia dos Santos (10), a quem revelou três “segredos”, que a Igreja Católica considerou como proféticos da história do século XX.

Jacinta e Francisco foram beatificados por João Paulo II em Fátima em 13 de maio de 2000.

Desde 2008, o Vaticano pretende beatificar Lucia dos Santos, que se tornou freira e faleceu em 2005.

As revelações reportadas pelas três crianças, assim como os milagres que permitirão ao papa canonizar no sábado os irmãos Francisco e Jacinta, não constituem dogma, ou seja, não existe a obrigatoriedade de que todos os católicos acreditem.

– Menino brasileiro –

Um dos milagres alegados para a canonização dos dois pastores aconteceu com um menino brasileiro.

Seus pais narraram na quinta-feira em Fátima a história de sua rápida cura após uma grave queda.

João Batista e sua esposa, Lucila Yurie, se apresentaram para a imprensa, sem seu filho Lucas, no santuário católico de Fátima.

“Agradecemos a Deus pela cura de Lucas e sabemos, com toda a fé de nosso coração, que foi obtida graças ao milagre feito pelos pequenos pastores Francisco e Jacinta”, disse seu pai, muito emocionado.

Em março de 2013, o menino, então com cinco anos, caiu da janela de uma altura de mais de seis metros e sofreu um grave traumatismo craniano, relembrou Batista.

Foi transferido do seu povoado em Juranda para o hospital Campo Mourão, no Paraná, “onde chegou no estado de coma grave e sofreu duas paradas cardíacas antes de ser operado de urgência”, contou.

“Os médicos lhe davam poucas chances de sobreviver”, assinalou seu pai.

Após entrar em contato com um grupo das Carmelitas, a família do menino, já “muito devota” de Nossa Senhora de Fátima, começou a invocar os pastores.

“Dois dias depois, Lucas acordou. Estava bem e começou a falar”, assegurou Batista.

O menino deixou o hospital 12 dias depois do acidente. “Se recuperou totalmente, sem sequelas”, assegurou seu pai, acrescentando que “os médicos, incluindo os que não creem, não puderam explicar essa recuperação”.


Sexta, 12/05/2017 - Agências de Notícias / Aleteia  (AFP)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...