Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/09/2018

Queridos filhos,

As Minhas palavras são simples, mas repletas de amor materno e de preocupação. Filhos MEUS, sobre vocês se alargam sempre mais as sombras das trevas e do engano, Eu os chamo em direção a luz e a verdade, Eu os chamo na direção de Meu Filho. Somente Ele pode converter o desespero e a dor em paz e serenidade, somente ELE pode dar esperança nas dores mais profundas. O MEU FILHO é a VIDA do mundo, e quanto mais O conhecerem, mais se aproximarão DELE e mais O amarão porque o MEU FILHO é AMOR e o AMOR muda tudo.

ELE torna maravilhoso também aquilo que sem amor pareça para vocês insignificante. Por isso novamente os digo que vocês devem amar muito se desejarem crescer espiritualmente. EU sei, apóstolos do MEU AMOR, que não sempre fácil, porém, filhos MEUS, também as estradas dolorosas são caminhos que levam ao crescimento espiritual, à fé e ao MEU FILHO.

Filhos MEUS, rezem, pensem em MEU FILHO durante todos os momentos do dia, elevem as suas almas até ELE e EU recolherei as suas orações como flores do jardim mais belo e as darei de presente ao MEU FILHO.

Sejam realmente apóstolos do MEU AMOR, deem a todos o AMOR de MEU FILHO, sejam jardins com as flores mais belas.

Com a oração ajudem os seu sacerdotes para que possam ser pais espirituais cheios de amor para todos os homens.

Obrigada.

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

As dúvidas do Papa Francisco sobre Medjugorje

As supostas aparições e seus efeitos na vida dos fiéis ainda passam por avaliação da Santa Sé

Durante a entrevista coletiva concedida no avião que o levava de volta a Roma após a visita a Fátima neste sábado, 13 de maio, o Papa Francisco manifestou suas dúvidas sobre as supostas aparições de Nossa Senhora em Medjugorje.

Estas supostas aparições não têm tanto valor: eu digo isto como opinião pessoal. Há quem pense que Nossa Senhora diz: ‘Venham, no tal dia, tal hora, que eu vou dar uma mensagem para esse vidente’”, declarou Francisco, de acordo com a transcrição do vaticanista Andrea Tornielli publicada pelo site Vatican Insider.

Ao mesmo tempo, o Papa reconheceu “o fato espiritual e pastoral” concretizado em Medjugorje: “Pessoas que se convertem, que encontram Deus, que mudam de vida. E isso não é graças a uma varinha mágica. Este fato não pode ser negado. Agora, para ver isto, eu nomeei um bom bispo, que tem experiência na parte pastoral. No final será dito algo”.

O Papa destacou que “todas as aparições ou supostas aparições pertencem à esfera privada: elas não fazem parte do magistério público ordinário”.

Francisco recordou que “Bento XVI instituiu para Medjugorje uma comissão presidida pelo cardeal Ruini. Eu recebi o resultado. [A comissão] era composta por bons teólogos, bispos e cardeais. O relatório da comissão é muito, muito bom. Havia algumas dúvidas na Congregação para a Doutrina da Fé e o dicastério considerou oportuno enviar a cada um dos membros da ‘Feria IV’ (a reunião mensal da Congregação) toda a documentação, inclusive os pareceres contrários ao relatório Ruini”.

Francisco prosseguiu: “Eu recebi a notificação num sábado, já tarde. Não me pareceu correto. No domingo de manhã, o Prefeito da Doutrina da Fé recebeu uma carta em que eu lhe peço que envie para a ‘Feria IV’ essas opiniões contrárias, que as envie para mim pessoalmente”.


E concluiu: “Esses pareceres foram estudados, todos. Destaco: todos. O relatório Ruini afirma que é preciso distinguir as primeiras aparições, quando os videntes eram crianças, e diz que é necessário continuar investigando aquelas. Sobre as supostas aparições atuais, o relatório apresenta suas dúvidas. Eu, pessoalmente, sou mais ‘malvado’: gosto mais da Nossa Senhora Mãe do que da Nossa Senhora que vira encarregada de uma agência de telégrafos e manda uma mensagem por dia”.


Terça, 16/05/2017 - Aleteia
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...