Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/12/2017

“Queridos filhos, Me dirijo a vocês como sua Mãe, a Mãe dos justos, a Mãe daqueles que amam e sofrem, a Mãe dos santos.

Filhos Meus, também vocês podem ser santos: depende de vocês. Santos são aqueles que amam imensamente o Pai Celestial, aqueles que O amam acima de tudo.

Por isso, filhos Meus, procurem ser sempre melhores. Se procuraram ser bons, podem ser santos, também se não pensam isto de vocês. Se vocês pensam ser bons, não são humildes e a soberba os distancia da santidade.

Neste mundo inquieto, cheio de ameaças, as suas mãos, apóstolos do Meu amor, devem estar estendidas em oração e em misericórdia. Para mim, filhos Meus, presenteiem o Rosário, as rosas que tanto amo!

As Minhas rosas são as suas orações feitas com o coração e não somente recitadas com os lábios. As minhas rosas são as suas obras de oração, de fé e de amor.

Quando era pequeno, Meu Filho me dizia que os Meus filhos seriam numerosos e que me trariam muitas rosas.

Eu não compreendia, agora sei que vocês são aqueles filhos, que trazem rosas quando amam o Meu Filho acima de tudo, quando rezam com o coração, que ajudam os mais pobres. Estas são as Minhas rosas!

Esta é a fé, que faz que tudo na vida se faça por amor; que não conhece a soberba; que perdoa sempre prontamente, sem nunca julgar e procurando sempre compreender o próprio irmão.

Por isso, apóstolos do Meu amor, rezem por aqueles que não sabem amar, por aqueles que não os amam, por aqueles que os fizeram mal, por aqueles que não conheceram o Amor de Meu Filho. Filhos Meus, os peço isto para que lembrem que rezar significa amar e perdoar. Obrigada !”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Convocação para amanhã: jornada de oração e jejum pela paz na Síria

Que Deus ilumine a consciência humana, a fim de que a Síria e o mundo recebam o dom da Sua paz

A Cáritas Italiana e a organização Pax Christi convocaram para esta quarta-feira, 12 de abril, uma jornada de oração e jejum pela paz na Síria.

Trata-se da véspera da Quinta-Feira Santa e a escolha dessa data pretende nos ajudar a “viver a paixão e a cruz de tantos inocentes dentro do mistério da Paixão de Cristo, à luz da esperança da Páscoa”.

A Síria está mergulhada numa guerra civil infernal desde 2011, agravada pelos avanços devastadores de grupos terroristas – o principal deles é o sanguinário Estado Islâmico.

No começo deste mês, um covarde crime de guerra perpetrado com o uso de armas químicas vitimou mais de 400 pessoas e provocou a morte de ao menos 131 civis na cidade de Idlib. Os EUA e seus aliados culparam pelo ataque o governo de Bashar al Assad, enquanto a Rússia o atribuiu a grupos rebeldes.

A respeito do caso hediondo, a Cáritas Italiana e a Pax Christi afirmaram em seu comunicado: “Sabemos que, na guerra, a verdade é a primeira vítima e pedimos com voz firme que os fatos sejam verificados”.

Destacando ainda que “toda guerra é um crime, uma loucura, o suicídio da humanidade, uma aventura sem volta”, as duas organizações convidam a “rezar pelas vítimas e a indignar-se contra a guerra e as armas, inclusive as armas nucleares. Estamos e continuamos ao lado das vítimas não só para ajudá-las a sobreviver à guerra, mas também para construir um futuro de paz duradoura baseada numa cultura de não violência. Somente graças aos jovens, a não violência finalmente florescerá de novo na sofrida nação síria“.

A propósito do mesmo crime de guerra, o Papa Francisco pediu, em 5 de abril, “a todos aqueles que têm responsabilidade política, tanto no nível local quanto no internacional, que ponham fim a esta tragédia e deem trégua a esta população, depois de tanto tempo de sofrimento por causa da guerra”.


Todos os cristãos estão convidados a se unirem a essa jornada de oração e jejum para que Deus conceda à Síria e ao mundo o dom da Sua paz.

Terça, 11/04/2017 - Aleteia
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...