Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/09/2018

Queridos filhos,

As Minhas palavras são simples, mas repletas de amor materno e de preocupação. Filhos MEUS, sobre vocês se alargam sempre mais as sombras das trevas e do engano, Eu os chamo em direção a luz e a verdade, Eu os chamo na direção de Meu Filho. Somente Ele pode converter o desespero e a dor em paz e serenidade, somente ELE pode dar esperança nas dores mais profundas. O MEU FILHO é a VIDA do mundo, e quanto mais O conhecerem, mais se aproximarão DELE e mais O amarão porque o MEU FILHO é AMOR e o AMOR muda tudo.

ELE torna maravilhoso também aquilo que sem amor pareça para vocês insignificante. Por isso novamente os digo que vocês devem amar muito se desejarem crescer espiritualmente. EU sei, apóstolos do MEU AMOR, que não sempre fácil, porém, filhos MEUS, também as estradas dolorosas são caminhos que levam ao crescimento espiritual, à fé e ao MEU FILHO.

Filhos MEUS, rezem, pensem em MEU FILHO durante todos os momentos do dia, elevem as suas almas até ELE e EU recolherei as suas orações como flores do jardim mais belo e as darei de presente ao MEU FILHO.

Sejam realmente apóstolos do MEU AMOR, deem a todos o AMOR de MEU FILHO, sejam jardins com as flores mais belas.

Com a oração ajudem os seu sacerdotes para que possam ser pais espirituais cheios de amor para todos os homens.

Obrigada.

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Angelus: «Não insulte; não olhe com maus olhos»

Queridos irmãos e irmãs em Cristo, nós cristãos somos chamados a cumprir os mandamentos de Deus. O que são eles para nós? A resposta é simples e está associado a sinais que vão chegar a eternidade com Deus . Eles são guias seguros onde devemos trilhar para ter uma vida feliz aqui em vista do céu. A tônica principal é o amor, pois quem ama não mata, não mente, não faz olhar da realidade distorcida, não dá ouvidos para a fofoca, cuida dos pais, obedece a Deus e faz tudo para cumprir a justiça de Deus.

Se fizermos bem e vivermos na graça de Deus não vamos ter pensamentos maus e nem praticar o que é mal para Deus e para o nosso irmão. Devemos buscar a justiça maior de Deus pois ela é que vai nos dar o premio da vida eterna. Sejamos caridosos, misericordiosos e praticar o bem. Devemos ter um coração puro e cheio de amor que transborda para todos os cantos que estivermos. Então devemos procurar ser bom e desta maneira seremos a imagem legitima de Deus amor. 

(Jose Benedito Schumann Cunha)

Por Anita Bourdin, 12 Fevereiro, 2017


Angelus, 12.02.2017, CTV

« Não insulte; não olhe com maus olhos » : antes e depois do Angelus deste domingo, 12 de fevereiro, 2017, Praça de São Pedro, Papa Francisco explicou como os maus pensamentos levam a atos malignos.

« Jesus nos ensina como fazer a vontade de Deus plenamente e usa esta palavra com um “Justiça maior” do que a dos escribas e fariseus » : uma justiça “animada pelo amor, pela caridade, pela misericórdia », e « capaz de realizar a substância dos mandamentos evitando o risco de formalismo » , explicou o Papa

« Respeito ao mandamento “Não matarás”, Ele diz que é violada não só o assassinato real, mas também por aqueles comportamentos que ofendem a dignidade da pessoa humana, incluindo palavras insultuosas », continuou o Papa: « É claro que essas palavras insultuosas não tem a mesma gravidade e culpabilidade do assassinato, mas são colocadas na mesma linha, porque eles são as premissas e revelar a mesma maldade. »

E « Jesus nos convida a não estabelecer uma lista gradual de infracções, mas considerá-los prejudiciais, porque ele se move a intenção de fazer mal aos outros » : « E Jesus dá o exemplo. Insulto: estamos habituados a insulto, é como dizer “Olá”. E isso é na mesma linha que o assassinato. Aqueles que insultar o irmão mata o irmão em seu coração. Por favor, não insulte! Nós não ganhamos nada … »

Sobre a lei do casamento, o Papa explicou a ligação entre pensamento ruim e mau ato: « O adultério era considerado uma violação do direito de propriedade do homem sobre a mulher. Jesus, no entanto, vai para a raiz do mal. Como chegar ao assassinato através de insultos, ofensas (…), assim chegamos ao adultério através intenções de propriedade no que diz respeito a uma mulher que não seja sua esposa. Adultério, tais como roubo, corrupção e todos os outros pecados, eles são primeiramente concebido em nossos corações e, uma vez conseguido no coração a escolha errada, são implementadas no comportamento concreto. E Jesus diz: aquele que olhar para uma mulher que não é o seu próprio com a espírito de propriedade é um adúltero em seu coração, ele começou a estrada para o adultério. Nós pensar um pouco ‘sobre isso: os maus pensamentos que estão nesta linha. »

E sobre o juramento, ele acrescentou: « Jesus então diz aos seus discípulos para não jurar, porque o juramento é um sinal de insegurança e duplicidade com que você toca as relações humanas. Ele explora a autoridade de Deus para dar segurança aos nossos assuntos humanos. Pelo contrário, somos chamados a construir entre nós, nas nossas famílias e nas nossas comunidades um clima de clareza e de confiança mútua, de modo que pode ser considerado honesto, sem recorrer a intervenções mais elevados para ser acreditado. Desconfiança e suspeita mútua ameaçam a serenidade! »

Papa Francisco disse após a oração do Angelus: « Desejo a todos um bom domingo. E não se esqueça: não insulte; não olhe com maus olhos, com os olhos de propriedade para a mulher do seu próximo; Não juro. Três coisas que Jesus afirma. É tão fácil! Por favor, não se esqueça de orar por mim. Bom almoço e adeus! »


Segunda, 13/02/2017 - Vocacionados Menores
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...