Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/11/2017

“Queridos filhos, olhando vocês em torno de Mim, em torno da sua Mãe, Eu estou vendo muitas almas puras, vejo muitos dos Meus filhos que estão procurando amor e consolação, mas ninguém está oferecendo isso a eles.

Também vejo aqueles que fazem o mal, porque não têm bons exemplos, não conheceram Meu Filho, aquele bem que é silencioso, que se difunde através das almas puras, que é a força que reforça o mundo.

Existem muitos pecados, mas também muito amor. o Meu Filho Me envia, como Mãe, a mesma igual para todos, para que Eu vos ensine o Amor, para que vocês compreendam que são irmãos.

Ele deseja vos ajudar. Apóstolos do Meu Amor, é suficiente o desejo vivo da fé e do Amor, o Meu Filho o aceitará.

Mas vocês têm que ser dignos, ter boa vontade e um coração aberto. O Meu Filho entra nos corações abertos. Eu, como Mãe, desejo que vocês conheçam o melhor possível o Meu Filho, Deus, nascido de Deus, para que vocês conheçam a grandeza do Seu Amor, o qual vocês tanto precisam.

Ele aceitou os seus pecados, conseguiu a Redenção para vocês, mas em troca procura que vocês amem-se uns aos outros. O Meu Filho é Amor. Ele ama todo ser humano, sem diferença, todas as pessoas de todos os povos e nações.

Se vocês, Meus Filhos, vivessem o Amor do Meu Filho, o Seu Reinado já estaria na Terra. Por isso, Apóstolos do Meu Amor, rezem, rezem para que o Meu Filho e Seu Amor estejam mais próximos de vocês, para que vocês sejam exemplos de Amor e possam ajudar àqueles que ainda não conhecem o Meu Filho.

Nunca esqueçam que o Meu Filho, Uno e Trino, Ama. Amem e rezem pelos seus sacerdotes. Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

O desabafo de Datena: “Fui um péssimo pai para meus filhos”

O que esta declaração significa para a nossa sociedade.


O apresentador brasileiro de televisão José Luiz Datena fez um desabafo ao vivo nesta quinta-feira, 17, ao afirmar em seu programa, no canal Band, que foi um “péssimo pai” para os seus cinco filhos: por causa do excessivo foco no trabalho, ele considera que foi “ausente e relapso“.

Eu fui um péssimo pai por força da profissão, porque tive que viajar a vida inteira, ganhava muito mal. Tive que viajar e ficava mais tempo fora do que dentro de casa. Então, eu fui muito relapso na educação dos meus filhos. Se eu não ajudasse na educação deles, eu estava completamente perdido“.

O apresentador considerou, por outro lado, que hoje é bem mais presente na vida da família:

A gente aprende muito com os erros dos filhos, que são nada mais do que a projeção dos [próprios] erros, dos seus ensinamentos. Agora eu aprendi muito com isso. Hoje eu me considero um pai muito legal”.

A autocrítica de Datena veio logo após uma reportagem sobre o assassinato de um jovem de 20 anos pelo próprio pai, em Goiânia.

José Luiz Datena é tido como polêmico devido a opiniões fortes sobre assuntos espinhosos ligados à criminalidade e ao tratamento dos criminosos pela lei brasileira. Com suas declarações, ele exerce uma influência bastante considerável na visão de mundo de milhões de telespectadores no país, em especial nas assim chamadas classes sociais médio-baixas.

O relevante deste episódio é precisamente isto: que uma personalidade midiática tenha levantado a importância da autocrítica por parte de pais e mães na sociedade atual, sempre às voltas com um turbilhão de afazeres e, portanto, correndo o permanente risco de descuidar, ainda que sem querer, a convivência, a amizade e a proximidade com a própria família, em especial com o cônjuge e com os filhos.


É oportuno e urgente, de fato, revisarmos as nossas prioridades e fazermos os ajustes necessários para cuidar de quem realmente importa na vida.


Sábado, 19/11/2016 - Aleteia Brasil
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...