Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/09/2018

Queridos filhos,

As Minhas palavras são simples, mas repletas de amor materno e de preocupação. Filhos MEUS, sobre vocês se alargam sempre mais as sombras das trevas e do engano, Eu os chamo em direção a luz e a verdade, Eu os chamo na direção de Meu Filho. Somente Ele pode converter o desespero e a dor em paz e serenidade, somente ELE pode dar esperança nas dores mais profundas. O MEU FILHO é a VIDA do mundo, e quanto mais O conhecerem, mais se aproximarão DELE e mais O amarão porque o MEU FILHO é AMOR e o AMOR muda tudo.

ELE torna maravilhoso também aquilo que sem amor pareça para vocês insignificante. Por isso novamente os digo que vocês devem amar muito se desejarem crescer espiritualmente. EU sei, apóstolos do MEU AMOR, que não sempre fácil, porém, filhos MEUS, também as estradas dolorosas são caminhos que levam ao crescimento espiritual, à fé e ao MEU FILHO.

Filhos MEUS, rezem, pensem em MEU FILHO durante todos os momentos do dia, elevem as suas almas até ELE e EU recolherei as suas orações como flores do jardim mais belo e as darei de presente ao MEU FILHO.

Sejam realmente apóstolos do MEU AMOR, deem a todos o AMOR de MEU FILHO, sejam jardins com as flores mais belas.

Com a oração ajudem os seu sacerdotes para que possam ser pais espirituais cheios de amor para todos os homens.

Obrigada.

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Como conseguir a indulgência plenária pelo Ano da Misericórdia?

Restam poucos dias... aproveite!


No próximo dia 20 de novembro o Papa Francisco encerrará o Ano Santo da Misericórdia ao fechar a Porta Santa na Basílica de São Pedro. O mesmo farão as igrejas particulares ao redor do mundo no próximo dia 13 de novembro, quando deem por terminado este tempo especial de graça que levou também consigo a referência da Indulgência, que ainda é possível ganhar… mas restam poucos dias para fazê-lo.

Só é necessário seguir alguns passos, que compartilhamos a seguir:

1 – Peregrinar à Catedral ou a um Santuário Jubilar e entrar pela Porta Santa da Misericórdia;

2 – Acudir ao Sacramento da Confissão com o firme propósito de não pecar mais, nem sequer venialmente. Se recomenda confessar-se alguns dias antes da peregrinação ao templo jubilar. Também é possível receber o sacramento na Catedral ou Santuário escolhido para ganhar o jubileu.

3 – Participar da Celebração Eucarística na igreja jubilar e receber a Comunhão.

4 – Rezar o Credo.

5 – Oferecer a peregrinação, e a Santa Missa pela pessoa e intenções do Santo Padre.

6 – Realizar uma obra de misericórdia.

“O perdão de Deus não conhece limites”: Papa Francisco

O próprio Papa Francisco ao convocar o Jubileu Extraordinário da Misericórdia na Bula “Misericordiae Vultus”, recordou que o tempo jubilar leva consigo o sinal da Indulgência assinalando: “No Ano Santo da Misericórdia ela adquire uma relevância particular. O perdão de Deus por nossos pecados não conhece limites. Na morte e ressurreição de Jesus Cristo, Deus faz evidente este amor que é capaz inclusive de destruir o pecado dos homens. Deixar-se reconciliar com Deus é possível por meio do mistério pascal e da mediação da Igreja. Assim então, Deus está sempre disponível ao perdão e nunca se cansa de oferecê-lo de maneira sempre nova e inesperada”.

O Papa também afirmou que “viver então a indulgência no Ano Santo significa aproximar-se da misericórdia do Pai com a certeza que seu perdão se estende sobre toda a vida do crente”, já que a Indulgência “é experimentar a santidade da Igreja que oferece a todos os benefícios da redenção de Cristo, para que o perdão seja estendido até as extremas consequências a qual chega o amor de Deus”.


Neste sentido Francisco exortou a viver “intensamente o Jubileu pedindo ao Pai o perdão dos pecados e a dispensa de sua indulgência misericordiosa”.


Quinta, 10/11/2016 - Gaudium Press / Aleteia
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...