MUITA ATENÇÃO POVO CATÓLICO !!!

IMG-20171013-WA0083.jpg

Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/10/2017

Queridos filhos,

Falo a vocês como MÃE, com palavras simples mas cheias de amor e de preocupação, que ME foram confiados por MEU FILHO. É ELE que, do ETERNO PRESENTE, fala a vocês com palavras de vida e semeia o amor nos corações abertos, Por esta razão os peço, apóstolos do MEU AMOR, tenham os corações abertos, sempre prontos à misericórdia e ao perdão.

Pelo MEU FILHO, perdoem sempre ao próximo porque assim vocês terão a paz. Filhos MEUS, preocupem-se com a alma de vocês porque é a única coisa que pertence a vocês realmente. Vocês se esqueceram da importância da família.

A família não deveria ser lugar de sofrimento e de dor mas local de compreensão e de ternura. As famílias que vivem segundo o MEU FILHO, vivem em amor recíproco.

Quando o MEU FILHO era ainda pequeno, ELE ME dizia que todos os homens são SEUS irmãos; por isso lembrem-se, apóstolos do MEU AMOR, que todos os homens que vocês encontrarem são família, irmãos pelo MEU FILHO.

Meus filhos, não gastem seu tempo pensando sobre o futuro, se preocupando. Que sua única preocupação seja viver bem cada momento de acordo com MEU FILHO. Lá está – paz para vocês!

Filhos MEUS, não esqueçam nunca de rezar pelos seus sacerdotes. Rezem para que possam aceitar todos os homens como seus próprios filhos e segundo o MEU FILHO, sejam pais espirituais. Obrigada.


OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

O Papa Francisco escreve para o time olímpico de atletas refugiados

"Possam expressar, através destes Jogos Olímpicos, um grito de fraternidade e de paz".


O Papa Francisco escreveu uma carta aos atletas olímpicos do chamado “Time dos Refugiados“.

Quero que recebam a minha saudação e os meus votos de sucesso nestas Olimpíadas. Que a coragem e a força que trazem dentro de si possam expressar, através destes Jogos Olímpicos, um grito de fraternidade e de paz“, diz a carta, publicada neste sábado pela Rádio Vaticano.

O Santo Padre manifestou o desejo de que, olhando para o exemplo dos esportistas refugiados, a humanidade consiga “compreender que a paz é possível” e que “com a guerra tudo se perde. Desejo que o seu testemunho faça bem a todos“.

A equipe de atletas refugiados é composta por 6 homens e 4 mulheres: são dois nadadores da Síria, dois judocas da República Democrática do Congo e seis corredores da Etiópia e do Sudão do Sul.

Todos eles tiveram de fugir da violência em seus países e buscar refúgio em outras nações. Na cerimônia de abertura dos Jogos no estádio do Maracanã, eles desfilaram com a bandeira olímpica, sob fortes aplausos dentro do estádio e intensas manifestações de apoio e solidariedade nas redes sociais.


Domingo, 07/08/2016 - Aleteia
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...