Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/09/2018

Queridos filhos,

As Minhas palavras são simples, mas repletas de amor materno e de preocupação. Filhos MEUS, sobre vocês se alargam sempre mais as sombras das trevas e do engano, Eu os chamo em direção a luz e a verdade, Eu os chamo na direção de Meu Filho. Somente Ele pode converter o desespero e a dor em paz e serenidade, somente ELE pode dar esperança nas dores mais profundas. O MEU FILHO é a VIDA do mundo, e quanto mais O conhecerem, mais se aproximarão DELE e mais O amarão porque o MEU FILHO é AMOR e o AMOR muda tudo.

ELE torna maravilhoso também aquilo que sem amor pareça para vocês insignificante. Por isso novamente os digo que vocês devem amar muito se desejarem crescer espiritualmente. EU sei, apóstolos do MEU AMOR, que não sempre fácil, porém, filhos MEUS, também as estradas dolorosas são caminhos que levam ao crescimento espiritual, à fé e ao MEU FILHO.

Filhos MEUS, rezem, pensem em MEU FILHO durante todos os momentos do dia, elevem as suas almas até ELE e EU recolherei as suas orações como flores do jardim mais belo e as darei de presente ao MEU FILHO.

Sejam realmente apóstolos do MEU AMOR, deem a todos o AMOR de MEU FILHO, sejam jardins com as flores mais belas.

Com a oração ajudem os seu sacerdotes para que possam ser pais espirituais cheios de amor para todos os homens.

Obrigada.

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

O comovente momento em que Thiago Braz consola atleta francês vaiado pela torcida brasileira

Ao lado deles está o ucraniano Sergei Bubka, o maior atleta de salto com vara da história, seis vezes campeão do mundo, ouro em Seul-88 e que bateu 35 vezes o recorde mundial. A imagem é um verdadeiro símbolo do espírito olímpico.


A vitória de Thiago Braz na prova de salto com vara na última segunda-feira (15) deu muito o que falar. Não apenas pelos 6,03m saltados batendo o recorde olímpico e ganhando amedalha de ouro. Um detalhe paralelo que recebeu grande atenção foi a reação do grande favorito da prova, o francês Renaud Lavillenie, campeão nos Jogos de Londres, que ficou com a medalha de prata no Rio.

Inconformado com a perda do primeiro lugar no pódio, Lavillenie fez declarações polêmicas. Para uma TV francesa, chamou o público de “merda” e chegou a se comparar ao atleta negro Jesse Owens, muito vaiado na final dos 100 m rasos na Olimpíada de 1936, em Berlim, na Alemanha, país comandado na época por Hitler.

Para piorar, em uma matéria publicada no Le Monde, o mais importante jornal da França, o autor do texto acrescentou à fala de Philippe d’Encausse, técnico do atleta, a frase sobre “forças místicas, talvez as do candomblé“, para explicar a conquista brasileira no salto com vara. O jornalista depois admitiu que a frase foi inventada por ele próprio, mas o estrago já estava feito.

Com estes fatos, a internet foi à loucura e o francês foi alvo de centenas de críticas que renderam inclusive muitos memes satirizando a situação.


Na cerimônia de entrega das medalhas, que só aconteceu na noite desta terça-feira (16), enquanto Thiago era ovacionado pelo público, Lavillenie chorava em frente às câmeras pelas vaias constantes. Thiago interviu pedindo para que o público parasse, mas sem sucesso.

Depois da cerimônia, o COI divulgou uma foto em que Thiago Braz consola o francês. Ao lado deles está o ucraniano Sergei Bubka, o maior atleta de salto com vara da história, seis vezes campeão do mundo, ouro em Seul-88 e que bateu 35 vezes o recorde mundial.

A imagem é um verdadeiro símbolo do espírito olímpico.


Todas as imagens: Reprodução
Quarta, 17/08/2016 - via Hypeness / Aleteia
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...