Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/04/2019

“Queridos filhos, como MÃE que conhece os SEUS filhos, sei vocês desejam o MEU FILHO. EU sei que vocês desejam a VERDADE, a PAZ, aquilo que é puro e não é falso.

Por isto EU, como MÃE, através do AMOR DE DEUS, me dirijo a vocês e os convido, a fim de que, rezando com o coração puro e aberto, conheçam por vocês mesmos o MEU FILHO, o SEU AMOR, o SEU CORAÇÃO MISERICORDIOSO.

O MEU FILHO via a beleza em todas as coisas.

ELE procura o BEM, até mesmo naquilo que é pequeno e escondido, em todas as almas, para perdoar o mal.

Por isto, filhos MEUS, apóstolos do MEU AMOR, os convido a adorá-LO, a agradecê-LO continuamente e a serem dignos para ELE. Porque ELE disse para vocês PALAVRAS DIVINAS, as PALAVRAS DE DEUS, as PALAVRAS que são para todos e para sempre.

Por isto, filhos MEUS, vivam a serenidade, a alegria e o amor recíproco.

Isto é o que é necessário para vocês no mundo de hoje: assim serão apóstolos do MEU AMOR, assim vocês testemunharão o MEU FILHO de maneira justa.

Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Jesus Cristo, homem ou Deus? Os dois – em uma só Pessoa

Este é um dos fundamentos da fé cristã: Jesus Cristo é Verdadeiro Deus e verdadeiro homem.


No Evangelho de São Mateus, 8, 23-27, o sono e o cansaço fazem Jesus dormir a bordo da barca, mostrando, mais uma vez, que Ele compartilha verdadeiramente conosco a natureza humana em tudo, exceto no pecado.

Ao mesmo tempo, no entanto, Ele é capaz de interromper o curso das leis naturais com um simples comando de sua voz. É quando vemos a divindade do Cristo, que comanda a criação por seu próprio poder. A Escritura relata que Ele apenas ordenou, por Si próprio, que as águas agitadas se acalmassem – e o único capaz de fazer milagres pelo próprio poder é Deus Onipotente.

Os apóstolos viam, com seus olhos carnais, apenas um homem, e se espantavam de que a esse homem toda a criação obedecesse. Foi testemunhando a vida de Cristo que eles acabaram compreendendo que Jesus era o Verbo Eterno de Deus feito homem.

Este é um dos fundamentos da fé cristã: Jesus Cristo é Verdadeiro Deus e verdadeiro homem.

Declara o Concílio de Calcedônia, do ano de 451:

Seguindo, então, os Santos Padres, unanimemente ensinamos a confessar um só e mesmo Filho: nosso senhor, Jesus Cristo, perfeito em sua divindade e perfeito em sua humanidade, verdadeiro Deus e verdadeiro homem, (composto) de alma racional e de corpo, consubstancial ao Pai pela divindade e consubstancial a nós pela humanidade, similar em tudo a nós, exceto no pecado, gerado pelo Pai antes dos séculos segundo a divindade, e, nestes últimos tempos, por nós e pela nossa salvação, engendrado em Maria, virgem e mãe de Deus, segundo a humanidade: um e o mesmo Cristo, Senhor unigênito; em quem se têm de reconhecer duas naturezas, sem confusão, imutáveis, indivisas, inseparáveis, não tendo diminuído a diferença das naturezas por causa da união, mas antes, tendo-se assegurada a propriedade de cada uma das naturezas, que concorrem a formar uma só Pessoa. Ele não está dividido ou separado em duas pessoas, mas é um único e mesmo Filho Unigênito, Deus, Verbo e Senhor Jesus Cristo, como primeiro os profetas e mais tarde o próprio Jesus Cristo o ensinou, e como nos transmitiu o símbolo dos padres“.

A partir de texto de Rafael de Mesquita Diehl em Civilitas Christiana


Quinta, 25/08/2016 - Aleteia

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...