Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/09/2018

Queridos filhos,

As Minhas palavras são simples, mas repletas de amor materno e de preocupação. Filhos MEUS, sobre vocês se alargam sempre mais as sombras das trevas e do engano, Eu os chamo em direção a luz e a verdade, Eu os chamo na direção de Meu Filho. Somente Ele pode converter o desespero e a dor em paz e serenidade, somente ELE pode dar esperança nas dores mais profundas. O MEU FILHO é a VIDA do mundo, e quanto mais O conhecerem, mais se aproximarão DELE e mais O amarão porque o MEU FILHO é AMOR e o AMOR muda tudo.

ELE torna maravilhoso também aquilo que sem amor pareça para vocês insignificante. Por isso novamente os digo que vocês devem amar muito se desejarem crescer espiritualmente. EU sei, apóstolos do MEU AMOR, que não sempre fácil, porém, filhos MEUS, também as estradas dolorosas são caminhos que levam ao crescimento espiritual, à fé e ao MEU FILHO.

Filhos MEUS, rezem, pensem em MEU FILHO durante todos os momentos do dia, elevem as suas almas até ELE e EU recolherei as suas orações como flores do jardim mais belo e as darei de presente ao MEU FILHO.

Sejam realmente apóstolos do MEU AMOR, deem a todos o AMOR de MEU FILHO, sejam jardins com as flores mais belas.

Com a oração ajudem os seu sacerdotes para que possam ser pais espirituais cheios de amor para todos os homens.

Obrigada.

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Jesus Cristo, homem ou Deus? Os dois – em uma só Pessoa

Este é um dos fundamentos da fé cristã: Jesus Cristo é Verdadeiro Deus e verdadeiro homem.


No Evangelho de São Mateus, 8, 23-27, o sono e o cansaço fazem Jesus dormir a bordo da barca, mostrando, mais uma vez, que Ele compartilha verdadeiramente conosco a natureza humana em tudo, exceto no pecado.

Ao mesmo tempo, no entanto, Ele é capaz de interromper o curso das leis naturais com um simples comando de sua voz. É quando vemos a divindade do Cristo, que comanda a criação por seu próprio poder. A Escritura relata que Ele apenas ordenou, por Si próprio, que as águas agitadas se acalmassem – e o único capaz de fazer milagres pelo próprio poder é Deus Onipotente.

Os apóstolos viam, com seus olhos carnais, apenas um homem, e se espantavam de que a esse homem toda a criação obedecesse. Foi testemunhando a vida de Cristo que eles acabaram compreendendo que Jesus era o Verbo Eterno de Deus feito homem.

Este é um dos fundamentos da fé cristã: Jesus Cristo é Verdadeiro Deus e verdadeiro homem.

Declara o Concílio de Calcedônia, do ano de 451:

Seguindo, então, os Santos Padres, unanimemente ensinamos a confessar um só e mesmo Filho: nosso senhor, Jesus Cristo, perfeito em sua divindade e perfeito em sua humanidade, verdadeiro Deus e verdadeiro homem, (composto) de alma racional e de corpo, consubstancial ao Pai pela divindade e consubstancial a nós pela humanidade, similar em tudo a nós, exceto no pecado, gerado pelo Pai antes dos séculos segundo a divindade, e, nestes últimos tempos, por nós e pela nossa salvação, engendrado em Maria, virgem e mãe de Deus, segundo a humanidade: um e o mesmo Cristo, Senhor unigênito; em quem se têm de reconhecer duas naturezas, sem confusão, imutáveis, indivisas, inseparáveis, não tendo diminuído a diferença das naturezas por causa da união, mas antes, tendo-se assegurada a propriedade de cada uma das naturezas, que concorrem a formar uma só Pessoa. Ele não está dividido ou separado em duas pessoas, mas é um único e mesmo Filho Unigênito, Deus, Verbo e Senhor Jesus Cristo, como primeiro os profetas e mais tarde o próprio Jesus Cristo o ensinou, e como nos transmitiu o símbolo dos padres“.

A partir de texto de Rafael de Mesquita Diehl em Civilitas Christiana


Quinta, 25/08/2016 - Aleteia

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...