Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/09/2018

Queridos filhos,

As Minhas palavras são simples, mas repletas de amor materno e de preocupação. Filhos MEUS, sobre vocês se alargam sempre mais as sombras das trevas e do engano, Eu os chamo em direção a luz e a verdade, Eu os chamo na direção de Meu Filho. Somente Ele pode converter o desespero e a dor em paz e serenidade, somente ELE pode dar esperança nas dores mais profundas. O MEU FILHO é a VIDA do mundo, e quanto mais O conhecerem, mais se aproximarão DELE e mais O amarão porque o MEU FILHO é AMOR e o AMOR muda tudo.

ELE torna maravilhoso também aquilo que sem amor pareça para vocês insignificante. Por isso novamente os digo que vocês devem amar muito se desejarem crescer espiritualmente. EU sei, apóstolos do MEU AMOR, que não sempre fácil, porém, filhos MEUS, também as estradas dolorosas são caminhos que levam ao crescimento espiritual, à fé e ao MEU FILHO.

Filhos MEUS, rezem, pensem em MEU FILHO durante todos os momentos do dia, elevem as suas almas até ELE e EU recolherei as suas orações como flores do jardim mais belo e as darei de presente ao MEU FILHO.

Sejam realmente apóstolos do MEU AMOR, deem a todos o AMOR de MEU FILHO, sejam jardins com as flores mais belas.

Com a oração ajudem os seu sacerdotes para que possam ser pais espirituais cheios de amor para todos os homens.

Obrigada.

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Por que comemoramos o Dia dos Avós em 26 de julho?

No Brasil e em Portugal, o dia 26 de julho é lembrado como o Dia dos Avós. Você sabe por quê?

A mais popular das explicações vem do catolicismo. O Papa Paulo VI, que governou a Igreja Católica de 1963 até 1978, escolheu esta data para homenagear Santa Ana e São Joaquim, os pais da Virgem Maria, canonizados pelo papa Gregório VIII em 1584.

Os nomes de Ana e Joaquim não constam na bíblia, mas sim em um dos evangelhos apócrifos, ou seja, textos não aceitos como autênticos pelas primeiras comunidades cristãs, mas válidos enquanto documentos históricos.

De acordo com uma antiga tradição católica, Ana e Joaquim já estavam com idade avançada e ela ainda era estéril, o que a impedia de ter filhos. Apesar disso, eles não desistiam de pedir a Deus esta bênção e, por bastante tempo, rezaram por um milagre.

Certo dia, quando Joaquim havia se retirado para suas orações e penitências, um anjo veio lhe visitar avisando que era hora de voltar para casa, pois suas preces seriam atendidas. O milagre veio. Alguns meses depois, Ana deu à luz Maria.

Quando a menina estava grande, eles a entregaram ao Templo de Jerusalém e de lá Maria só saiu para se casar com José. Algum tempo mais tarde, ela viria a ser a mãe de Jesus, neto de Ana e de Joaquim.

Como a vida civil e o catolicismo foram bastante ligados em Portugal durante séculos, não demorou muito para que a data religiosa passasse a ser celebrada inclusive fora das igrejas, como em escolas e comunidades rurais.

Oração pelos avós


Ó Deus eterno e todo-poderoso,
em vós vivemos, nos movemos e somos.
Nós vos louvamos e bendizemos por terdes
dado a estes vossos filhos e filha,s
nossos queridos vovôs e nossas queridas vovós,
uma vida longa com perseverança na fé e em boas obras.
Concedei que eles, confortados pelo carinho
dos filhos, netos e amigos,
se alegrem na saúde e não se deixem abater na doença,
a fim de que, revigorados com a vossa bênção,
consagrem o tempo da idade madura ao vosso louvor,
seguindo o exemplo de São Joaquim e de Santa Ana,
que, na fidelidade à Palavra de Deus,
cumpriram sempre a vontade de servir e de amar a todos.
Por Cristo, nosso Senhor.

Amém.


Terça, 26/07/2016 - Sempre Família / Aleteia
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...