Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/07/2017

“Queridos filhos, os agradeço porque responderam ao Meu chamado e porque se reuniram em torno de Mim, em torno da Sua Mãe Celestial. Eu sei que pensam em Mim com amor e esperança. Eu sinto o amor de cada um de vocês, como também a sede do Meu Amadíssimo Filho, que por meio do Seu Amor Misericordioso, sempre e novamente Me envia até vocês. Ele que era homem e Deus Uno e Trino. Ele que por causa de vocês sofreu com o corpo e com a alma. Ele que se fez pão para dar pão às suas almas, para poder salvá-las.

Meus filhos, os ensino como serem dignos do Seu Amor, para poderem dirigir os seus pensamentos a Ele, para poderem viver o Meu Filho. Apóstolos do Meu Amor, os envolvo com o Meu Manto porque como Mãe desejo salvá-los.

Os peço: rezem pelo mundo inteiro. O Meu Coração sofre. Os pecados se multiplicam, são muitos. Mas com a ajuda de vocês, vocês que são humildes, cheios de amor, escondidos e santos, o Meu Coração triunfará. Amem o Meu Filho acima de tudo, e o mundo inteiro por meio Dele.

Não esqueçam nunca que cada irmão seu leva em si algo de precioso: a alma. Por isso, Meus filhos, amem a todos aqueles que não conhecem o Meu Filho, para que por meio da oração e do amor que vem da oração, eles possam tornarem-se melhores, a fim de que a bondade neles possa vencer, para poder salvarem as almas e terem a Vida Eterna.

Meus Apóstolos, Meus filhos, o Meu Filho pediu que amassem uns aos outros; que isto esteja escrito em seus corações e com a oração comecem a viver este amor.

Obrigada.

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Papa Sugere uma "bela oração" para esta semana

Queridos irmãos e irmãs, somos chamados a ser filhos e filhas de Deus e Jesus nos ensina como deve ser a nossa relação com Deus Pai. A oração que dirigimos a Deus é de confiança a um Pai misericordioso que nos chama a ter misericórdia com os outros. O gesto de misericórdia é o perdão que damos aos outros que nos ofende, pois Deus nos perdoa as nossas faltas se nós pedirmos a Ele na condicional de perdoarmos mutuamente uns aos outros. A nossa vida deve estar em sintonia com Deus juntamente com todos os nossos irmãos e irmãs de caminhada. Somos frágeis e precisamos de alimento espiritual e material, mas é preciso que Deus nos ajude a nos afastar do mal que contamina a nossa existência. Devemos aprender a viver com necessário do dia a dia, pois se tivermos de mais, então vamos perder para o lixo que vai acumulando na nossa existência humana. O espirito Santo nos ajuda a sermos doceis a vontade divina e assim vamos caminhando alegres para a casa do Pai.

(bacharel em Teologia Jose Benedito Schumann Cunha)

Postado por Kathleen Naab em 24 de julho de 2016 / Screen Shot 2016/04/10 em 1.34.51 PM

Papa Francisco propôs hoje uma bela oração para esta semana: "Pai, dá-me o Espírito Santo."

O Papa ofereceu esta sugestão antes de rezar a oração mariana do Ângelus com aqueles reunidos na Praça de São Pedro, como ele comentou sobre o Evangelho de hoje, que é o relato de Lucas de Jesus ensinar o "Pai Nosso".

Jesus diz aos discípulos: "Quando orardes, dizei: Pai ..."

"Esta palavra é o segredo da oração de Jesus", disse o Papa. "É a chave que ele mesmo dá-nos de modo que nós também pode entrar nesta relação de diálogo confiante com o Pai."

Dando espaço a Deus

O Pontífice continuou: "Para o nome de" Pai ", Jesus associa duas petições:" santificado seja o teu nome; venha o teu reino ". A oração de Jesus, e, portanto, a oração de um cristão, é antes de tudo para dar espaço a Deus, permitindo-lhe para manifestar sua santidade em nós e permitindo o avanço de seu reino pela possibilidade de exercer o seu senhorio de amor em nossas vidas ".

Os próximos três petições do Pai Nosso, Francis explicou, "expressar nossas necessidades fundamentais: pão, perdão e ajuda em tentação."

O pão é o pão de um peregrino, disse ele, "um pão que não se acumula e não ir para o lixo, que não pesa para baixo a nossa jornada."

Perdão, entretanto, é "acima de tudo o que recebemos de Deus." E é nossa consciência desse perdão de nossos próprios pecados que "pode ​​tornar-nos capazes de realizar gestos concretos de reconciliação fraterna."

Finalmente, Papa Francisco disse, "o último pedido - não nos abandona em tentação - expressa a consciência da nossa condição, nunca expostos ao engano do mal e da corrupção. Todos nós sabemos o que é uma tentação é! "

total confiança

O Papa, então, refletida nas duas parábolas que hoje completa do Evangelho.

"Ambos têm como objectivo ensinar-nos a ter total confiança em Deus, que é Pai," disse ele.

Nós oramos ao Pai com "audácia e insistência", mesmo que ele sabe melhor do que nós o que precisamos ", porque esta é a nossa maneira de participar na sua obra de salvação."

"A oração é o primeiro e principal" ferramenta de trabalho "em nossas mãos", disse o Papa. "Insistir [em algo] com Deus não é, a fim de convencê-lo, mas sim para reforçar a nossa fé e nossa paciência, isto é, a nossa capacidade para lutar ao lado de Deus para as coisas que são verdadeiramente importantes e necessárias. Na oração nós somos um par: Deus e eu, lutando juntos para o que é importante ".

Espírito Santo

E a grande coisa importante, disse o Papa, é aquele que "dificilmente todas as considerar."

Jesus diz: "Se, em seguida, que são maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais o Pai celestial dará o Espírito Santo àqueles que lho pedirem?"

"O espírito Santo! Precisamos pedir que o Espírito Santo vem a nós ", exclamou Francis. "[...] Como é belo uma oração seria se nesta semana, cada um de nós gostaria de pedir ao Pai:" Pai, dá-me o Espírito Santo. '


"A Virgem Maria nos mostra isso com a sua existência, inteiramente animada pelo Espírito de Deus. Ela ajuda-nos a orar ao Pai unidos a Jesus, a fim de não viver de uma forma mundana, mas de acordo com o Evangelho, guiado pelo Espírito Santo. "


Segunda, 25/07/2016 - Vocacionados de Deus e Maria
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...