Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/09/2017

Queridos filhos !

Quem melhor do que EU poderia falar para vocês do Amor e da existência do MEU FILHO ?

Vivi com ELE, EU sofri com ele, vivendo a vida terrena, EU provei da dor porque era MÃE.

MEU FILHO amou com pensamentos e obras o PAI CELESTIAL, o DEUS VERDADEIRO, e como ME dizia veio para redimi-los. EU escondi a minha dor com o amor. Vocês, filhos MEUS, tem numerosas perguntas, não compreendem a dor, não compreendem que através do Amor de Deus devem aceitar a dor e suportá-la. Todas as pessoas provam-na em maior ou menor medida, mas com a paz na alma e em estado de graça a esperança existe.

Este é o MEU FILHO, DEUS, nascido de DEUS. As SUAS PALAVRAS são sementes de Vida Eterna e semeadas nas boas almas produzem muitos frutos.

MEU FILHO suportou a dor porque tomou para si os pecados de vocês.

Por isso vocês, filhos MEUS, Apóstolos do MEU Amor, vocês que sofrem, saibam que as suas dores se tornarão luz e glória.

Filhos MEUS, enquanto vocês suportam a dor o CÉU entra em vocês, e em todos em torno de vocês é dado um pouco de Céu e muita esperança !

Obrigada !

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Ana? Santa Ana? Sant'Ana? Senhora Sant'Ana? Ou Nossa Senhora Sant'Ana?

No seu carinho por aquela que foi escolhida como Padroeira da Cidade de Gravatá, as pessoas usam as mais diversas expressões. Não é meu objetivo dizer o que está certo ou errado, tudo o que é dito de coração é bonito, correto e justo. Conhecer bem os termos, porém, pode ajudar a nos expressamos melhor.

Ana é o nome próprio que designa a avó de Jesus, que é mãe de Maria. Não existem registros bíblicos sobre o nome exato da avó de Jesus, sabemos somente que com certeza se ele teve uma mãe que chamamos Maria, essa também tinha a sua mãe. Quando Deus assume a condição humana, assumiu tudo, menos o pecado, por isso quis uma família de verdade, com direito a avó e tudo mais. A tradição costumou atribuir o nome de Ana à mãe de Maria, que vem do hebraico e significa graça e misericórdia.

Como acreditamos que ela é santa, costumamos invoca-la com o título de "santa", logo Santa Ana. Na nossa belíssima língua portuguesa, algumas vezes quando uma letra se repete no final de uma palavra e início de outra, se faz uma contração, daí o nome Sant'Ana.

Como o respeito é expressão de carinho, para manifestar a reverência pela avó de Jesus, alguns devotos preferem chamá-la de Senhora Sant'Ana.

O importante é que os nomes que usamos não confundam a cabeça das pessoas. Sendo assim devemos estar atentos quando usamos outro título para Ana, Nossa Senhora Sant'Ana! Nossa Senhora é uma expressão muito usada para falar de Maria, a Mãe de Jesus. Na verdade, "nossa senhora" é também uma palavra que indica respeito e usamos em muitas línguas. Por exemplo, do francês, os mais antigos usavam a expressão: Madame. O que é madame? Minha Dama! Ou seja minha senhora. Então chamar Sant'Ana de Nossa Senhora, seria referir-se com extremo respeito à querida avó de Jesus. Na antiguidade era assim que os súditos se dirigiam aos reis e rainhas chamando-os de "meu senhor" ou "minha senhora".
Temo, porém, que algumas pessoas quando dizem Nossa Senhora Sant'Ana podem estar pensando ser esse um dos tantos títulos de Maria, a Mãe de Jesus. Atenção: Sant'Ana é avó de Jesus e Mãe de Nossa Senhora. Se você, porém, gosta de chamar Ana com esse título tão antigo e belo, não tem problema, desde que você não pense estar se referindo à filha dela, que é Maria nossa mãezinha do céu.


De todo jeito, com qualquer título, nome ou expressão, queiramos bem àquela que foi avó de Jesus, mãe de Maria, sogra de José e esposa de Joaquim. Viva Sant'Ana!


Segunda, 25/07/2016 - Do facebook do Padre João Paulo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...