Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/12/2017

“Queridos filhos, Me dirijo a vocês como sua Mãe, a Mãe dos justos, a Mãe daqueles que amam e sofrem, a Mãe dos santos.

Filhos Meus, também vocês podem ser santos: depende de vocês. Santos são aqueles que amam imensamente o Pai Celestial, aqueles que O amam acima de tudo.

Por isso, filhos Meus, procurem ser sempre melhores. Se procuraram ser bons, podem ser santos, também se não pensam isto de vocês. Se vocês pensam ser bons, não são humildes e a soberba os distancia da santidade.

Neste mundo inquieto, cheio de ameaças, as suas mãos, apóstolos do Meu amor, devem estar estendidas em oração e em misericórdia. Para mim, filhos Meus, presenteiem o Rosário, as rosas que tanto amo!

As Minhas rosas são as suas orações feitas com o coração e não somente recitadas com os lábios. As minhas rosas são as suas obras de oração, de fé e de amor.

Quando era pequeno, Meu Filho me dizia que os Meus filhos seriam numerosos e que me trariam muitas rosas.

Eu não compreendia, agora sei que vocês são aqueles filhos, que trazem rosas quando amam o Meu Filho acima de tudo, quando rezam com o coração, que ajudam os mais pobres. Estas são as Minhas rosas!

Esta é a fé, que faz que tudo na vida se faça por amor; que não conhece a soberba; que perdoa sempre prontamente, sem nunca julgar e procurando sempre compreender o próprio irmão.

Por isso, apóstolos do Meu amor, rezem por aqueles que não sabem amar, por aqueles que não os amam, por aqueles que os fizeram mal, por aqueles que não conheceram o Amor de Meu Filho. Filhos Meus, os peço isto para que lembrem que rezar significa amar e perdoar. Obrigada !”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

3 vícios que você tem de manhã e que prejudicam o resto do seu dia

Desafie-se: acabe com esses 3 vícios e perceba a diferença positiva!


Vício 1: Espiar seu email e suas redes sociais

Seu telefone “inteligente” facilitou para você este hábito que é muito pouco inteligente: mal acorda, você já confere o que há no seu email, no WhatsApp, nos fluxos do Facebook, do Twitter ou das outras tantas redes sociais de que possivelmente participa. Qual é o problema deste vício? Simples: você começa a se conectar com a vida alheia e com assuntos de trabalho antes mesmo de se conectar consigo próprio! Você permite que a enxurrada de coisas externas comece o dia por você, arrastando-o num fluxo sem foco, em vez de ser o protagonista consciente que começa o dia com serenidade, fazendo uma oração de agradecimento e de oferecimento, cuidando da sua higiene e aparência pessoal, alongando-se, sentindo o sol e a brisa nem que seja da janela, saudando com um sorriso e um beijo a sua família, tomando um café-da-manhã saudável e, então sim, se preparando para uma jornada produtiva e construtiva de trabalho.

Vício 2: Ler ou ver notícias ruins

Você já sabe disso. A mídia sempre prioriza o que dá audiência, e, num mundo sem foco em construir, o que dá audiência é tudo aquilo que destrói: desgraças, tragédias, crises, problemas, divisões, perigos, ameaças… É claro que é necessário estar consciente dos problemas do mundo (desde que seja para ajudar a resolvê-los e não apenas para resmungar deles), mas o começo da manhã não é o momento mais adequado para se atualizar a este respeito. As notícias ruins estimulam raiva e medo; a raiva e o medo estimulam a liberação do cortisol, que é o hormônio do estresse. E, entre as várias coisas de que você não precisa no começo da sua manhã, certamente está essa dose evitável de cortisol. Respeite a serenidade e a harmonia no seu início de dia!

Vício 3: Pré-ocupar-se com tarefas do trabalho

Você mal iniciou o dia e já está se “pré-ocupando”: pré-ocupar-se é ocupar-se previamente, é antecipar mentalmente uma torrente de assuntos com os quais não pode se ocupar de verdade no momento presente; é gerar ansiedades e falta de foco já nos primeiros minutos do dia. A preocupação é isso: “pré-ocupação”, antecipação daquilo a que você ainda não pode se dedicar produtivamente nesse instante. Prefira abastecer-se de serenidade ao dar início à nova jornada: há um tempo para cada ato e cada ato deve ser realizado em seu tempo! Aprenda a viver o momento presente. Se no café-da-manhã você já está pensando ou falando no que deve ser feito durante o trabalho, você nem está trabalhando nem está tomando um café-da-manhã saudável.


Quinta, 01/07/2016 - Aleteia
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...