Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/09/2018

Queridos filhos,

As Minhas palavras são simples, mas repletas de amor materno e de preocupação. Filhos MEUS, sobre vocês se alargam sempre mais as sombras das trevas e do engano, Eu os chamo em direção a luz e a verdade, Eu os chamo na direção de Meu Filho. Somente Ele pode converter o desespero e a dor em paz e serenidade, somente ELE pode dar esperança nas dores mais profundas. O MEU FILHO é a VIDA do mundo, e quanto mais O conhecerem, mais se aproximarão DELE e mais O amarão porque o MEU FILHO é AMOR e o AMOR muda tudo.

ELE torna maravilhoso também aquilo que sem amor pareça para vocês insignificante. Por isso novamente os digo que vocês devem amar muito se desejarem crescer espiritualmente. EU sei, apóstolos do MEU AMOR, que não sempre fácil, porém, filhos MEUS, também as estradas dolorosas são caminhos que levam ao crescimento espiritual, à fé e ao MEU FILHO.

Filhos MEUS, rezem, pensem em MEU FILHO durante todos os momentos do dia, elevem as suas almas até ELE e EU recolherei as suas orações como flores do jardim mais belo e as darei de presente ao MEU FILHO.

Sejam realmente apóstolos do MEU AMOR, deem a todos o AMOR de MEU FILHO, sejam jardins com as flores mais belas.

Com a oração ajudem os seu sacerdotes para que possam ser pais espirituais cheios de amor para todos os homens.

Obrigada.

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

O último dia de Pompeia em uma animação

Vídeo reproduz a erupção do Vesúvio que acabaria com a antiga cidade do sul da Itália.


O Vesúvio é o único vulcão ativo na Europa continental. Localizado na costa oeste da Itália, é conhecido pela erupção que, no ano 79 d.C., devastou a cidade de Pompeia. Ainda hoje, o Vesúvio é considerado uma ameaça potencial para Nápoles e os vilarejos vizinhos que crescem nas encostas do vulcão.

Segundo Sêneca (filósofo do Império Romano), quando o Vesúvio devastou Pompeia no ano 79, a cidade estava se recuperando da devastação causada por um terremoto do ano de 62.

Plínio, que viu a erupção do vulcão a partir da cidade vizinha Miseno, descreveu a coluna de fumaça como “semelhante a um pinheiro Mediterrâneo. Como se fosse uma árvore excepcionalmente alta, a coluna de fumaça ergueu-se e expandiu-se em diferentes ramos. Às vezes branco, às vezes manchado por areia e cinzas”.

Este vídeo, produzido pela Zero One para o Museu de Melbourne, mostra a evolução da erupção, hora a hora, vista a partir da própria Pompeia.


VEJA O VÍDEO:




Quinta, 16/06/2016Daniel R. Esparza / Aleteia
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...