Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/12/2017

“Queridos filhos, Me dirijo a vocês como sua Mãe, a Mãe dos justos, a Mãe daqueles que amam e sofrem, a Mãe dos santos.

Filhos Meus, também vocês podem ser santos: depende de vocês. Santos são aqueles que amam imensamente o Pai Celestial, aqueles que O amam acima de tudo.

Por isso, filhos Meus, procurem ser sempre melhores. Se procuraram ser bons, podem ser santos, também se não pensam isto de vocês. Se vocês pensam ser bons, não são humildes e a soberba os distancia da santidade.

Neste mundo inquieto, cheio de ameaças, as suas mãos, apóstolos do Meu amor, devem estar estendidas em oração e em misericórdia. Para mim, filhos Meus, presenteiem o Rosário, as rosas que tanto amo!

As Minhas rosas são as suas orações feitas com o coração e não somente recitadas com os lábios. As minhas rosas são as suas obras de oração, de fé e de amor.

Quando era pequeno, Meu Filho me dizia que os Meus filhos seriam numerosos e que me trariam muitas rosas.

Eu não compreendia, agora sei que vocês são aqueles filhos, que trazem rosas quando amam o Meu Filho acima de tudo, quando rezam com o coração, que ajudam os mais pobres. Estas são as Minhas rosas!

Esta é a fé, que faz que tudo na vida se faça por amor; que não conhece a soberba; que perdoa sempre prontamente, sem nunca julgar e procurando sempre compreender o próprio irmão.

Por isso, apóstolos do Meu amor, rezem por aqueles que não sabem amar, por aqueles que não os amam, por aqueles que os fizeram mal, por aqueles que não conheceram o Amor de Meu Filho. Filhos Meus, os peço isto para que lembrem que rezar significa amar e perdoar. Obrigada !”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

A Santa Sé condena o massacre na boate gay de Orlando e se solidariza com as vítimas

50 mortos e mais de 50 feridos em "manifestação de loucura homicida e ódio insensato".


50 mortos e mais de 50 feridos foram o resultado de um ataque perpetrado neste domingo em Orlando, nos Estados Unidos, contra frequentadores de um clube noturno gay. O assassino foi um cidadão norte-americano de origem afegã, residente na Flórida e identificado como Omar Mri Saddiqi Mateen. Os disparos começaram depois que um policial o surpreendeu no local com duas armas de fogo. O agressor se atrincheirou no recinto fazendo vários reféns. Horas depois do massacre, quando o próprio atirador já tinha sido morto pela polícia, vieram à tona diversas informações sobre seus desequilíbrios mentais, sua agressividade, seu ódio exacerbado pelos homossexuais e seu possível vínculo com o grupo terrorista Estado Islâmico – o qual se declarou idealizador da chacina.

A Santa Sé emitiu um comunicado declarando que “o terrível massacre ocorrido em Orlando, com número altíssimo de vítimas inocentes, suscitou no Papa Francisco e em todos nós os sentimentos mais profundos de execração e de condenação, de dor e de sofrimento diante desta nova manifestação de loucura homicida e ódio insensato”.

“O Papa Francisco se une em oração e compaixão ao sofrimento indescritível das famílias das vítimas e dos feridos e os confia ao Senhor, para que possam encontrar consolação”, prossegue o comunicado.

A mensagem pede ainda que “se identifiquem e combatam eficazmente, o antes possível, as causas desta violência horrível e absurda, que perturba tão profundamente o desejo de paz do povo norte-americano e de toda a humanidade”.


Segunda, 13/06/2016 - Alvaro Real / Aleteia
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...