Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/09/2017

Queridos filhos !

Quem melhor do que EU poderia falar para vocês do Amor e da existência do MEU FILHO ?

Vivi com ELE, EU sofri com ele, vivendo a vida terrena, EU provei da dor porque era MÃE.

MEU FILHO amou com pensamentos e obras o PAI CELESTIAL, o DEUS VERDADEIRO, e como ME dizia veio para redimi-los. EU escondi a minha dor com o amor. Vocês, filhos MEUS, tem numerosas perguntas, não compreendem a dor, não compreendem que através do Amor de Deus devem aceitar a dor e suportá-la. Todas as pessoas provam-na em maior ou menor medida, mas com a paz na alma e em estado de graça a esperança existe.

Este é o MEU FILHO, DEUS, nascido de DEUS. As SUAS PALAVRAS são sementes de Vida Eterna e semeadas nas boas almas produzem muitos frutos.

MEU FILHO suportou a dor porque tomou para si os pecados de vocês.

Por isso vocês, filhos MEUS, Apóstolos do MEU Amor, vocês que sofrem, saibam que as suas dores se tornarão luz e glória.

Filhos MEUS, enquanto vocês suportam a dor o CÉU entra em vocês, e em todos em torno de vocês é dado um pouco de Céu e muita esperança !

Obrigada !

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Quem não arrisca não petisca, meu bem

Você tem o mapa com todas as rotas traçadas, você tem metas claras em mente e você tem a coragem para seguir viagem. O que poderia dar errado a não ser tudo?


Você tem o mapa com todas as rotas traçadas, você tem metas claras em mente e você tem a coragem para seguir viagem. Essa parece ser a receita certa que todas as pessoas de sucesso gostam de dar. O que poderia dar errado a não ser tudo?

De nada serve seu mapeamento, se a vida resolver brincar com você como os gatos brincam com os ratos. Sua coragem não é muito útil enquanto estiver nas garras do bichano. Não faço a menor ideia do que se passa na cabeça de um camundongo em um momento desses, mas gosto de imaginar que é algo como: “são longuinho, são longuinho, se me livrar dessa, não pego o queijo da cozinha dessa casa nunca mais”. São longuinho que nada tem a ver com isso, não atende à prece e game over.

Apostamos tudo no alto risco, mesmo não havendo garantias de que o plano irá dar certo. É evidente que todas as pessoas que chegaram ao topo da montanha apostaram alto, mas é verdade também que nessa roleta russa muitas apostas são perdidas. Faz sentido quando dizem que o sucesso de alguma tarefa só foi alcançada, porque a anterior fracassou.

Não temos alternativas a não ser continuar tentando, tentando e tentando. De punhos cerrados, suor no rosto, algumas lesões e cansaço. Continuamos escalando, farejando a terra prometida. Buscando um lugar ao sol.

No fim das contas a sua capacidade de suportar vale muito mais que seu mapa gasto e sujo de terra. A verdade é que você já nem sabe mais para onde vai. Você tem que superar a sede, a fome, a dor, por algo que tem 99% de chance de dar errado. Ainda assim, continuamos, porque aquele 1%…oh, céus, aquele 1% não é extraordinário?! É sua única chance de fazer essa loucura toda fazer sentido.

A possibilidade de mudar o status quo existencial já é suficiente para mobilizar todos os alquimistas. Todos querem o elixir da longa vida, mas quantos trabalham duro por ele? A grande sacanagem (ou a grande sacada?) é essa: não temos garantias de nada no mundo dos vivos. Este grande-pequeno detalhe divide a humanidade em duas classes de pessoas. As que escalam as montanhas e as que testemunham a grande jornada.

De qual lado você está?


Quarta, 24/02/2016 - Aleteia, Obvious / Postado por: Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...