Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/09/2017

Queridos filhos !

Quem melhor do que EU poderia falar para vocês do Amor e da existência do MEU FILHO ?

Vivi com ELE, EU sofri com ele, vivendo a vida terrena, EU provei da dor porque era MÃE.

MEU FILHO amou com pensamentos e obras o PAI CELESTIAL, o DEUS VERDADEIRO, e como ME dizia veio para redimi-los. EU escondi a minha dor com o amor. Vocês, filhos MEUS, tem numerosas perguntas, não compreendem a dor, não compreendem que através do Amor de Deus devem aceitar a dor e suportá-la. Todas as pessoas provam-na em maior ou menor medida, mas com a paz na alma e em estado de graça a esperança existe.

Este é o MEU FILHO, DEUS, nascido de DEUS. As SUAS PALAVRAS são sementes de Vida Eterna e semeadas nas boas almas produzem muitos frutos.

MEU FILHO suportou a dor porque tomou para si os pecados de vocês.

Por isso vocês, filhos MEUS, Apóstolos do MEU Amor, vocês que sofrem, saibam que as suas dores se tornarão luz e glória.

Filhos MEUS, enquanto vocês suportam a dor o CÉU entra em vocês, e em todos em torno de vocês é dado um pouco de Céu e muita esperança !

Obrigada !

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

No Brasil, diretora da OMS diz que luta contra zika será ‘longa travessia’

A diretora-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Margaret Chan, disse nesta terça-feira, em visita ao Brasil, que a luta contra o vírus da zika que desatou um alerta global será extensa e que novos casos são esperados.

“O vírus da zika é muito complicado, muito resistente, muito difícil, assim como o mosquito Aedes aegypti. Aprendemos com a dengue e os surtos de chikungunya no passado e devemos esperar que surjam mais casos, devemos esperar que seja uma longa travessia”, disse em Brasília após reunião com a presidente Dilma Rousseff e vários ministros.

Chan chamou o mosquito que transmite o vírus de “um inimigo formidável” e disse que nunca viu um governo e uma sociedade dar uma resposta tão rápida e de semelhante escala como a do Brasil.

O país tornou-se o centro global de uma epidemia que os especialistas relacionam ao aumento dos casos de microcefalia em bebês cujas mães teriam contraído zika durante a gravidez.

A menos de seis meses dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, o governo aposta no clima relativamente mais frio em agosto e a pulverização maciça para afastar os receios levantados pela epidemia.

“O governo está trabalhando em conjunto com o movimento olímpico internacional, com o comitê organizador local e é apoiado pela OMS e a Organização Pan-Americana da Saúde para garantir que temos um plano muito bom para conter o mosquito vetor”, disse Chan depois uma reunião com a presidente Dilma Rousseff, em Brasília.

Nós “devemos garantir que as pessoas que venham para os Jogos, como turista, participante ou atleta tenham a máxima proteção que precisam. Estou confiante de que o governo vai conseguir fazer isso”, acrescentou.

O surto desta virose pouco conhecida e sua relação potencial com uma doença que tem consequências irreversíveis no cérebro tem mobilizado a comunidade científica internacional, mas uma vacina não estaria pronto em menos de três anos.

O Brasil confirmou 583 casos de bebês com microcefalia desde outubro, contra uma média anual de 150, e investiga outros 4.107 bebês com um crânio menor que o normal, segundo dados do ministério da Saúde divulgados nesta terça.


Cerca de 97% dos casos se concentram na região Nordeste. Neste mês, mais de 220.000 militares foram às ruas informar a população sobre como combater os mosquitos e a aplicar larvicidas.


Quinta, 25/02/2016 - Aleteia, Agências de Notícias / Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...