Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/08/2018

“Queridos filhos,

Com amor materno os convido a abrirem os seus corações à paz, a abrirem os seus corações ao MEU FILHO, a cantar em seus corações o amor ao MEU FILHO, porque somente através deste amor chega a paz da alma.

Filhos MEUS, EU sei que vocês tem a bondade, sei que vocês tem o amor, o amor misericordioso. Mas, muitos dos MEUS filhos ainda tem os corações fechados, pensam que podem agir sem colocar os seus pensamentos ao PAI CELESTIAL que ilumina, diante do MEU FILHO que está sempre e novamente com vocês na EUCARISTIA e que deseja ouvi-los.

Filhos Meus, porque não falam para eles ? A vida de cada um de vocês é importante e preciosa porque é um dom do PAI CELESTIAL para a ETERNIDADE, por isso nunca se esqueçam de agradecê-LO e falar com ELE.

Eu sei, filhos MEUS, que para vocês é desconhecido aquilo que virá depois, porém quando chegar o “depois” de vocês, terão todas as respostas. O MEU amor materno deseja que vocês estejam prontos.

Filhos MEUS, com a vida de vocês coloquem sentimentos bons nos corações das pessoas que vocês encontrarem, sentimentos de paz, de bondade, de amor e de perdão. Através da oração escutem o que lhes diz o MEU FILHO e assim o façam.

Novamente os convido a rezarem pelos seus sacerdotes, por aqueles a quem o MEU FILHO chamou; lembrem-se que eles tem necessidade de orações e de amor.

Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Carta de Natal a um amigo

Eu gostaria de compartilhar com você o que vou fazer neste Natal.


Querido amigo:

Durante o advento, os sons do Natal costumam penetrar minha alma, como uma brisa fresca e alegre, lembrando-me do Menino que vai nascer.

Estes sons me recordam a infância, quando tudo era puro e bom. E eu conversava com Jesus, com a mesma confiança com que falo com você agora.

Jesus sempre foi meu melhor amigo.

Agora que sou adulto, continuo me encontrando com Jesus e costumamos ter longas conversas. Em geral, Ele me escuta atento, com um sorriso nos lábios, com um olhar de ternura e compreensão.

O que Ele me diz? Quase sempre a mesma coisa: “Não tema. Eu estou com você”.

Eu gostaria de compartilhar com você o que eu vivo e que tanto me faz pensar no que farei neste Natal:

Vida interior.
Amar o desamparado.
Dirigir um olhar agradecido a Deus.

Quero viver o Natal como aqueles pastores, homens corajosos, acostumados com o trabalho, que, de repente, se admiram ao ver o recém-nascido e o adoram. E correm para transmitir a boa notícia: nasceu um menino que é filho de Deus.

Com uma família, exposta aos problemas cotidianos, posso lhe dizer que vale a pena viver submerso no mar de Deus.

É maravilhoso experimentar sua graça e proteção.

Não li isso em nenhum livro. Vivo e experimento isso a cada dia.

Ouvir falar de Deus não é a mesma coisa que viver em Deus.

Mesmo passando por dificuldades, pude comprovar que as palavras do Evangelho se cumprem: “Se vocês permanecem em mim e minhas palavras permanecem em vocês, peçam o que quiserem e obterão” (João 15, 7).

Devo confessar que sou daqueles que lhe pedem muito, mas também dos que agradecem muito.

Estou agradecido porque Deus me permitiu passar por esta primavera espiritual, ensinando-me o que é o abandono, a confiança e o seu amor.

Tenho uma vida de necessidades e um Pai que provê em abundância. O que mais posso pedir?

Aprendi que tudo se baseia na confiança. Se confio muito, recebo muito. Se confio pouco, recebo pouco.

E assim me sinto feliz. Por saber que sou amado desde a eternidade. Por saber que Deus existe. Que é meu Pai. Nosso Pai. E, por isso, você é meu irmão.


Domingo, 20/12/2015 - Aleteia / Postado por: Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...