Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/09/2017

Queridos filhos !

Quem melhor do que EU poderia falar para vocês do Amor e da existência do MEU FILHO ?

Vivi com ELE, EU sofri com ele, vivendo a vida terrena, EU provei da dor porque era MÃE.

MEU FILHO amou com pensamentos e obras o PAI CELESTIAL, o DEUS VERDADEIRO, e como ME dizia veio para redimi-los. EU escondi a minha dor com o amor. Vocês, filhos MEUS, tem numerosas perguntas, não compreendem a dor, não compreendem que através do Amor de Deus devem aceitar a dor e suportá-la. Todas as pessoas provam-na em maior ou menor medida, mas com a paz na alma e em estado de graça a esperança existe.

Este é o MEU FILHO, DEUS, nascido de DEUS. As SUAS PALAVRAS são sementes de Vida Eterna e semeadas nas boas almas produzem muitos frutos.

MEU FILHO suportou a dor porque tomou para si os pecados de vocês.

Por isso vocês, filhos MEUS, Apóstolos do MEU Amor, vocês que sofrem, saibam que as suas dores se tornarão luz e glória.

Filhos MEUS, enquanto vocês suportam a dor o CÉU entra em vocês, e em todos em torno de vocês é dado um pouco de Céu e muita esperança !

Obrigada !

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Você ainda pode tirar almas do purgatório esta semana

O início do mês de novembro é uma grande oportunidade para resgatar entes queridos do purgatório: saiba como fazer isso.


Na maioria dos funerais, as pessoas dizem com certa segurança: “Ele está em um lugar melhor agora”, “ela está no céu”, como se a chegada imediata do seu ente querido ao céu fosse uma conclusão inevitável.

Em nossa dor, queremos acreditar que nossos entes queridos foram para o céu, mas a verdade é que não sabemos exatamente aonde eles se dirigem.

A Bíblia evidencia que não pode haver imperfeições no céu (cf. Hab , 13). E o Catecismo recorda que muitos não merecem o inferno, mas precisam de purificação (purgatório) antes de poder entrar no céu.

“Os que morrem na graça e na amizade de Deus, mas não de todo purificados, embora seguros da sua salvação eterna, sofrem depois da morte uma purificação, a fim de obterem a santidade necessária para entrar na alegria do céu.” (CIC 1030)

Recordar que um ente querido pode estar no purgatório é uma grande motivação para orar por ele. 

Mas há outra razão. Existem três estados na Igreja: os que estão na terra (Igreja militante), os que morreram e estão sendo purificados (Igreja purgante) e os que estão na glória de Deus (Igreja triunfante), segundo explica o número 954 do Catecismo.

Pela caridade, somos chamados a confiar as almas dos defuntos à misericórdia de Deus e a orar por eles. Podemos também oferecer missas por eles, dar esmolas e oferecer atos de piedade em benefício espiritual dos outros.

Durante o mês de novembro, há oportunidades especiais para ganhar indulgências que só se aplicam aos defuntos:

1. Visitar um cemitério: obter indulgência parcial ao orar em um cemitério durante o mês de novembro, ou indulgência plenária ao visitar um cemitério cada dia entre os dias 1º e 8 de novembro.

2. Visitar uma igreja ou oratório público no dia de finados: obter indulgências plenária depois de recitar o Pai-Nosso e o Credo no Dia de Finados (recordando que, para receber uma indulgências plenária, é preciso estar em graça de Deus, querer evitar todo pecado venial e mortal, confessar-se, comungar e orar pelas intenções do Papa – estas três últimas condições podem ser realizadas alguns dias antes ou depois de fazer a obra). Neste caso, é possível obter uma indulgência plenária por dia.

Não fez isso este ano? Guarde esta informação e comece a realizar esta grande obra de caridade todos os anos!

3. Rezar pelo descanso eterno: obter uma indulgência parcial quando se recita “Dai-lhes Senhor o descanso eterno. E que a luz perpétua os ilumine. Descansem em paz. Amém.”

Adotar estes hábitos, especialmente no mês de novembro, é uma das maiores obras de caridade que podemos fazer, com frutos de salvação eterna! Os que estão no purgatório já não podem fazer anda por si mesmos, não podem ganhar méritos; eles dependem de nós, os vivos, para aliviar sua purificação.

Nunca se esqueça disso!


Sexta, 06/11/2015 - Aleteia, pildorasdefe.net / Postado por: Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...