Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/08/2018

“Queridos filhos,

Com amor materno os convido a abrirem os seus corações à paz, a abrirem os seus corações ao MEU FILHO, a cantar em seus corações o amor ao MEU FILHO, porque somente através deste amor chega a paz da alma.

Filhos MEUS, EU sei que vocês tem a bondade, sei que vocês tem o amor, o amor misericordioso. Mas, muitos dos MEUS filhos ainda tem os corações fechados, pensam que podem agir sem colocar os seus pensamentos ao PAI CELESTIAL que ilumina, diante do MEU FILHO que está sempre e novamente com vocês na EUCARISTIA e que deseja ouvi-los.

Filhos Meus, porque não falam para eles ? A vida de cada um de vocês é importante e preciosa porque é um dom do PAI CELESTIAL para a ETERNIDADE, por isso nunca se esqueçam de agradecê-LO e falar com ELE.

Eu sei, filhos MEUS, que para vocês é desconhecido aquilo que virá depois, porém quando chegar o “depois” de vocês, terão todas as respostas. O MEU amor materno deseja que vocês estejam prontos.

Filhos MEUS, com a vida de vocês coloquem sentimentos bons nos corações das pessoas que vocês encontrarem, sentimentos de paz, de bondade, de amor e de perdão. Através da oração escutem o que lhes diz o MEU FILHO e assim o façam.

Novamente os convido a rezarem pelos seus sacerdotes, por aqueles a quem o MEU FILHO chamou; lembrem-se que eles tem necessidade de orações e de amor.

Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Qual é o verdadeiro pecado contra o Espírito Santo?

O famoso pecado que Jesus disse que não pode ser perdoado nem nesta vida nem na outra.


“Com espírito contrito, submetam (os fiéis) seus pecados à Igreja no sacramento da Penitência” (Vaticano II, Presbyterorum Ordinis, 5).

Em primeiro lugar, dois esclarecimentos:

1. Não é o padre que perdoa os pecados, e sim Deus, mediante a absolvição do ministro ordenado: bispo ou presbítero.

2. Todos os pecados têm o perdão de Deus, menos um: o pecado contra o Espírito Santo. “Por isso, eu vos digo: todo pecado e toda blasfêmia serão perdoados aos homens, mas a blasfêmia contra o Espírito não lhes será perdoada” (Mateus 12, 31). O único pecado que Deus não perdoa é a blasfêmia contra o Espírito santo.

Em que consiste este pecado?

A blasfêmia não acontece somente com palavras, mas também (e sobretudo) com atos. Quem blasfema? Quem não se sente necessitado de Deus, quem não se sente pecador ou se considera sem pecado; é um fechar-se ao convite de Deus à conversão, endurecer o coração a tal ponto, que a pessoa não tem interesse algum por Deus.

É pecado endurecer o coração e dizer a Deus, por exemplo: “Você não me interessa; estou bem sem você; não preciso de você”.

É pecado considerar que Deus não pode perdoar, ou negar o perdão de Deus na confissão. Ou seja, é o pecado pelo qual o homem se nega livre e conscientemente ao perdão e à misericórdia de Deus.

Diante desta circunstância, o que Deus pode fazer? Nada. Só pode deixar que a pessoa morra em seu pecado.

Onde Deus não pode agir, Deus não tem nada a fazer, não tem nada a perdoar, e então não perdoa nada. Porque a pessoa não quer. E Deus respeita isso.

A Bíblia nos dá mais luz sobre o tema: “Quem oculta seus pecados não prosperará, mas quem os confessa e se afasta deles alcançará misericórdia” (Provérbios 28, 13).


Quinta, 12/11/2015 - Aleteia, Pe. Henry Vargas Holguín / Postado por: Paulo Alves                                                                                                                                                                                   
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...