Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/02/2018

Queridos filhos !

Vocês a quem o MEU FILHO ama, vocês a quem EU amo imensamente com o MEU AMOR MATERNO, não permitam que o egoísmo e o amar muito a si mesmo reinem no mundo. Não permitam que o amor e a bondade fiquem escondidos. Vocês que são amados, vocês que conheceram o AMOR do MEU FILHO, lembrem-se que ser amado significa amar. Filhos MEUS, tenham fé: quando vocês tem fé, vocês são felizes e difundem a paz. As suas almas exultam de alegria. Nestas almas está o MEU FILHO: quando se doam pela fé, quando se doam pelo amor, quando fazem o bem ao próximo, o MEU FILHO sorri em suas almas. Apóstolos do MEU AMOR, ME dirijo a vocês como MÃE, os reúno em torno de MIM porque desejo conduzí-los no caminho do AMOR e da FÉ, no caminho que leva até a LUZ DO MUNDO. EU estou aqui pelo AMOR e pela FÈ; porque desejo abençoá-los, porque EU desejo, com a MINHA BENÇÂO MATERNA, dar a vocês força e esperança no seu caminho. Porque a estrada que conduz ao MEU FILHO não é fácil, é cheia de renúncias, de dar-se, do sacrifício, do perdão e muito, muito amor mas este caminho conduz à paz e à alegria. Filhos MEUS, não acreditem nas vozes falsas que falam de coisas falsas e de luzes falsas: vocês, filhos MEUS, voltem para a SAGRADA ESCRITURA. Com imenso amor EU os vejo e, PELA GRAÇA DE DEUS, EU ME MANIFESTO A VOCÊS. Filhos Meus, caminham COMIGO. Que as almas de vocês exultem de alegria.

Obrigada.

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Papa almoça com 60 pobres em Florença

O Papa Francisco partilhou ontem o almoço com 60 pobres da cidade de Florença, os quais são atendidos todos os dias pela Cáritas de “São Francisco Pobre”. Foi servido em prato de plástico e bebeu água da torneira, segundo informou a revista italiana ‘Famiglia Cristiana’.

O Santo Padre foi recebido com aplausos e demonstração de carinho pelos presentes. Entre os convidados estavam pessoas de diferentes partes do mundo: 30 da Itália e o os demais eram convidados de países como Sri Lanka, Filipinas, România, Ucrânia e Peru.

Um dos encarregados de “São Francisco Pobre” deu ao Papa com um cartão para poder entrar no recinto e lhe explicou que “todos os dias, os que comem grátis recebem um pequeno cartão. 

Entregamos uma para nosso Cardeal e uma para você. Desse modo, estarão registrados e poderão entrar”.


Entre os convidados não havia apenas católicos, mas muçulmanos e pessoas pertencentes a outras confissões religiosas. Francisco saudou cada um dos convidados, assinou no livro de visitas e abençoou a fotografia de um jovem doente.

Entre os presentes que recebeu, um homem natural do Peru lhe presenteou com um tradicional chullo (gorro típico dos habitantes dos Andes) e lhe disse: “Isto vem do coração de todos os peruanos”. O Santo Padre agradeceu o gesto com um sorriso.

Antes de começar o almoço, o Pontífice abençoou os alimentos e em seguida partilhou com eles um prato típico toscano (região italiana na qual está localizada a cidade de Florença) conhecido como “ribollita” (“sopa”) feito com pão duro, verduras e legumes, comida típica do inverno.

Acompanhou o cardápio com um ensopado de carne e verduras, um pouco de vinho tinto da Diocese e vinho branco, elaborado pelos prisioneiros da ilha da Gorgona, na cidade de Livorno, também em Toscana. A sobremesa foi uma salada de frutas e dois doces tradicionais: “Schiacciata Fiorentina” (um bolo) e “Cantuccini di Prato” (biscoito feito com amêndoas).

Embora o almoço tivesse um convidado excepcional, o Papa Francisco, tudo foi como nos outros dias. “Será um almoço como de costume”, anunciou anteriormente o diretor da Cáritas, Alessandro Martini.


A cada dia, a Cáritas faz dois ou três turnos de comidas para os pobres, mas ontem fez apenas dois: às 11h e às 12h30. Neste último, participou o Papa com o Arcebispo de Florença, Cardeal Giuseppe Betori.


VEJA O VÍDEO:




Quarta, 11/11/2015 - ACI digital, Alvaro de Juana / Postado por: Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...