Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/11/2017

“Queridos filhos, olhando vocês em torno de Mim, em torno da sua Mãe, Eu estou vendo muitas almas puras, vejo muitos dos Meus filhos que estão procurando amor e consolação, mas ninguém está oferecendo isso a eles.

Também vejo aqueles que fazem o mal, porque não têm bons exemplos, não conheceram Meu Filho, aquele bem que é silencioso, que se difunde através das almas puras, que é a força que reforça o mundo.

Existem muitos pecados, mas também muito amor. o Meu Filho Me envia, como Mãe, a mesma igual para todos, para que Eu vos ensine o Amor, para que vocês compreendam que são irmãos.

Ele deseja vos ajudar. Apóstolos do Meu Amor, é suficiente o desejo vivo da fé e do Amor, o Meu Filho o aceitará.

Mas vocês têm que ser dignos, ter boa vontade e um coração aberto. O Meu Filho entra nos corações abertos. Eu, como Mãe, desejo que vocês conheçam o melhor possível o Meu Filho, Deus, nascido de Deus, para que vocês conheçam a grandeza do Seu Amor, o qual vocês tanto precisam.

Ele aceitou os seus pecados, conseguiu a Redenção para vocês, mas em troca procura que vocês amem-se uns aos outros. O Meu Filho é Amor. Ele ama todo ser humano, sem diferença, todas as pessoas de todos os povos e nações.

Se vocês, Meus Filhos, vivessem o Amor do Meu Filho, o Seu Reinado já estaria na Terra. Por isso, Apóstolos do Meu Amor, rezem, rezem para que o Meu Filho e Seu Amor estejam mais próximos de vocês, para que vocês sejam exemplos de Amor e possam ajudar àqueles que ainda não conhecem o Meu Filho.

Nunca esqueçam que o Meu Filho, Uno e Trino, Ama. Amem e rezem pelos seus sacerdotes. Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

10 coisas que não se deve fazer para esquecer alguém

Você sonhava com o namoro ideal, até com um namoro santo, mas não deu certo... E agora?


Após ter tido o privilégio de conhecer muitas pessoas através do contato no site, notei que grande parte (homens e mulheres), estão em estado depressivo devido ao término conturbado de um relacionamento amoroso, independente do motivo que levou ao fim dele.

O fim de um relacionamento em si traz muito sofrimento para ambas as partes, principalmente para quem amou demais o seu parceiro. Talvez você discorde, porque em algumas situações é praticamente impossível acreditar que o outro sofreu de alguma forma, mas o término sempre deixa uma lacuna aberta. A rotina com aquela pessoa, quando é quebrada de vez e nunca mais volta, deixa um vazio, pois nos acostumamos com o jeito daquela pessoa, com a maneira de falar, agir e viver. Porém, nada como o tempo para curar essa sensação de vazio. E nada como um outro romance para você deixar de pensar naquele que não deu certo.

Além da dor do fim, existem alguns fatores que te ajudam a sofrer ainda mais pelo relacionamento que não deu certo. Sentimento de culpa (eu fiz algo de errado, não fui boa o bastante, eu não enxerguei que ele (a) não valia a pena), de vergonha (o que vou dizer para as pessoas? Sempre fui segura de mim e não deu certo), medo (nunca mais vou encontrar alguém que me faça sentir o que ele (a) me fez sentir), e entre muitos outros sentimentos são muito prejudiciais, mas infelizmente na maioria dos casos é muito difícil esquivar-se deles.

Quando nos dedicamos a alguém, mudamos nossa vida, nossos desejos, nossos objetivos, somos fiéis e leais à outra pessoa, mas os sentimentos dela não são recíprocos, isso nos provoca um sentimento negativo, onde nos sentimos inúteis, usados, a autoestima vai lá para o chão, a segurança se esconde, e a tristeza por não termos sido reconhecido pelos nossos atos toma conta da gente. Então nos perguntamos o tempo todo: onde eu errei? Por que estou passando por isso? Será que o amor verdadeiro não existe mais, ou eu que não soube viver um relacionamento? Não fui capaz de fazer o outro feliz?

O grande problema está aí. Independentemente de quem terminou o relacionamento. Nos culpamos o tempo todo e todo o tempo. Como se a culpa de todo o fim fosse nossa. Até quando terminamos com alguém, ficamos mal, porque pensamos: poxa vida, passei tanto tempo sendo cauteloso para me relacionar com alguém certo, e fui escolher justo ele (a). Ninguém deseja estar com alguém, se apaixonar e viver momentos felizes e de repente descobrir que aquilo tudo foi ilusão. Temos que aprender a tirar coisas boas do fim de um relacionamento. Podemos aprender muito até mesmo com essas experiências, para que no próximo relacionamento os erros não se repitam. Podemos descobrir atitudes nossas que desagradam os outros, assim como atitudes que não toleramos nos outros.

Portanto, se o relacionamento acabou, o que nos resta é aceitarmos e lutar para superar e esquecer o ex parceiro (a). E o primeiro passo é QUERER esquecer o parceiro. Mas existem indivíduos que fazem coisas que em vez de ajudar, só prejudica ainda mais. Você entrou em Depressão devido ao término? Tudo bem, emoções fortes podem sim causar grandes transformações em nosso estado mental, porém se você não quiser passar o resto da sua vida sofrendo por uma relação que não deu certo, perdendo a chance de conhecer outra pessoa, você precisa deixar alguns hábitos para trás. Em suma, existem 10 comportamentos que devem ser evitados:

1. Ficar remexendo as redes sociais do parceiro (a), para manter-se informado de tudo que ele (a) está fazendo;

2. Guardar as fotos do relacionamento e ficar revendo-as;

3. Ficar se lamentando o tempo todo pelo fim;

4. Achar que não vai ser mais feliz com ninguém;

5. Ficar arranjando motivos para falar com ele(a);

6. Investigar a vida dele (a) para saber se ele (a) já tem outra pessoa;

7. Escutar as músicas do relacionamento que te fazem lembrar dele (a);

8. Se trancar no quarto e não ter mais vida social;

9. Ficar torcendo para que o outro não seja feliz também (por mais que o parceiro (a) mereça se dar mal de algum jeito, ficar torcendo para que isso ocorra com ele (a), é manter seus pensamentos nele (a), coisa que você deve banir da sua mente);

10. Desistir do amor, achando que todo homem ou toda mulher é igual;

Enfim, se você parar a sua vida por conta do término de um relacionamento, mais difícil será para você superá-lo, pois irá sobrar tempo para você pensar, se lamentar, sofrer e chorar por algo que definitivamente não te fez bem. Se algo provoca o seu sofrimento, então você precisa aprender a afastá-lo de ti. Sei que é complicado, que muitas vezes existe uma esperançazinha lá no fundo do coração, que faz você pensar que pode ser que um dia a pessoa mude, que te reconheça e venha te pedir perdão, ou qualquer outra coisa que reverta a situação. É extremamente importante cultivar o amor próprio, cuidar de você, fazer coisas que você gosta, e preencher a sua vida com coisas edificantes. Existem casos de casais que terminam e depois voltam, contudo você jamais deve alimentar essas esperanças e ficar vivendo em função de algo que talvez nem aconteça. Pode ter muita gente ao seu redor querendo apenas uma chance de estar contigo para valer.

Todos devem aprender a entrar num relacionamento de cabeça fria e racional. A paixão cega as pessoas e você deixa de dar importância a pequenos aspectos que, muitas vezes, deixam claro que a pessoa não é a certa para você. Fique ciente de que ninguém é incapaz de magoá-lo ou decepcioná-lo. Às vezes achamos que aquela pessoa nunca irá fazer algo ruim para a gente e, quando isso acontece, a decepção é maior. Nada de idealizar relacionamentos. A ilusão é um dos fatores que mais promovem o fracasso dos relacionamentos. Vemos aquele ser como perfeito, incrível e quando de fato passamos a conviver, tudo muda, a paixão some e o relacionamento enfraquece até chegar ao fim.
Na maioria dos casos, os casais começam um namoro sério sem uma base sólida. Sem um propósito real. Muitos pulam o namoro (que deve ser o meio pelo qual você avalia se o parceiro é alguém que você possivelmente quer para a sua vida) e já vai morar junto ou se casam muito rapidamente. É preciso muita paciência, força de vontade e pensamentos racionais para lidar com um relacionamento amoroso. Essa história de ouvir o coração, comigo não cola.


Seja lá qual o motivo pelo qual você ou o seu parceiro (a) terminou o relacionamento, você precisa superar isso para não se machucar mais. Nada é imutável. Passamos por constantes mudanças na vida e algumas delas não estão nos nossos planos, mas reconheça que é necessário e extremamente fundamental agir para lutar contra os sentimentos ruins que essas mudanças às vezes nos trazem. Bora sair dessa? Dar um ponto final nesse sofrimento? Sei que é um processo demorado e difícil, mas você vai conseguir.

Espero que tenham gostado. Me contem suas histórias. Algum de vocês já passou ou está passando por algo parecido? O que está fazendo para superar esse obstáculo? Um grande abraço e fiquem com Deus.


Terça, 27/10/2015 - Aleteia, Psiconlinews / Postado por: Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...