Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/08/2018

“Queridos filhos,

Com amor materno os convido a abrirem os seus corações à paz, a abrirem os seus corações ao MEU FILHO, a cantar em seus corações o amor ao MEU FILHO, porque somente através deste amor chega a paz da alma.

Filhos MEUS, EU sei que vocês tem a bondade, sei que vocês tem o amor, o amor misericordioso. Mas, muitos dos MEUS filhos ainda tem os corações fechados, pensam que podem agir sem colocar os seus pensamentos ao PAI CELESTIAL que ilumina, diante do MEU FILHO que está sempre e novamente com vocês na EUCARISTIA e que deseja ouvi-los.

Filhos Meus, porque não falam para eles ? A vida de cada um de vocês é importante e preciosa porque é um dom do PAI CELESTIAL para a ETERNIDADE, por isso nunca se esqueçam de agradecê-LO e falar com ELE.

Eu sei, filhos MEUS, que para vocês é desconhecido aquilo que virá depois, porém quando chegar o “depois” de vocês, terão todas as respostas. O MEU amor materno deseja que vocês estejam prontos.

Filhos MEUS, com a vida de vocês coloquem sentimentos bons nos corações das pessoas que vocês encontrarem, sentimentos de paz, de bondade, de amor e de perdão. Através da oração escutem o que lhes diz o MEU FILHO e assim o façam.

Novamente os convido a rezarem pelos seus sacerdotes, por aqueles a quem o MEU FILHO chamou; lembrem-se que eles tem necessidade de orações e de amor.

Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Possível milagre em Santos (SP) levaria à canonização da Madre Teresa de Calcutá

Está em andamento o processo de canonização de Madre Teresa de Calcutá e o milagre que pode elevá-la aos altares como santa poderia vir do Brasil, especificamente da cidade de Santos (SP). O caso da cura ainda inexplicável de um homem por intercessão da Beata está em análise no Vaticano, onde passa por um conselho médico da Congregação para a Causa dos Santos. Segundo fontes da diocese brasileira o Papa Francisco expressou o desejo de canonizar a Madre Teresa durante o Jubileu da Misericórdia, por ter sido um sinal da "misericordia divina para o mundo" no seu serviço aos pobres.

O possível milagre por intercessão da Bem-aventurada teria ocorrido em meados de 2008. Um homem que estava com oito abscessos no cérebro teria que passar por uma cirurgia. Seus parentes, porém, tiveram contato com a Beata Madre Teresa, por intermédio de Padre Elmiran Ferreira. Ao jornal Presença Diocesana, da diocese de Santos o sacerdote contou que já conhecia a família e os acompanhou na época da doença, tendo visitado o rapaz no hospital.  

“Vi a dor e o sofrimento de toda a família, pois eles estavam iniciando uma vida nova (recém-casados) e a doença ia retardando muitos sonhos. Então, eu já tinha uma devoção muito grande a Madre Teresa, sempre rezo a Santa Missa na Casa das Irmãs (Missionárias da Caridade), em Santos, e a maneira como Madre Teresa enfrentava a dor, o sofrimento, e via nisso o sofrimento do próprio Cristo me inspirava a entender também o sofrimento daquela família”, relembrou Pe. Ferreira.

O sacerdote deu uma oração à Madre Teresa para que a família rezasse de maneira intensa e assim o fizeram. “A Madre Teresa tornou-se conforto e alento naquela longa jornada. Assim, quando se verificou a completa recuperação de sua saúde, e que os médicos, não sabiam explicar, eu entendi que ali estava a mão da Bem-Aventurada”, assinalou.

Padre Elmiran contou então o ocorrido às Irmãs Missionárias da Caridade na sua diocese, que levaram ao conhecimento da Superiora. Além disso, Pe. Elmiran revelou outro caminho por meio do qual a notícia da cura de N. (seu nome segue em sigilo) teria chegado ao Vaticano. 

“O médico que cuidou de N. em Santos foi o mesmo que cuidou do Papa Francisco, na Jornada Mundial da Juventude, em 2013, e também narrou o caso para ele. Sua Santidade tomou para si o desejo de estudar melhor o caso e, por isso, os responsáveis de Roma vieram a Santos”.

Entre os dias 19 e 26 de junho, aconteceu na Diocese de Santos a primeira fase do processo , no Tribunal sobre a Causa da Bem-Aventurada Teresa de Calcutá, que coletou informações sobre o possível milagre e que contou com a presença do Postulador da Causa de Canonização de Madre Teresa, Padre Brian Kolodiejchuk. Entre os demais participantes estavam o Delegado episcopal vaticano para o tribunal local, Monsenhor Robert Sarno, e o vigário judicial da Diocese e promotor de justiça do caso, Padre Caetano Rizzi..

Pe. Rizzi declarou em entrevista exclusiva que existe um desejo explícito do Papa Francisco de canonizar Madre Teresa durante o Ano da Misericórdia, pois considera a beata, apelidada de Mãe dos Pobres, um cccccc“modelo de misericórdia”.

“O Papa deseja, neste Jubileu, beatificar e canonizar homens e mulheres que sejam este sinal de misericórdia para o mundo, e Madre Teresa é um modelo, por isso tem certa pressa em dar andamento ao seu processo”, afirmou.

Em maio deste ano, o diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Padre Federico Lombardi, confirmou  a possibilidade de Madre Teresa ser canonizada durante o Ano da Misericórdia.

“Não existe uma data oficial para a canonização, mas podemos dizer que a Congregação para as Causas dos Santos está estudando esta causa”, disse.

Conforme o calendário do Jubileu, no dia 4 de setembro de 2016 será celebrado o “Jubileu dos voluntários e operadores da misericórdia”, em memória da Beata Madre Teresa, cuja festa se comemora no dia 5 de setembro.

A fase diocesana do processo foi intensa, segundo o vigário judicial. Ele contou que foram ouvidas várias testemunhas e o possível miraculado. “Mas a graça de Deus nos faz chegar a conclusão de que não temos aqui uma palavra para explicar o que aconteceu”, disse.

Nesta segunda fase do processo, que decorre no Vaticano, o caso deve passar por um conselho médico da Congregação para a causa dos Santos e também por um conselho teológico. Só depois disso, é analisado pelos Bispos e Cardeais da Congregação para, então chegar ao Papa.

Conforme explicou Pe. Rizzi, o nome do miraculado só pode ser divulgado após a aceitação e publicação do milagre.

Para ele, além de ser um exemplo para todos em relação à misericórdia, Madre Teresa de Calcutá é também um grande nome da defesa da vida.

“Eu a conheci em 1980 ou 1981, quando fui a uma palestra dela no Anhembi (São Paulo), sobre o valor da vida. Madre Teresa defendeu a vida desde a concepção até o fim natural. Para mim, ela é a ‘Santa da vida’”, expressou.


Quinta, 10/09/2015 - Fonte: ACI digital, Natalia Zimbrão / Postado por: Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...