Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/08/2018

“Queridos filhos,

Com amor materno os convido a abrirem os seus corações à paz, a abrirem os seus corações ao MEU FILHO, a cantar em seus corações o amor ao MEU FILHO, porque somente através deste amor chega a paz da alma.

Filhos MEUS, EU sei que vocês tem a bondade, sei que vocês tem o amor, o amor misericordioso. Mas, muitos dos MEUS filhos ainda tem os corações fechados, pensam que podem agir sem colocar os seus pensamentos ao PAI CELESTIAL que ilumina, diante do MEU FILHO que está sempre e novamente com vocês na EUCARISTIA e que deseja ouvi-los.

Filhos Meus, porque não falam para eles ? A vida de cada um de vocês é importante e preciosa porque é um dom do PAI CELESTIAL para a ETERNIDADE, por isso nunca se esqueçam de agradecê-LO e falar com ELE.

Eu sei, filhos MEUS, que para vocês é desconhecido aquilo que virá depois, porém quando chegar o “depois” de vocês, terão todas as respostas. O MEU amor materno deseja que vocês estejam prontos.

Filhos MEUS, com a vida de vocês coloquem sentimentos bons nos corações das pessoas que vocês encontrarem, sentimentos de paz, de bondade, de amor e de perdão. Através da oração escutem o que lhes diz o MEU FILHO e assim o façam.

Novamente os convido a rezarem pelos seus sacerdotes, por aqueles a quem o MEU FILHO chamou; lembrem-se que eles tem necessidade de orações e de amor.

Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Papa Francisco carrega a cruz de um padre iraquiano degolado

Era a cruz que o sacerdote segurava quando foi degolado por não renunciar à sua fé em Jesus Cristo.

O Papa Francisco carrega consigo um símbolo de dor, mas também de fé cheia de esperança em Deus: a cruz de um sacerdote degolado no Iraque.

O Santo Padre a carrega desde o início de setembro, segundo contou na manhã do dia 17, durante o encontro na Sala Paulo VI com as pessoas que participaram do Congresso Internacional para Jovens Consagrados, realizado em Roma de 15 a 19 de setembro.

Ao cumprimentar os religiosos do Iraque e da Síria, Francisco contou: “Há alguns dias, na Praça de São Pedro, um sacerdote iraquiano se aproximou e me deu uma cruz pequena: era a cruz que estava na mão do padre que foi degolado por não negar sua fé em Jesus Cristo. Esta cruz eu carrego comigo”.

Durante a audiência, respondendo às perguntas de três jovens, o Papa também contou que se envergonha dos seus pecados; depois sublinhou que os que são rígidos na vida pessoal não sonham. E disse também que evangelizar não é “fazer proselitismo”.

“Evangelizar não é o mesmo que fazer proselitismo. Nós não somos um clube de futebol que busca sócios; evangelizar não é só convencer, é oferecer testemunho de que Jesus Cristo está vivo, e este testemunho se faz com a carne e com a vida”, disse o Papa.


Quarta, 30/09/2015 - Fonte: Aleteia, Vatican Insider / Postado por: Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...