Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/08/2018

“Queridos filhos,

Com amor materno os convido a abrirem os seus corações à paz, a abrirem os seus corações ao MEU FILHO, a cantar em seus corações o amor ao MEU FILHO, porque somente através deste amor chega a paz da alma.

Filhos MEUS, EU sei que vocês tem a bondade, sei que vocês tem o amor, o amor misericordioso. Mas, muitos dos MEUS filhos ainda tem os corações fechados, pensam que podem agir sem colocar os seus pensamentos ao PAI CELESTIAL que ilumina, diante do MEU FILHO que está sempre e novamente com vocês na EUCARISTIA e que deseja ouvi-los.

Filhos Meus, porque não falam para eles ? A vida de cada um de vocês é importante e preciosa porque é um dom do PAI CELESTIAL para a ETERNIDADE, por isso nunca se esqueçam de agradecê-LO e falar com ELE.

Eu sei, filhos MEUS, que para vocês é desconhecido aquilo que virá depois, porém quando chegar o “depois” de vocês, terão todas as respostas. O MEU amor materno deseja que vocês estejam prontos.

Filhos MEUS, com a vida de vocês coloquem sentimentos bons nos corações das pessoas que vocês encontrarem, sentimentos de paz, de bondade, de amor e de perdão. Através da oração escutem o que lhes diz o MEU FILHO e assim o façam.

Novamente os convido a rezarem pelos seus sacerdotes, por aqueles a quem o MEU FILHO chamou; lembrem-se que eles tem necessidade de orações e de amor.

Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Sacrário roubado há 39 anos é devolvido à Arquidiocese de Olinda e Recife


Depois de 39 anos, a Arquidiocese de Olinda e Recife (PE) recuperou um sacrário em madeira recoberto por placas decoradas em prata, que havia sido roubado em 23 de janeiro de 1976, da Igreja Madre de Deus, no Recife. A peça foi entregue, na terça-feira, 11, ao presidente da Comissão Arquidiocesana de Pastoral para a Cultura, Frei Rinaldo Pereira no Museu Nacional de Belas Artes (MNBA), no Rio de Janeiro.

Considerada um patrimônio religioso, histórico e cultural, a peça foi encontrada em poder de um herdeiro de colecionador particular, que espontaneamente concordou em devolvê-la após vistoria realizada pela Superintendência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). A devolução ocorreu no dia 13 de agosto de 2014 e, desde então, o bem esteve sob os cuidados do Museu Nacional de Belas Artes.

A restituição à Arquidiocese foi feita pela diretora do museu, Mônica Xexéo, e pelo procurador do Ministério Público Federal no Estado do Rio de Janeiro, Sérgio Suiama. Museólogas e advogados participaram do ato de assinatura do contrato de devolução e do termo de ajustamento de conduta.

Segundo a Arquidiocese, o sacrário será apresentado oficialmente na próxima terça-feira, 18, ao Arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, e aos sacerdotes durante reunião mensal do clero. O procurador Sérgio Suiama e a museóloga, Cláudia Rocha, representante do Museu de Belas Artes, estarão presentes na cerimônia. O relicário ficará disponível para a visitação pública no Museu de Arte Sacra de Pernambuco, em Olinda.

O sacrário ou tabernáculo é uma urna onde se guardam as hóstias consagradas. Dotada de estrutura de madeira, é recoberta com placas decoradas em prata, formando peça em duas partes, corpo e coroamento, com abertura frontal, medindo 69 centímetros de altura por 49 de largura. No topo há a imagem de um cordeiro deitado sobre um livro selado por sete selos, numa referência ao capítulo 5 do livro do Apocalipse de São João. A passagem bíblica diz que apenas o Cordeiro é digno de abrir o livro. Cristo é simbolizado pelo cordeiro.


Quinta, 13/08/2015 - Fonte: ACI digital / Postado por: Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...