Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/08/2018

“Queridos filhos,

Com amor materno os convido a abrirem os seus corações à paz, a abrirem os seus corações ao MEU FILHO, a cantar em seus corações o amor ao MEU FILHO, porque somente através deste amor chega a paz da alma.

Filhos MEUS, EU sei que vocês tem a bondade, sei que vocês tem o amor, o amor misericordioso. Mas, muitos dos MEUS filhos ainda tem os corações fechados, pensam que podem agir sem colocar os seus pensamentos ao PAI CELESTIAL que ilumina, diante do MEU FILHO que está sempre e novamente com vocês na EUCARISTIA e que deseja ouvi-los.

Filhos Meus, porque não falam para eles ? A vida de cada um de vocês é importante e preciosa porque é um dom do PAI CELESTIAL para a ETERNIDADE, por isso nunca se esqueçam de agradecê-LO e falar com ELE.

Eu sei, filhos MEUS, que para vocês é desconhecido aquilo que virá depois, porém quando chegar o “depois” de vocês, terão todas as respostas. O MEU amor materno deseja que vocês estejam prontos.

Filhos MEUS, com a vida de vocês coloquem sentimentos bons nos corações das pessoas que vocês encontrarem, sentimentos de paz, de bondade, de amor e de perdão. Através da oração escutem o que lhes diz o MEU FILHO e assim o façam.

Novamente os convido a rezarem pelos seus sacerdotes, por aqueles a quem o MEU FILHO chamou; lembrem-se que eles tem necessidade de orações e de amor.

Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Relíquias de Dom Bosco que deram a volta ao mundo, chegam ao Brasil para ficar definitivamente

Urna com as relíquias de Dom Bosco. Foto:
Província Salesiana N. Sra. Auxiliadora (São Paulo-Brasil)

O Brasil, mais especificamente a Arquidiocese de Brasília (DF), acolherá no fim deste ano e de modo permanente as relíquias de São João Bosco que estiveram peregrinando em diversos países por ocasião do bicentenário de nascimento do santo italiano. A urna com uma estátua do santo e um pedaço do seu braço direito ficarão expostas no Santuário Dom Bosco. A capital federal foi escolhida por sua forte ligação com o santo que, segundo consta o relato de um dos seus sonhos, 'profetizou' sua futura construção no mesmo ano em que chegaram os primeiros salesianos ao Brasil em 1883.

A urna com as relíquias de Dom Bosco está peregrinando pelos cinco continentes desde 2009, ano em que se comemorou o 150º aniversário de fundação da Congregação Salesiana. No Brasil, visitou todas as regiões, entre 3 de novembro de 2009 e 28 de fevereiro de 2010. Agora, retorna no ano em que se celebra o bicentenário do santo e, desta vez, para ficar.

Segundo o portal Boletim Salesiano, a notícia foi comunicada oficialmente no início desta semana ao pároco do Santuário, padre Augusto Bartoli, pelo inspetor da Inspetoria São João Bosco (ISJB), padre Orestes Carlinhos Fistarol. “Somos profundamente gratos ao Reitor-mor e ao Conselho Geral por esta decisão. 

Estou ciente de que ela não significa um privilégio para a Inspetoria de São João Bosco, mas para o Brasil Salesiano, incluindo toda a Família Salesiana, que considera o Santuário de Brasília um ícone dos sonhos de nosso pai e mestre, que se tornaram realidade histórica na Capital Federal e em nossa Pátria. Hoje Brasília é também a sede das redes salesianas”, afirmou padre Orestes.

Em 1883, pouco mais de um mês após a chegada dos primeiros salesianos ao Brasil, Dom Bosco sonhou que sobrevoava uma região que ia da Cordilheira dos Andes até o Oceano Atlântico: era a vastidão da missão salesiana na América. Entre os paralelos 15 e 20, quando avistava uma enseada bastante longa e larga, ele ouviu uma voz dizer, repetidamente: “Quando se vier a cavar as minas escondidas no meio destes montes, aparecerá aqui a terra prometida que vai jorrar leite e mel. Será uma riqueza inconcebível”. Foi exatamente nesta coordenada geográfica que Brasília foi construída e inaugurada, em 1960. Por isso, São 
João Bosco é o segundo Patrono de Brasília, a capital do Brasil, ao lado de Nossa Senhora Aparecida.

Na época da construção da cidade, o primeiro ferro e cimento que chegaram ao canteiro de obras, em 1955, foram empregados na construção de uma ermida em homenagem ao Santo, localizada no ponto exato da passagem do paralelo 15, um dos marcos da localização sonhada por Dom Bosco. Todos os anos, no último domingo de agosto, é feita uma caminhada ao local.

Ao Boletim Salesiano, o inspetor da ISJB, uma das maiores autoridades dos salesianos no Brasil, afirmou que a relíquia é um sinal visível da vida de Dom Bosco, totalmente dedicada aos jovens, e sua presença no país será uma oportunidade para propagar ainda mais a devoção ao santo. “Oxalá no futuro os que tiverem contato com a urna no santuário de Brasília possam se sentir motivados, como Dom Bosco, a trabalhar ‘com os jovens e para os jovens’”, declarou.

A urna com as relíquias de São João Bosco é semelhante a original, conservada na Basílica de Maria Auxiliadora, em Turim, na Itália. Ela é construída em alumínio, bronze e cristal. A base representa uma ponte sustentada por quatro pilares sobre os quais foram gravadas as datas relacionadas ao bicentenário: 1815-2015. Os pilares laterais apresentam figuras de rostos de jovens dos cinco continentes. Nas pontas, há o escudo da Congregação Salesiana e o lema carismático de Dom Bosco – Da mihi animas, caetera tolle (Dai-me almas, ficai com o resto).


Quarta, 12/08/2015 - Fonte: ACI digital / Postado por: Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...