Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/09/2017

Queridos filhos !

Quem melhor do que EU poderia falar para vocês do Amor e da existência do MEU FILHO ?

Vivi com ELE, EU sofri com ele, vivendo a vida terrena, EU provei da dor porque era MÃE.

MEU FILHO amou com pensamentos e obras o PAI CELESTIAL, o DEUS VERDADEIRO, e como ME dizia veio para redimi-los. EU escondi a minha dor com o amor. Vocês, filhos MEUS, tem numerosas perguntas, não compreendem a dor, não compreendem que através do Amor de Deus devem aceitar a dor e suportá-la. Todas as pessoas provam-na em maior ou menor medida, mas com a paz na alma e em estado de graça a esperança existe.

Este é o MEU FILHO, DEUS, nascido de DEUS. As SUAS PALAVRAS são sementes de Vida Eterna e semeadas nas boas almas produzem muitos frutos.

MEU FILHO suportou a dor porque tomou para si os pecados de vocês.

Por isso vocês, filhos MEUS, Apóstolos do MEU Amor, vocês que sofrem, saibam que as suas dores se tornarão luz e glória.

Filhos MEUS, enquanto vocês suportam a dor o CÉU entra em vocês, e em todos em torno de vocês é dado um pouco de Céu e muita esperança !

Obrigada !

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Quais são os segredos de um casamento feliz?

Exatos 500 casais, felizmente casados, foram entrevistados recentemente sobre o que mais os ajuda a manter seu casamento. Suas respostas, por ordem de importância, foram as seguintes: confiança mútua (52%), fé e espiritualidade (27%), boa comunicação (18%).

E muito perto dessas porcentagens, eles destacaram a contribuição destes fatores: compromisso, amar e lutar pelos filhos, trabalhar juntos na resolução de conflitos, paciência, perdão, passar tempo juntos (Fonte: CARA, Marriage in the Catholic Church: A Survey of U.S. Catholics, p. 90).

Por outro lado, ao entrevistar um grande número de pessoas separadas ou divorciadas, a pesquisa revelou que, para a grande maioria (58%), o que mais prejudicou sua relação foram os problemas de comunicação, seguidos de problemas econômicos (48%), dificuldades na educação dos filhos (47%) e a relação com a família do cônjuge (38%). Outras dificuldades mencionadas foram: não conseguir passar tempo juntos e dificuldades na vida sexual (CARA, Marriage in the Catholic Church: A Survey of U.S. Catholics, p. 100-101).

Poderíamos dizer que, entre muitos fatores, há alguns que definitivamente podem ser essenciais para ter um casamento feliz. Por isso, levando em consideração estes dados e outros provenientes de especialistas da área, vamos tratar de alguns destes elementos chaves:

Compromisso

Como revelado pela pesquisa e confirmado pela doutrina da Igreja, o amor matrimonial se baseia na fé e no compromisso que a pessoa assume diante do seu cônjuge. Muitos problemas de comunicação, de intimidade e de convivência podem ser evitados se a confiança e a decisão de amar o outro, prometidas no dia do casamento, continuam sendo vividas e fortalecidas a cada dia e diante de cada situação. Por isso, vale a pena explorar o sentido e o valor prático deste elemento tão importante no seu casamento.

Valores compartilhados

Um dos elementos que mais contribuem para a harmonia e estabilidade de um casal são os valores que os cônjuges têm em comum. Tais valores são como o tesouro do qual se nutrem as decisões diárias, tanto na vida do casal como na hora de organizar as finanças, educar os filhos, relacionar-se com os familiares do outro etc. Enfim, o poder deste tesouro é enorme, mas é algo que se pode aprender a usar e enriquecer.

Comunicação

Aprendemos a falar nos primeiros anos da nossa vida, mas a capacidade de comunicar-se é aprendida ao longo de toda a nossa existência e na medida em que descobrimos que nem todas as pessoas entendem as coisas da mesma maneira que nós, nem se expressam da mesma forma. Uns usam palavras, outros usam gestos ou ações para expressar seus sentimentos.

Muitas dificuldades entre os casais provavelmente têm sua origem nestas diferenças de comunicação. Descobrir as formas como seu cônjuge se comunica e a melhor maneira de expressar-lhe seus sentimentos pode ser de grande ajuda.

Ferramentas para a resolução de conflitos

Ter opiniões ou pontos de vista diferentes é normal. Porém, para que estas diferenças não sejam motivo de conflitos (e muito menos de uma crise matrimonial), é preciso aprender as técnicas de comunicação e resolução de conflitos. Esta aprendizagem é conveniente para todos, pois, ainda que às vezes tendamos a imaginar que o problema está no outro, é óbvio que comunicar-se é uma arte com técnicas muito variadas, e cada pessoa é um mundo que vale a pena explorar, decifrar e conquistar, em toda a sua particularidade.

Espiritualidade e fé

Falando de recursos para ter um casamento feliz, podemos considerar de maneira muito especial o que Deus oferece ao nosso matrimônio e aos nossos relacionamentos afetivos em geral. Deus é o amor e sua fonte. Por isso, aprender a amar não é outra coisa a não ser aprender a escutar a vontade de Deus e segui-la, em nossa vida pessoal e de casal.

Quando este caminho de busca do amor verdadeiro ou espiritualidade é um empenho que os dois cônjuges procuram vivenciar juntos, grandes bênçãos se fazem presente na vida do casal.

Por isso, se você está passando por um momento difícil em seu relacionamento ou deseja conservar a felicidade que está vivendo, aprender a desenvolver a espiritualidade no casal sem dúvida alguma fortalecerá seu amor.



Quarta, 16/07/2015 - Fonte: Aleteia, Por tu matrimonio / Postado por: Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...