Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/09/2018

Queridos filhos,

As Minhas palavras são simples, mas repletas de amor materno e de preocupação. Filhos MEUS, sobre vocês se alargam sempre mais as sombras das trevas e do engano, Eu os chamo em direção a luz e a verdade, Eu os chamo na direção de Meu Filho. Somente Ele pode converter o desespero e a dor em paz e serenidade, somente ELE pode dar esperança nas dores mais profundas. O MEU FILHO é a VIDA do mundo, e quanto mais O conhecerem, mais se aproximarão DELE e mais O amarão porque o MEU FILHO é AMOR e o AMOR muda tudo.

ELE torna maravilhoso também aquilo que sem amor pareça para vocês insignificante. Por isso novamente os digo que vocês devem amar muito se desejarem crescer espiritualmente. EU sei, apóstolos do MEU AMOR, que não sempre fácil, porém, filhos MEUS, também as estradas dolorosas são caminhos que levam ao crescimento espiritual, à fé e ao MEU FILHO.

Filhos MEUS, rezem, pensem em MEU FILHO durante todos os momentos do dia, elevem as suas almas até ELE e EU recolherei as suas orações como flores do jardim mais belo e as darei de presente ao MEU FILHO.

Sejam realmente apóstolos do MEU AMOR, deem a todos o AMOR de MEU FILHO, sejam jardins com as flores mais belas.

Com a oração ajudem os seu sacerdotes para que possam ser pais espirituais cheios de amor para todos os homens.

Obrigada.

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Fundador da Fazenda da Esperança diz perdoar e rezar pelo assassino da Ir. Odete

Comoção e solidariedade, assim reagiram diversas pessoas ao serem informadas sobre o assassinato de Irmã Odete, na Fazenda da Esperança, em Guaratinguetá (SP), na sexta-feira 24. O fundador da instituição, Frei Hans Stapel, deixou a todos uma mensagem de misericórdia ao afirmar que perdoou o responsável pelo crime e que reza por ele.

A religiosa foi sepultada no sábado, 25. A Missa foi celebrada pelo Bispo auxiliar de Aparecida (Arquidiocese à qual pertence Guaratinguetá), Dom Darci José Nicioli, e por Frei Hans.

O fundador da Fazenda da Esperança estava na África quando recebeu a notícia do ocorrido e retornou ao Brasil para participar do velório e sepultamento da freira. Ele declarou que tinha certeza de que o assassino não era um dos internos da Fazenda. E, embora considerasse difícil perdoar, disse já ter perdoado o homem, pois acredita que ele esteja sofrendo.

“Aqui fica o corpo, mas aquilo que ela foi é eterno. Irmã Odete foi uma franciscana autêntica, simples e pobre. O que aconteceu com ela acontece todos os dias no Brasil, mesmo em casas com muita segurança. Precisamos é amar mais diante da violência e sermos testemunhos que o amor vence tudo”, declarou Frei Hans.

Natural da cidade de Itatinga (SP), Irmã Odete Aparecida dos Anjos tinha 65 anos, 43 de vida religiosa, e pertencia à Congregação das Irmãs Franciscanas de Siessen. Há 6 anos trabalhava na Obra Social Nossa Senhora da Glória – Fazenda Esperança, especificamente na catequese e orientação espiritual dos internos.

Diversas mensagens chegaram à Fazenda da Esperança, por parte de autoridades religiosas e leigos que conheciam o trabalho da freira.

O Bispo de Crato, Dom Fernando Panico, manifestou união com a instituição e com as Franciscanas de Siessen. “Na certeza de que ‘o sangue dos mártires é semente de novos cristãos’, peço que a Misericórdia divina faça brotar do Altar do sacrifício pascal da Ir. Odete um renovado entusiasmo na dedicação aos irmãos e irmãs mais vulneráveis pelas fraquezas do mundo de hoje”, escreveu.

Para o Arcebispo de Ribeirão Preto, Dom Moacir Silva, “a Fazenda da Esperança tem já a sua mártir, Ir. Odete”. Ao enviar seu abraço solidário e sua bênção, o Prelado considerou que no céu, “com certeza ela vai trabalhar mais pela Obra”.

Também manifestaram solidariedade os fundadores das comunidades Canção Nova, Monsenhor Jonas Abib, e Shalom, Moysés Azevedo.

Ir. Odete foi assassinada na madrugada do dia 24, com oito facadas nas costas. Ela tinha percebido que o centro de reabilitação havia sido invadido e tentava telefonar para a polícia quando foi atingida pelos golpes. A freira morreu ainda no local.

De acordo com investigadores, o criminoso fugiu e teria se abrigado em uma casa vazia próxima à Fazenda, onde foi encontrado. O suspeito, de 52 anos, já possui ficha criminal. Ele é dependente químico, ex-interno da instituição, a qual já teria assaltado outras vezes.


O suspeito confirmou que participou de assaltos à Fazenda em outras ocasiões, tendo sido a última vez no dia 20. Entretanto, ele negou envolvimento no crime que acabou com a morte de Ir. Odete.  A investigação segue em andamento pela Polícia Civil. 


Terça, 28/07/2015 - Fonte: ACI digital / Postado por: Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...