Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/08/2018

“Queridos filhos,

Com amor materno os convido a abrirem os seus corações à paz, a abrirem os seus corações ao MEU FILHO, a cantar em seus corações o amor ao MEU FILHO, porque somente através deste amor chega a paz da alma.

Filhos MEUS, EU sei que vocês tem a bondade, sei que vocês tem o amor, o amor misericordioso. Mas, muitos dos MEUS filhos ainda tem os corações fechados, pensam que podem agir sem colocar os seus pensamentos ao PAI CELESTIAL que ilumina, diante do MEU FILHO que está sempre e novamente com vocês na EUCARISTIA e que deseja ouvi-los.

Filhos Meus, porque não falam para eles ? A vida de cada um de vocês é importante e preciosa porque é um dom do PAI CELESTIAL para a ETERNIDADE, por isso nunca se esqueçam de agradecê-LO e falar com ELE.

Eu sei, filhos MEUS, que para vocês é desconhecido aquilo que virá depois, porém quando chegar o “depois” de vocês, terão todas as respostas. O MEU amor materno deseja que vocês estejam prontos.

Filhos MEUS, com a vida de vocês coloquem sentimentos bons nos corações das pessoas que vocês encontrarem, sentimentos de paz, de bondade, de amor e de perdão. Através da oração escutem o que lhes diz o MEU FILHO e assim o façam.

Novamente os convido a rezarem pelos seus sacerdotes, por aqueles a quem o MEU FILHO chamou; lembrem-se que eles tem necessidade de orações e de amor.

Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Conheça o velho amigo que o Papa Francisco visitará em Guayaquil

“De onde me vem esta honra de vir a mim o Vigário de Cristo”, disse o Pe. Paquito ao ser consultado sobre como receberia o Papa Francisco quando o visitasse em Guayaquil (Equador). O sacerdote jesuíta, dentro de poucos dias completará 91 anos, está muito entusiasmado de encontrar-se com seu velho amigo.

O Pe. Francisco Cortês, mais conhecido como Pe. Paquito, nasceu em Málaga (Espanha), no dia 10 de julho de 1924 e chegou ao Equador em 1963, servindo desde então no Colégio Javier, em Guayaquil.

Segundo o jornal equatoriano ‘El Universo’, no princípio da década de 80, o sacerdote conheceu o Pe. Bergoglio, quando era provincial dos jesuítas argentinos e realizou uma visita ao Equador, pois estava procurando um lugar para enviar seus noviços.

Anos depois, reuniram-se novamente e logo o Pe. Paquito viajou à Argentina para a ordenação sacerdotal de alguns jesuítas que ele acompanhava no Equador.

Em 2014, segundo o jornal ‘The Wall Street’, o Papa Francisco teve um encontro inesperado em Roma com a doutora do Pe. Paquito, Maria Panchana, e lhe perguntou: “Como está Paquito? Manda-lhe minhas saudações e diga-lhe que logo o visitarei”, recordou a Dra. Panchana.

Em fevereiro deste ano, César Pérez, editor do jornal ‘El Universo de Guayaquil’, apresentou ao Santo Padre, no Vaticano, um vídeo de celular, no qual o Pe. Paquito saudava seu velho amigo. O Papa Francisco manifestou que queria visitar Paquito, foi quando o jornalista lhe respondeu: “Então terá que ir à Guayaquil”.

O sacerdote jesuíta, Pe. Francisco Cortês, sofre do coração e permanentemente está em contato com os médicos.

"Dizem que quer falar comigo, não sei do que será… Logo que foi nomeado Papa me mandou mais de cinco recados de que me saudassem pessoalmente. Não ao Pe. Francisco Cortês, mas ao Pe. Paquito", afirmou o sacerdote à agência AFPE.

"Para mim, este é um ato de humildade deste homem, lembrar-se de uma pessoa sem nenhum mérito e nada especial, insistiu em querer visitar-me ", acrescentou Pe. Paquito.


O encontro está previsto para esta terça-feira, 6, no Colégio Javier, lugar no qual o Papa Francisco almoçará com seus irmãos jesuítas.


Segunda, 06/07/2015 - Fonte: ACI digital, Abel Camasca / Postado por: Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...