Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/11/2017

“Queridos filhos, olhando vocês em torno de Mim, em torno da sua Mãe, Eu estou vendo muitas almas puras, vejo muitos dos Meus filhos que estão procurando amor e consolação, mas ninguém está oferecendo isso a eles.

Também vejo aqueles que fazem o mal, porque não têm bons exemplos, não conheceram Meu Filho, aquele bem que é silencioso, que se difunde através das almas puras, que é a força que reforça o mundo.

Existem muitos pecados, mas também muito amor. o Meu Filho Me envia, como Mãe, a mesma igual para todos, para que Eu vos ensine o Amor, para que vocês compreendam que são irmãos.

Ele deseja vos ajudar. Apóstolos do Meu Amor, é suficiente o desejo vivo da fé e do Amor, o Meu Filho o aceitará.

Mas vocês têm que ser dignos, ter boa vontade e um coração aberto. O Meu Filho entra nos corações abertos. Eu, como Mãe, desejo que vocês conheçam o melhor possível o Meu Filho, Deus, nascido de Deus, para que vocês conheçam a grandeza do Seu Amor, o qual vocês tanto precisam.

Ele aceitou os seus pecados, conseguiu a Redenção para vocês, mas em troca procura que vocês amem-se uns aos outros. O Meu Filho é Amor. Ele ama todo ser humano, sem diferença, todas as pessoas de todos os povos e nações.

Se vocês, Meus Filhos, vivessem o Amor do Meu Filho, o Seu Reinado já estaria na Terra. Por isso, Apóstolos do Meu Amor, rezem, rezem para que o Meu Filho e Seu Amor estejam mais próximos de vocês, para que vocês sejam exemplos de Amor e possam ajudar àqueles que ainda não conhecem o Meu Filho.

Nunca esqueçam que o Meu Filho, Uno e Trino, Ama. Amem e rezem pelos seus sacerdotes. Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

A diferença entre ser grato e ser rancoroso

Deus derramou seu amor em nossas vidas. E nós podemos ser mais agradecidos, capazes de ver como o Senhor nos carrega em seus braços. Quantas vezes reclamamos e acabamos ficando tristes? Desejamos coisas que não temos. A gratidão é uma das maiores fontes de alegria em nossa vida.

Às vezes, a reclamação ganha, nós nos sentimos como vítimas e nosso coração se estreita. Sentimo-nos defraudados diante da vida. Tínhamos expectativas, sonhos. Os "eu achava que...", "eu pensava que...", "eu esperava que..." podem envenenar a alma. Tínhamos planos diferentes. Esperávamos que a vida nos desse mais alegrias. Sonhávamos, confiávamos, esperávamos.

Nós nos acostumamos com o mistério da vida e perdemos a capacidade de assombro. Já não temos a capacidade de nos surpreender diante desse amor terno e pessoal de Deus.

Deus nos abençoa no que somos. Ele se alegra com as coisas que nos deu: talentos, pessoas que nos amam, nossa família. Ele pronuncia sua bênção sobre nós. Sempre pensa bem de nós. Olha para cada um com imensa alegria. Preenche com sua graça os cantos mais escondidos do nosso coração. Somos pobres e fracos. Sua bênção nos preenche.

Peçamos a graça de ser agradecidos por tantos dons que Deus colocou em nossa terra, de ter um olhar puro que saiba enxergar sua presença caminhando ao nosso lado.

Agradecer dilata o coração e coloca Deus no centro da nossa vida.

Recebemos tudo por amor. Se oferecermos tudo por amor também, Ele fará o incrível milagre e tomar o que somos e transformá-lo, inclusive as coisas de que não gostamos. Isso tem de nos encher de alegria. Somos abençoados!

Diante dos fatos, você tem a opção de ser grato ou ressentir-se. Depende de você. É uma escolha.

Sendo gratos, experimentamos a misericórdia de Deus que se comove diante da nossa pequenez. Oferecemos a Ele o que dele recebemos, para que Ele use os nossos dons segundo a sua vontade.

O que você pode agradecer hoje de maneira especial? Qual foi o último presente que você recebeu de Deus? Que tal fazer um pequeno ato de gratidão neste momento?

Agradecer nos torna pobres porque sabemos que nada nos pertence. Nos torna alegres, capazes de ver a beleza misteriosa escondida por trás do que é cinza. Nos torna livres, porque confiamos em que Deus continuará cuidando de nós e nos acompanhando sempre. Ele nunca nos deixou sozinhos. Nunca nos abandonará.

E então, o que você escolhe diante dos fatos da vida: agradecer ou magoar-se? 



Quinta, 30/07/2015 - Fonte: Aleteia, Padre Carlos Padilla / Postado por: Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...