Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/08/2018

“Queridos filhos,

Com amor materno os convido a abrirem os seus corações à paz, a abrirem os seus corações ao MEU FILHO, a cantar em seus corações o amor ao MEU FILHO, porque somente através deste amor chega a paz da alma.

Filhos MEUS, EU sei que vocês tem a bondade, sei que vocês tem o amor, o amor misericordioso. Mas, muitos dos MEUS filhos ainda tem os corações fechados, pensam que podem agir sem colocar os seus pensamentos ao PAI CELESTIAL que ilumina, diante do MEU FILHO que está sempre e novamente com vocês na EUCARISTIA e que deseja ouvi-los.

Filhos Meus, porque não falam para eles ? A vida de cada um de vocês é importante e preciosa porque é um dom do PAI CELESTIAL para a ETERNIDADE, por isso nunca se esqueçam de agradecê-LO e falar com ELE.

Eu sei, filhos MEUS, que para vocês é desconhecido aquilo que virá depois, porém quando chegar o “depois” de vocês, terão todas as respostas. O MEU amor materno deseja que vocês estejam prontos.

Filhos MEUS, com a vida de vocês coloquem sentimentos bons nos corações das pessoas que vocês encontrarem, sentimentos de paz, de bondade, de amor e de perdão. Através da oração escutem o que lhes diz o MEU FILHO e assim o façam.

Novamente os convido a rezarem pelos seus sacerdotes, por aqueles a quem o MEU FILHO chamou; lembrem-se que eles tem necessidade de orações e de amor.

Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Tapetes de sal e procissões marcam a solenidade de Corpus Christi no Brasil

Nesta quinta-feira, 4, a Igreja celebra a solenidade de Corpus Christi, comemorada sempre após a Festa da Santíssima Trindade. O fato da celebração acontecer neste dia da semana faz alusão à Quinta-feira Santa, quando se deu a instituição da Eucaristia. O festejo atende a uma recomendação do Código do Direito Canônico (CIC 944), no qual pede à comunidade diocesana “testemunhar publicamente a adoração e a veneração para com a Santíssima Eucaristia”.

A celebração dessa solenidade consta de uma Missa, procissão e Adoração ao Santíssimo Sacramento. Uma tradição que se espalhou pelas cidades brasileiras é a confecção de tapetes para a passagem da procissão. Os desenhos dão ênfase nos temas sobre a Eucaristia, mas a criatividade das comunidades dá um toque especial, com o uso dos mais diversos materiais, como serragem e pedras coloridas, borra de café, flores, areia, entre outros.

Duas arquidioceses importantes do Brasil se organizam para a celebração de Corpus Christi e mantêm essa tradição dos tapetes. No Rio de Janeiro, o dia contará com as Vésperas, às 15h30, na Igreja da Candelária, no Centro, em seguida, a procissão sairá em direção à Catedral de São Sebastião, onde o Arcebispo, Cardeal Orani João Tempesta, dará a bênção do Santíssimo Sacramento e, logo após, presidirá a Santa Missa.

Sobre a procissão, que seguirá pelos tapetes adornados, o coordenador deste trabalho, padre Leandro Lenin, explica ser um sinal e testemunho do Senhor que vem ao encontro de Seu povo. “Interessante também é fazer uma reflexão sobre por que o Senhor passa pelas ruas. Pois, na verdade, uma cidade que muitas vezes tem dificuldades para ver a esperança pode se surpreender com o testemunho de cristãos que apontam, durante a procissão, para Jesus Cristo que, de fato, está presente e passa pelas ruas concretamente, como alguém que vem ao nosso encontro no centro da vida social da nossa cidade. Caminhar com Jesus é uma grande alegria”, sublinhou.

Já na Arquidiocese de Belo Horizonte (MG), o Arcebispo, Dom Walmor Oliveira de Azevedo, preside Missa no Santuário Arquidiocesano de Adoração Perpétua – Paróquia Nossa Senhora da Boa Viagem, às 17h30, seguida de procissão pela Avenida Afonso Pena, até a Paróquia São José. No caminho será preparado um enorme tapete de serragem, com cerca de 1km. Mais de 500 voluntários, de 100 diferentes grupos, se revezarão na confecção dos tapetes a partir de 6h desta quinta-feira.


No Brasil, país com maior número de católicos no mundo, a data é considerada ponto facultativo e não feriado nacional. Isto favoreceria a participação dos católicos na missa posto que é uma festa de guarda. Entretanto, cabe a cada município declarar o Corpus Christi como feriado ou não conforme indica o artigo segundo da lei nº 9.093, de 12 de setembro de 1995: “são feriados religiosos os dias de guarda, declarados em lei municipal, de acordo com a tradição local e em número não superior a quatro, neste incluída a Sexta-Feira da Paixão”.


Quarta, 03/06/2015 - Fonte: ACI digital / Paulo Alves 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...