Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/09/2017

Queridos filhos !

Quem melhor do que EU poderia falar para vocês do Amor e da existência do MEU FILHO ?

Vivi com ELE, EU sofri com ele, vivendo a vida terrena, EU provei da dor porque era MÃE.

MEU FILHO amou com pensamentos e obras o PAI CELESTIAL, o DEUS VERDADEIRO, e como ME dizia veio para redimi-los. EU escondi a minha dor com o amor. Vocês, filhos MEUS, tem numerosas perguntas, não compreendem a dor, não compreendem que através do Amor de Deus devem aceitar a dor e suportá-la. Todas as pessoas provam-na em maior ou menor medida, mas com a paz na alma e em estado de graça a esperança existe.

Este é o MEU FILHO, DEUS, nascido de DEUS. As SUAS PALAVRAS são sementes de Vida Eterna e semeadas nas boas almas produzem muitos frutos.

MEU FILHO suportou a dor porque tomou para si os pecados de vocês.

Por isso vocês, filhos MEUS, Apóstolos do MEU Amor, vocês que sofrem, saibam que as suas dores se tornarão luz e glória.

Filhos MEUS, enquanto vocês suportam a dor o CÉU entra em vocês, e em todos em torno de vocês é dado um pouco de Céu e muita esperança !

Obrigada !

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Que valores você tem em comum com seu cônjuge? Descubra neste teste

Quando um casal tem muitos valores em comum, ou pelo menos coincide nos valores e prioridades que considera fundamentais, poderá facilmente entender-se e tomar decisões em conjunto.

Os valores têm a ver com o que uma pessoa considera mais importante e, como o próprio termo indica, “valioso” em sua vida. Eles determinam as preferências, gostos, opções e até os sacrifícios que uma pessoa está disposta a fazer.

Por isso, conhecer uma pessoa significa conhecer, na medida do possível, quais são seus valores. Este é, portanto, um tema decisivo para saber se você realmente vai se casar com a pessoa que mais lhe convém. E se já é casado(a), pode dialogar com seu cônjuge sobre cada um desses valores, para construírem juntos um futuro melhor.

Quando um casal tem muitos valores em comum, ou os cônjuges pelo menos coincidem nos valores que acham mais importantes, será mais fácil tomar decisões. Tais valores são uma espécie de tesouro do qual se nutrem para tomar as decisões diárias, tanto para a vida de casal como para a forma como lidarão com o dinheiro, a educação dos filhos, as relações com as famílias de cada um etc.

Além disso, é preciso levar em consideração que nem todos os valores têm a mesma importância para cada pessoa. Assim, mesmo reconhecendo o valor do dinheiro, uma pessoa pode decidir que conservar uma amizade é mais valioso do que brigar com um amigo por causa do dinheiro, por exemplo.

Portanto, junto à lista de valores de uma pessoa, devemos perceber o grau de importância dado a cada valor. Existem valores que podemos chamar de “fundamentais” ou irrenunciáveis; valores aos quais podemos renunciar; e valores que estamos dispostos a “negociar” com os outros.

Há muitas maneiras de descobrir os valores mais importantes para uma pessoa:

- Para começar, não preste atenção somente em como a pessoa se comporta com você nem somente no que lhe diz, porque, durante a fase romântica do relacionamento, é sempre possível que a pessoa tente impressionar positivamente seu parceiro, exagerando as próprias virtudes ou escondendo do outro o que realmente pensa, na tentativa de não ofender.

- Preste mais atenção em como a pessoa se comporta e age com os outros. Por exemplo, tente identificar o que mais preocupa a pessoa, o que ela mais admira dos seus amigos e da sua família etc. Observe também o tipo de pessoas que a cercam, pois, como diz o provérbio, “Dize-me com quem andas e te direi quem és”.

- Examine também em que coisas a pessoa investe seu dinheiro e que importância ela dá às relações com sua família, seus amigos e Deus. E, certamente, informe-se sobre o que as outras pessoas pensam dela, o que admiram nela (amigos, colegas de trabalho etc.).

Um teste importante

Para ajudar você em seu diálogo e descoberta dos valores que tem em comum com seu parceiro(a), sugerimos que ambos preencham o quadro abaixo (cada um sozinho, sem ver as respostas do outro).

Depois de preencher o quadro, os dois podem se reunir e comparar as respostas, analisando os acordos e desacordos.




Quarta, 24/06/2015 - Aleteia, Por tu matrimonio / Postado por: Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...