Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/08/2018

“Queridos filhos,

Com amor materno os convido a abrirem os seus corações à paz, a abrirem os seus corações ao MEU FILHO, a cantar em seus corações o amor ao MEU FILHO, porque somente através deste amor chega a paz da alma.

Filhos MEUS, EU sei que vocês tem a bondade, sei que vocês tem o amor, o amor misericordioso. Mas, muitos dos MEUS filhos ainda tem os corações fechados, pensam que podem agir sem colocar os seus pensamentos ao PAI CELESTIAL que ilumina, diante do MEU FILHO que está sempre e novamente com vocês na EUCARISTIA e que deseja ouvi-los.

Filhos Meus, porque não falam para eles ? A vida de cada um de vocês é importante e preciosa porque é um dom do PAI CELESTIAL para a ETERNIDADE, por isso nunca se esqueçam de agradecê-LO e falar com ELE.

Eu sei, filhos MEUS, que para vocês é desconhecido aquilo que virá depois, porém quando chegar o “depois” de vocês, terão todas as respostas. O MEU amor materno deseja que vocês estejam prontos.

Filhos MEUS, com a vida de vocês coloquem sentimentos bons nos corações das pessoas que vocês encontrarem, sentimentos de paz, de bondade, de amor e de perdão. Através da oração escutem o que lhes diz o MEU FILHO e assim o façam.

Novamente os convido a rezarem pelos seus sacerdotes, por aqueles a quem o MEU FILHO chamou; lembrem-se que eles tem necessidade de orações e de amor.

Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Faleceu Pe. Salvatore, o jovem que comoveu o Papa Francisco com seu desejo de ser sacerdote

A história do Pe. Salvatore Mellone comoveu milhares de pessoas. Faltava dois anos para ser ordenado sacerdote e foi diagnosticado com câncer no esôfago em fase terminal. Entretanto, com uma permissão especial do seu Bispo e a bênção do Papa Francisco, pôde receber a ordem sacerdotal.

O jovem padre de 38 anos faleceu ontem, dia da solenidade de São Pedro e São Pablo, dois meses e meio depois de ser ordenado sacerdote. Com suas últimas forças presidiu a Eucaristia cada dia, pôde administrar o Batismo em uma menina e consolou alguns doentes.

O funeral foi presidido nesta terça-feira por Dom Giovanni Battista Pichierri, Arcebispo do Trani-Barletta, na Igreja da Santa Cruz, na qual milhares de pessoas assistiram ao vivo a sua ordenação sacerdotal, no dia 16 de abril.

Dois dias antes de sua ordenação, o Papa Francisco telefonou para o seminarista Salvatore Mellone e lhe disse: “Salvatore, eu estou contigo. Serás ordenado e celebrarás Missa”. Foi ordenado sacerdote e enviou a sua primeira bênção ao Santo Padre.

Em sua ordenação, Pe. Salvatore disse: “Hoje sinto que Cristo me carregou nos seus ombros; e como sacerdote levarei esta estola com Cristo, para a salvação do mundo... Celebrar por uma única vez a Eucaristia seria para mim a participação do sacerdócio real de Cristo”.

Hoje nasceu ao céu

A Arquidiocese de Trani-Barletta publicou um comunicado sobre o falecimento do jovem sacerdote. "Às 15:15 do dia 29 de junho de 2015, Don Salvatore Mellone, da Arquidiocese de Trani-Barletta-Bisceglie, um sacerdote pela graça de Deus (como se chamava a si mesmo), depois de uma doença incurável, com apenas 38 anos, nasceu para o céu", informou a Arquidiocese.

O comunicado adiciona também: “Don Salvatore normalmente dizia às diversas pessoas que o visitavam durante os últimos meses: ‘Ser sacerdote é maravilhoso’".

"Apesar da sua doença, sempre acolheu todos aqueles que o procuravam. Ouvia e consolava a todos”, indica a nota.

Segundo o comunicado "Don Salvatore era natural de Barletta, sul da Itália, nasceu no dia 07 de março de 1977. Recebeu uma educação cristã sólida graças à família muito religiosa. Foi um jovem que sempre ajudava na vida da Igreja".

“Ingressou no seminário em 2011 e dentro da comunidade era um homem de oração, de profunda espiritualidade e grande abertura cultural".

"Durante o último ano, Don Salvatore passou muito tempo nos hospitais e apesar de sofrer fortes dores, sempre encontrava o tempo e as palavras adequadas para animar e inspirar esperança".


Nos últimos dias de vida, quando sua visão estava diminuída, Don Salvatore Mellone disse: “Aprendi a rezar com a natureza. Rezo combinando incessantemente minha voz débil ao ritmo da vida que através do meu balcão entrou no meu quarto", conclui o comunicado.


Terça, 30/06/2015 - Fonte: ACI digital / Postado por: Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...