Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/02/2018

Queridos filhos !

Vocês a quem o MEU FILHO ama, vocês a quem EU amo imensamente com o MEU AMOR MATERNO, não permitam que o egoísmo e o amar muito a si mesmo reinem no mundo. Não permitam que o amor e a bondade fiquem escondidos. Vocês que são amados, vocês que conheceram o AMOR do MEU FILHO, lembrem-se que ser amado significa amar. Filhos MEUS, tenham fé: quando vocês tem fé, vocês são felizes e difundem a paz. As suas almas exultam de alegria. Nestas almas está o MEU FILHO: quando se doam pela fé, quando se doam pelo amor, quando fazem o bem ao próximo, o MEU FILHO sorri em suas almas. Apóstolos do MEU AMOR, ME dirijo a vocês como MÃE, os reúno em torno de MIM porque desejo conduzí-los no caminho do AMOR e da FÉ, no caminho que leva até a LUZ DO MUNDO. EU estou aqui pelo AMOR e pela FÈ; porque desejo abençoá-los, porque EU desejo, com a MINHA BENÇÂO MATERNA, dar a vocês força e esperança no seu caminho. Porque a estrada que conduz ao MEU FILHO não é fácil, é cheia de renúncias, de dar-se, do sacrifício, do perdão e muito, muito amor mas este caminho conduz à paz e à alegria. Filhos MEUS, não acreditem nas vozes falsas que falam de coisas falsas e de luzes falsas: vocês, filhos MEUS, voltem para a SAGRADA ESCRITURA. Com imenso amor EU os vejo e, PELA GRAÇA DE DEUS, EU ME MANIFESTO A VOCÊS. Filhos Meus, caminham COMIGO. Que as almas de vocês exultem de alegria.

Obrigada.

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Faleceu Pe. Salvatore, o jovem que comoveu o Papa Francisco com seu desejo de ser sacerdote

A história do Pe. Salvatore Mellone comoveu milhares de pessoas. Faltava dois anos para ser ordenado sacerdote e foi diagnosticado com câncer no esôfago em fase terminal. Entretanto, com uma permissão especial do seu Bispo e a bênção do Papa Francisco, pôde receber a ordem sacerdotal.

O jovem padre de 38 anos faleceu ontem, dia da solenidade de São Pedro e São Pablo, dois meses e meio depois de ser ordenado sacerdote. Com suas últimas forças presidiu a Eucaristia cada dia, pôde administrar o Batismo em uma menina e consolou alguns doentes.

O funeral foi presidido nesta terça-feira por Dom Giovanni Battista Pichierri, Arcebispo do Trani-Barletta, na Igreja da Santa Cruz, na qual milhares de pessoas assistiram ao vivo a sua ordenação sacerdotal, no dia 16 de abril.

Dois dias antes de sua ordenação, o Papa Francisco telefonou para o seminarista Salvatore Mellone e lhe disse: “Salvatore, eu estou contigo. Serás ordenado e celebrarás Missa”. Foi ordenado sacerdote e enviou a sua primeira bênção ao Santo Padre.

Em sua ordenação, Pe. Salvatore disse: “Hoje sinto que Cristo me carregou nos seus ombros; e como sacerdote levarei esta estola com Cristo, para a salvação do mundo... Celebrar por uma única vez a Eucaristia seria para mim a participação do sacerdócio real de Cristo”.

Hoje nasceu ao céu

A Arquidiocese de Trani-Barletta publicou um comunicado sobre o falecimento do jovem sacerdote. "Às 15:15 do dia 29 de junho de 2015, Don Salvatore Mellone, da Arquidiocese de Trani-Barletta-Bisceglie, um sacerdote pela graça de Deus (como se chamava a si mesmo), depois de uma doença incurável, com apenas 38 anos, nasceu para o céu", informou a Arquidiocese.

O comunicado adiciona também: “Don Salvatore normalmente dizia às diversas pessoas que o visitavam durante os últimos meses: ‘Ser sacerdote é maravilhoso’".

"Apesar da sua doença, sempre acolheu todos aqueles que o procuravam. Ouvia e consolava a todos”, indica a nota.

Segundo o comunicado "Don Salvatore era natural de Barletta, sul da Itália, nasceu no dia 07 de março de 1977. Recebeu uma educação cristã sólida graças à família muito religiosa. Foi um jovem que sempre ajudava na vida da Igreja".

“Ingressou no seminário em 2011 e dentro da comunidade era um homem de oração, de profunda espiritualidade e grande abertura cultural".

"Durante o último ano, Don Salvatore passou muito tempo nos hospitais e apesar de sofrer fortes dores, sempre encontrava o tempo e as palavras adequadas para animar e inspirar esperança".


Nos últimos dias de vida, quando sua visão estava diminuída, Don Salvatore Mellone disse: “Aprendi a rezar com a natureza. Rezo combinando incessantemente minha voz débil ao ritmo da vida que através do meu balcão entrou no meu quarto", conclui o comunicado.


Terça, 30/06/2015 - Fonte: ACI digital / Postado por: Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...