Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/09/2017

Queridos filhos !

Quem melhor do que EU poderia falar para vocês do Amor e da existência do MEU FILHO ?

Vivi com ELE, EU sofri com ele, vivendo a vida terrena, EU provei da dor porque era MÃE.

MEU FILHO amou com pensamentos e obras o PAI CELESTIAL, o DEUS VERDADEIRO, e como ME dizia veio para redimi-los. EU escondi a minha dor com o amor. Vocês, filhos MEUS, tem numerosas perguntas, não compreendem a dor, não compreendem que através do Amor de Deus devem aceitar a dor e suportá-la. Todas as pessoas provam-na em maior ou menor medida, mas com a paz na alma e em estado de graça a esperança existe.

Este é o MEU FILHO, DEUS, nascido de DEUS. As SUAS PALAVRAS são sementes de Vida Eterna e semeadas nas boas almas produzem muitos frutos.

MEU FILHO suportou a dor porque tomou para si os pecados de vocês.

Por isso vocês, filhos MEUS, Apóstolos do MEU Amor, vocês que sofrem, saibam que as suas dores se tornarão luz e glória.

Filhos MEUS, enquanto vocês suportam a dor o CÉU entra em vocês, e em todos em torno de vocês é dado um pouco de Céu e muita esperança !

Obrigada !

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Brasil terá mais um Beato, o Padre Victor, ex-escravo e evangelizador exemplar

Em breve, o Brasil terá um novo beato. Na sexta-feira, 5, o Papa Francisco autorizou a Congregação das Causas dos Santos a promulgar Decreto concernente ao milagre atribuído à intercessão de Padre Francisco de Paula Victor. Trata-se da cura de um morador da cidade Três Pontas (MG), reconhecida por uma junta médica do Vaticano e por uma comissão de teólogos como inexplicável pela ciência. O anúncio deste milagre já havia sido feito pelos cardeais na terça-feira, 2 de junho.

Padre Francisco de Paula Victor nasceu em 12 de abril de 1827, em Campanha, sul de Minas, filho de uma escrava, Lourença Maria de Jesus. Entrou para o Seminário em 1848, onde sofreu preconceito de alguns colegas, que o humilhavam e o maltratavam com serviços braçais. Mesmo assim, conquistou a todos pela conduta íntegra e humildade. Foi ordenado em 14 de junho de 1851, tendo exercido a função de vigário paroquial em Campanha por 14 meses. Em seguida, foi enviado para Três Pontas, como Pároco, onde permaneceu por 53 anos, até sua morte em 23 de setembro de 1905. Seu ministério foi marcado pela catequese e instrução do povo, edificando a Escola Sagrada Família para crianças e jovens.

Na época do falecimento do sacerdote, toda região ficou abalada pela notícia. Segundo relatos, seu corpo ficou exposto por três dias e exalava agradável perfume. Padre Victor foi enterrado na Igreja Matriz, construída por ele.

O processo de Beatificação de Padre Francisco de Paula Victor teve início em 13 de julho de 1993 e foi complementado em agosto de 1998. A Congregação das Causas dos Santos o aceitou em 2002. No dia 12 de maio de 2011, Bento XVI reconheceu a prática das suas virtudes heroicas.


De acordo com a Diocese de Campanha, a data da Beatificação de Padre Victor ainda não foi definida.


Segunda, 08/06/2015 - Fonte: ACI digital / Postado por: Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...