Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/08/2018

“Queridos filhos,

Com amor materno os convido a abrirem os seus corações à paz, a abrirem os seus corações ao MEU FILHO, a cantar em seus corações o amor ao MEU FILHO, porque somente através deste amor chega a paz da alma.

Filhos MEUS, EU sei que vocês tem a bondade, sei que vocês tem o amor, o amor misericordioso. Mas, muitos dos MEUS filhos ainda tem os corações fechados, pensam que podem agir sem colocar os seus pensamentos ao PAI CELESTIAL que ilumina, diante do MEU FILHO que está sempre e novamente com vocês na EUCARISTIA e que deseja ouvi-los.

Filhos Meus, porque não falam para eles ? A vida de cada um de vocês é importante e preciosa porque é um dom do PAI CELESTIAL para a ETERNIDADE, por isso nunca se esqueçam de agradecê-LO e falar com ELE.

Eu sei, filhos MEUS, que para vocês é desconhecido aquilo que virá depois, porém quando chegar o “depois” de vocês, terão todas as respostas. O MEU amor materno deseja que vocês estejam prontos.

Filhos MEUS, com a vida de vocês coloquem sentimentos bons nos corações das pessoas que vocês encontrarem, sentimentos de paz, de bondade, de amor e de perdão. Através da oração escutem o que lhes diz o MEU FILHO e assim o façam.

Novamente os convido a rezarem pelos seus sacerdotes, por aqueles a quem o MEU FILHO chamou; lembrem-se que eles tem necessidade de orações e de amor.

Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

SOLENIDADE DA SANTÍSSIMA TRINDADE

Evangelho do dia 30/05/2015 - Mateus: 28, 16-20

Naquele tempo, os onze discípulos foram para a Galileia, ao monte que Jesus lhes tinha indicado. Quando viram Jesus, prostraram-se diante dele. Ainda assim alguns duvidaram. Então Jesus aproximou-se e falou: “Toda a autoridade me foi dada no céu e sobre a terra. Portanto, ide a todas as nações e fazei discípulos meus todos os povos, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, e ensinando-os a observar tudo o que vos ordenei! Eis que eu estarei convosco todos os dias, até ao fim do mundo”.
 
- Palavra da salvação.

- Glória a vós, Senhor!


Comentário do Evangelho

A revelação divina que se operou na pessoa de Jesus Cristo manifestou algo novo em relação a Deus: o Deus único era também um Deus Trino. Três Pessoas divinas a conviver como família de Amor.
 
Foi assim no Batismo de Jesus, Jordão: o Filho mergulha nas águas e ouve-se a voz do Pai – Este é meu Filho bem-amado... – enquanto o Espírito Santo se manifesta na visão de uma pomba. Mais tarde, em sua despedida dos discípulos, o Filho prometeria lembrar o Pai de suas promessas para que lhes enviasse “outro Consolador”, o Espírito Santo.
 
Assim, neste final do Evangelho de São Mateus, Jesus manda que os novos seguidores da Boa Nova sejam batizados de forma trinitária: “em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo”. Afinal, em nosso Batismo, somos mergulhados na Trindade divina: o Pai nos adota como filhos, somos configurados com o Filho e habitados pelo Espírito Santo. Filhos do Pai, irmãos do Filho, morada do Espírito, a pessoa do cristão recebe um novo caráter, definitivamente marcada pela graça de Deus.
 
O cristianismo se revela como uma relação com as três Pessoas divinas. Não nos dirigimos a um ser impessoal, distante relojoeiro que faz girar as engrenagens do Cosmo. Nosso Deus não se confunde com algum tipo de energia cósmica, com a dinâmica do Universo. Nosso Deus não é uma entidade distante, abstrata, fora do alcance da humanidade.
 
Ao contrário, desde que o Filho – segunda Pessoa da Trindade – se encarnou, nascendo de Mulher e habitando no meio de nós, o Deus transcendente se fez imanente, pondo-se ao nosso alcance. Como Deus entrou em nossa História e assumiu a nossa carne, podemos participar de sua vida. No rosto do Filho vemos a Face do Pai, em suas palavras e gestos, a ação permanente do Espírito Santo.
 
Um Deus único, mas não solitário. Cada uma das Pessoas a manifestar suas propriedades em suas diferentes missões. E, como no esplêndido ícone de Andrei Roublev, os Três reunidos em torno da mesa, convidando-nos à comunhão...
 
Orai sem cessar: “Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo!”


Texto de Antônio Carlos Santini, da Comunidade Católica Nova Aliança.
santini@novaalianca.com.br


Fonte: saosebastiaobetania.com.br / Postado por: Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...