Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/02/2019

“Queridos filhos,

O AMOR e a BONDADE do PAI CELESTIAL os dá revelações que fazem com que a fé em vocês cresça e se compreenda, e os traga paz, segurança e esperança.

Assim também eu, filhos MEUS, por meio do AMOR MISERICORDIOSO do PAI CELESTIAL sempre e novamente os mostro a estrada em direção ao MEU FILHO, em direção à SALVAÇÃO ETERNA. Mas, infelizmente, muitos dos MEUS filhos não querem me escutar, e muitos dos MEUS filhos duvidam.

Mas EU, EU sempre e em todos os tempos, louvei o SENHOR por tudo aquilo que ELE fez em MIM e por meio de MIM. MEU FILHO se dá a vocês, divide o pão com vocês, os dá palavras de VIDA ETERNA, a fim que EU as leve a todos. Vocês, filhos MEUS, apóstolos do MEU AMOR, do que vocês tem medo quando MEU FILHO está com vocês ?

Ofereçam-LHE as suas almas, a fim de que ELE possa morar nelas, e possa fazer de vocês instrumentos da FÉ e instrumentos do AMOR.

Filhos MEUS, vivam o EVANGELHO, vivam o AMOR MISERICORDIOSO ao próximo, e, acima de tudo, vivam o AMOR ao PAI CELESTIAL. Filhos MEUS, vocês não estão juntos por acaso, o PAI CELESTIAL não une ninguém por acaso. O MEU FILHO fala às suas ALMAS e eu faço aos seus CORAÇÕES.

Como MÃE, EU digo a vocês: caminhem COMIGO, amem-se uns aos outros, testemunhem. Não tenham medo, com o seu exemplo, de defender a VIDA, a PALAVRA DE DEUS que é ETERNA e que não muda nunca. Filhos MEUS, quem trabalha na LUZ DO AMOR MISERICORDIOSO e na VERDADE é sempre ajudado pelo CÉU e nunca está sozinho.

Apóstolos do MEU AMOR, que vocês sejam reconhecidos, sempre, entre todos os outros, pelo seu escondimento, pelo seu amor e pela sua serenidade. EU estou com vocês. Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

SOLENIDADE DA SANTÍSSIMA TRINDADE

Evangelho do dia 30/05/2015 - Mateus: 28, 16-20

Naquele tempo, os onze discípulos foram para a Galileia, ao monte que Jesus lhes tinha indicado. Quando viram Jesus, prostraram-se diante dele. Ainda assim alguns duvidaram. Então Jesus aproximou-se e falou: “Toda a autoridade me foi dada no céu e sobre a terra. Portanto, ide a todas as nações e fazei discípulos meus todos os povos, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, e ensinando-os a observar tudo o que vos ordenei! Eis que eu estarei convosco todos os dias, até ao fim do mundo”.
 
- Palavra da salvação.

- Glória a vós, Senhor!


Comentário do Evangelho

A revelação divina que se operou na pessoa de Jesus Cristo manifestou algo novo em relação a Deus: o Deus único era também um Deus Trino. Três Pessoas divinas a conviver como família de Amor.
 
Foi assim no Batismo de Jesus, Jordão: o Filho mergulha nas águas e ouve-se a voz do Pai – Este é meu Filho bem-amado... – enquanto o Espírito Santo se manifesta na visão de uma pomba. Mais tarde, em sua despedida dos discípulos, o Filho prometeria lembrar o Pai de suas promessas para que lhes enviasse “outro Consolador”, o Espírito Santo.
 
Assim, neste final do Evangelho de São Mateus, Jesus manda que os novos seguidores da Boa Nova sejam batizados de forma trinitária: “em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo”. Afinal, em nosso Batismo, somos mergulhados na Trindade divina: o Pai nos adota como filhos, somos configurados com o Filho e habitados pelo Espírito Santo. Filhos do Pai, irmãos do Filho, morada do Espírito, a pessoa do cristão recebe um novo caráter, definitivamente marcada pela graça de Deus.
 
O cristianismo se revela como uma relação com as três Pessoas divinas. Não nos dirigimos a um ser impessoal, distante relojoeiro que faz girar as engrenagens do Cosmo. Nosso Deus não se confunde com algum tipo de energia cósmica, com a dinâmica do Universo. Nosso Deus não é uma entidade distante, abstrata, fora do alcance da humanidade.
 
Ao contrário, desde que o Filho – segunda Pessoa da Trindade – se encarnou, nascendo de Mulher e habitando no meio de nós, o Deus transcendente se fez imanente, pondo-se ao nosso alcance. Como Deus entrou em nossa História e assumiu a nossa carne, podemos participar de sua vida. No rosto do Filho vemos a Face do Pai, em suas palavras e gestos, a ação permanente do Espírito Santo.
 
Um Deus único, mas não solitário. Cada uma das Pessoas a manifestar suas propriedades em suas diferentes missões. E, como no esplêndido ícone de Andrei Roublev, os Três reunidos em torno da mesa, convidando-nos à comunhão...
 
Orai sem cessar: “Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo!”


Texto de Antônio Carlos Santini, da Comunidade Católica Nova Aliança.
santini@novaalianca.com.br


Fonte: saosebastiaobetania.com.br / Postado por: Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...