Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/11/2017

“Queridos filhos, olhando vocês em torno de Mim, em torno da sua Mãe, Eu estou vendo muitas almas puras, vejo muitos dos Meus filhos que estão procurando amor e consolação, mas ninguém está oferecendo isso a eles.

Também vejo aqueles que fazem o mal, porque não têm bons exemplos, não conheceram Meu Filho, aquele bem que é silencioso, que se difunde através das almas puras, que é a força que reforça o mundo.

Existem muitos pecados, mas também muito amor. o Meu Filho Me envia, como Mãe, a mesma igual para todos, para que Eu vos ensine o Amor, para que vocês compreendam que são irmãos.

Ele deseja vos ajudar. Apóstolos do Meu Amor, é suficiente o desejo vivo da fé e do Amor, o Meu Filho o aceitará.

Mas vocês têm que ser dignos, ter boa vontade e um coração aberto. O Meu Filho entra nos corações abertos. Eu, como Mãe, desejo que vocês conheçam o melhor possível o Meu Filho, Deus, nascido de Deus, para que vocês conheçam a grandeza do Seu Amor, o qual vocês tanto precisam.

Ele aceitou os seus pecados, conseguiu a Redenção para vocês, mas em troca procura que vocês amem-se uns aos outros. O Meu Filho é Amor. Ele ama todo ser humano, sem diferença, todas as pessoas de todos os povos e nações.

Se vocês, Meus Filhos, vivessem o Amor do Meu Filho, o Seu Reinado já estaria na Terra. Por isso, Apóstolos do Meu Amor, rezem, rezem para que o Meu Filho e Seu Amor estejam mais próximos de vocês, para que vocês sejam exemplos de Amor e possam ajudar àqueles que ainda não conhecem o Meu Filho.

Nunca esqueçam que o Meu Filho, Uno e Trino, Ama. Amem e rezem pelos seus sacerdotes. Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Papa Francisco preside Via Sacra no Coliseu Romano

O Papa Francisco presidiu esta noite (hora local) o Via Crucis (Via Sacra) da Sexta-feira Santa nos subúrbios do Coliseu Romano, acompanhado por milhares de pessoas que rezaram com devoção no dia da Paixão e Morte do Senhor Jesus.

Neste Via Crucis, centenas de pessoas participaram levando velas e meditando em cada uma das estações o texto preparado pelo Bispo Emérito da Novara (Itália), Dom Renato Corti, cujo título foi “A Cruz, ápice luminoso do amor de Deus que nos protege - Chamados, também nós, a proteger por amor”.

Entre os temas esteve também o dos cristãos perseguidos, com uma especial menção a Shabbaz Bhati, ministro paquistanês que foi assassinado por terroristas muçulmanos do Al Qaeda em março de 2011.

Em seu testamento espiritual Bhati escreveu: “lembro que em uma sexta-feira de Páscoa, quando tinha apenas treze anos, escutei um sermão sobre o sacrifício de Jesus por nossa redenção e pela salvação do mundo. E pensei corresponder a seu amor dando amor a nossos irmãos e irmãs, pondo-me ao serviço dos cristãos, especialmente dos pobres, dos necessitados e perseguidos que vivem neste país islâmico”.

Entre as pessoas que levaram a cruz nesta especial oração, estavam fiéis provenientes de países onde os cristãos sofrem uma intensa perseguição: na sexta estação duas religiosas iraquianas receberam a Cruz; na sétima estação dois católicos sírios; na oitava estação duas pessoas da Nigéria; na nona dois fiéis egípcios; e na décima dois católicos da China.

Na quarta estação, os participantes fizeram uma especial oração pela família, pedindo orações pelo Sínodo que se realizará em outubro no Vaticano.

A meditação dizia o seguinte: “Senhor Jesus, o drama que confrontas junto à tua Mãe por uma ruela de Jerusalém nos faz pensar em tantas tragédias familiares de nosso mundo. Há para todos: mães, pais, filhos, avós e avós. É fácil julgar os outros, mas o mais importante é saber ficar em seu lugar e ajudar na medida do possível. Tentá-lo-emos”.

Para marcar a importância deste tema, três famílias levaram a cruz no Via Crucis: na segunda estação uma família numerosa; na terceira uma família com filhos adotivos; e na quarta uma família com seus três filhos.

Outros dos temas das reflexões foi as mulheres na Igreja; os marginados; os cristãos medíocres; o tráfico de seres humanos, a pena de morte e a exploração infantil.


Sobre o gênio feminino, a meditação da sexta estação assinalava: “Senhor Jesus, as mulheres sustentam em grande medida o anúncio da fé no mundo e o caminho das comunidades cristãs. Fazei que elas sigam sendo testemunhas dessa felicidade que brota do encontro convosco e que constitui o segredo profundo de suas vidas. Cuidai delas como sinal luminoso de maternidade junto aos últimos que, nos corações delas, são os primeiros”.


Sexta, 03/04/2015 - ACI / Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...