Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/02/2018

Queridos filhos !

Vocês a quem o MEU FILHO ama, vocês a quem EU amo imensamente com o MEU AMOR MATERNO, não permitam que o egoísmo e o amar muito a si mesmo reinem no mundo. Não permitam que o amor e a bondade fiquem escondidos. Vocês que são amados, vocês que conheceram o AMOR do MEU FILHO, lembrem-se que ser amado significa amar. Filhos MEUS, tenham fé: quando vocês tem fé, vocês são felizes e difundem a paz. As suas almas exultam de alegria. Nestas almas está o MEU FILHO: quando se doam pela fé, quando se doam pelo amor, quando fazem o bem ao próximo, o MEU FILHO sorri em suas almas. Apóstolos do MEU AMOR, ME dirijo a vocês como MÃE, os reúno em torno de MIM porque desejo conduzí-los no caminho do AMOR e da FÉ, no caminho que leva até a LUZ DO MUNDO. EU estou aqui pelo AMOR e pela FÈ; porque desejo abençoá-los, porque EU desejo, com a MINHA BENÇÂO MATERNA, dar a vocês força e esperança no seu caminho. Porque a estrada que conduz ao MEU FILHO não é fácil, é cheia de renúncias, de dar-se, do sacrifício, do perdão e muito, muito amor mas este caminho conduz à paz e à alegria. Filhos MEUS, não acreditem nas vozes falsas que falam de coisas falsas e de luzes falsas: vocês, filhos MEUS, voltem para a SAGRADA ESCRITURA. Com imenso amor EU os vejo e, PELA GRAÇA DE DEUS, EU ME MANIFESTO A VOCÊS. Filhos Meus, caminham COMIGO. Que as almas de vocês exultem de alegria.

Obrigada.

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Papa Francisco fala do Tríduo Pascal que tem início amanhã

Durante a catequese desta Quarta-feira, 1º de abril, o papa Francisco refletiu sobre o Tríduo Pascal, que terá início, amanhã, 2, Quinta-Feira Santa com a Missa da Ceia do Senhor. Milhares de peregrinos acompanharam a catequese na praça de São Pedro.

Francisco explicou que o rito do lava-pés expressa o significado da Eucaristia como serviço a Deus e aos irmãos e que o Filho do homem, de fato, não veio para ser servido, mas para servir. “Se não nos aproximamos da santa Comunhão sem estar sinceramente dispostos a lavar os pés uns dos outros, não reconhecemos o Corpo do Senhor”, disse o papa.

Na Sexta-feira Santa, medita-se o mistério da morte de Cristo, com a celebração da Paixão e adoração da Cruz. “Nos últimos instantes de vida, Jesus disse: ‘Está consumado!’. Isso significa que a obra de salvação foi realizada. Com o seu sacrifício, Jesus transformou a maior injustiça em amor maior”, explicou Francisco.

Esperança na ressurreição

O Sábado Santo é o dia em que a Igreja contempla o “repouso” de Cristo no túmulo depois do martírio da cruz. É celebrada, também, a Vigília Pascal, marcada pela luz.

“Às vezes a escuridão da noite parece envolver a alma e pensamos tanto que já não há nada a fazer! E o coração sente-se sem forças para amar. Mas justamente naquela escuridão, Cristo acende o fogo do amor de Deus: uma centelha rompe a obscuridade e anuncia um início. A pedra da dor é abatida, deixando espaço à esperança. Eis o grande mistério da Páscoa!”

O papa Francisco disse, ainda, que Cristo venceu a morte. “Nossa vida não termina na pedra de um sepulcro, ela vai além, com a esperança. Como cristãos, somos chamados a ser sentinelas da manhã”, refletiu.

Ao final da catequese, o papa exortou os fiéis: “Queridos irmãos e irmãs, nesses dias do Tríduo Sagrado, não nos limitemos a celebrar a paixão do Senhor, mas entremos no mistério, façamos nossos os seus sentimentos, as suas atitudes. Assim, a nossa será uma ‘feliz Páscoa’”.  

Com informações e foto do News.va. 

Quarta, 01/04/2015 - News.va, CNBB / Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...