Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/11/2017

“Queridos filhos, olhando vocês em torno de Mim, em torno da sua Mãe, Eu estou vendo muitas almas puras, vejo muitos dos Meus filhos que estão procurando amor e consolação, mas ninguém está oferecendo isso a eles.

Também vejo aqueles que fazem o mal, porque não têm bons exemplos, não conheceram Meu Filho, aquele bem que é silencioso, que se difunde através das almas puras, que é a força que reforça o mundo.

Existem muitos pecados, mas também muito amor. o Meu Filho Me envia, como Mãe, a mesma igual para todos, para que Eu vos ensine o Amor, para que vocês compreendam que são irmãos.

Ele deseja vos ajudar. Apóstolos do Meu Amor, é suficiente o desejo vivo da fé e do Amor, o Meu Filho o aceitará.

Mas vocês têm que ser dignos, ter boa vontade e um coração aberto. O Meu Filho entra nos corações abertos. Eu, como Mãe, desejo que vocês conheçam o melhor possível o Meu Filho, Deus, nascido de Deus, para que vocês conheçam a grandeza do Seu Amor, o qual vocês tanto precisam.

Ele aceitou os seus pecados, conseguiu a Redenção para vocês, mas em troca procura que vocês amem-se uns aos outros. O Meu Filho é Amor. Ele ama todo ser humano, sem diferença, todas as pessoas de todos os povos e nações.

Se vocês, Meus Filhos, vivessem o Amor do Meu Filho, o Seu Reinado já estaria na Terra. Por isso, Apóstolos do Meu Amor, rezem, rezem para que o Meu Filho e Seu Amor estejam mais próximos de vocês, para que vocês sejam exemplos de Amor e possam ajudar àqueles que ainda não conhecem o Meu Filho.

Nunca esqueçam que o Meu Filho, Uno e Trino, Ama. Amem e rezem pelos seus sacerdotes. Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Cardeal Damasceno fala sobre peregrinação da Padroeira do Brasil a Fátima

Foto: Arquidiocese de Campinas
Cardeal Raymundo Damasceno Assis, arcebispo de Aparecida e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, presidirá a abertura da peregrinação internacional de Nossa Senhora Aparecida ao Santuário de Fátima, em Portugal, no próximo dia 12 de maio.

Uma comitiva de sacerdotes, religiosos e fiéis se prepara para uma intensa programação, que terá seu ponto alto na cerimônia de entronização da Imagem jubilar de Aparecida na Capelinha das Aparições, no Santuário da Virgem de Fátima.

Em entrevista ao site oficial do Santuário de Fátima, Dom Damasceno reflete sobre a relação Fátima-Aparecida, que celebrarão em conjunto seus “Centenários de Bênçãos” no ano de 2017. Confira os detalhes:

Santuário de Fátima – Como está sendo preparada a entronização da Imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida em Fátima?

Cardeal Damasceno - A Imagem de Nossa Senhora Aparecida fez-se muito querida pelo povo brasileiro nestes seus quase 300 anos de permanência entre nós, de mãos postas em oração, a partir de seu encontro bendito nas águas do rio Paraíba do Sul. Por coincidência providencial, também Fátima celebra seu jubileu centenário na mesma época. Assim, ter uma réplica da Imagem da Mãe Aparecida oficialmente entronizada no Santuário de Nossa Senhora de Fátima é uma graça inesperada. Sentimo-nos felizes e fortalecidos com ela presente em nossas vidas. E desejamos que essa sua entronização em Fátima redunde em “aparecimento”, em irrompimento no coração e na vida de tantos outros irmãos e irmãs nossos. Na multiplicidade da procedência de seus peregrinos, Fátima tem as dimensões do mundo. Que essa Imagem em Fátima alargue até as últimas extremidades da terra as dimensões da “rede”, dos corações humanos nos quais quer aparecer para até ali abrir caminho para o seu e nosso Salvador único, Jesus Cristo!

Santuário de Fátima – A história e a mensagem de Fátima são conhecidas do povo brasileiro?

Cardeal Damasceno - A história e mensagem de Fátima, ao menos, em pontos mais significativos, são conhecidas do povo brasileiro. É a Virgem que, como a de Aparecida, convoca seus filhos e filhas para a oração. Ambas com mãos em prece, mas, integrada com a penitência. Assim, parece-nos dizer que nos acolhe junto de si, mas almeja algo bem mais profundo. Que ir até ela, signifique encontrar ou reencontrar Deus ou reforçar esses laços vitais com Ele. Acolhe-nos, mas tendo seu coração centrado em Deus pela prece, é a Ele que de fato nos quer conduzir. E convertidos a Ele, ao Seu coração de Pai, regressemos, renovados, para junto dos irmãos a fim de com eles edificar o mundo da fraternidade, da justiça, da paz, à luz do Evangelho.

Santuário de Fátima – Em termos de mensagem para o mundo, o que caracteriza de forma comum a espiritualidade vivida em Fátima e em Aparecida?

Cardeal Damasceno - Como sinal que “aparece” no céu, ou que o céu nos aponta, tanto Fátima quanto Aparecida nos desvela a predileção divina pelos pequeninos deste mundo, com os quais pode contar (Mt 11,25-26). Em Fátima, busca três pobres pastorzinhos aos quais “aparece”. Em Aparecida, são três pescadores, igualmente pobres, em cujas malhas deixa-se enredar e, assim, manifestar-se àqueles corações e àquelas vidas prontamente acolhedores. Ambas, em suas Imagens, de mãos postas em oração, nos dizem que as atitudes orantes nos elevam para Deus, porque só Ele nos satisfaz plenamente. E Aparecida, sendo Imagem de mãe grávida, mais uma vez nos aponta que ela mesma, e assim também cada um de nós, seus filhos e filhas, devemos seguir e imitar Jesus, o Filho Salvador que, na força do Espírito, leva-nos ao Pai.

Santuário de Fátima – Que mensagem o senhor trará a Fátima nos dias 12 e 13 de maio?

Cardeal Damasceno - Desejamos aos peregrinos, vindos de todos os lados, representando o mundo todo, que provassem a acolhida materna e alegre desta Mãe única de todos e cada um deles. Nestas duas Imagens distintas, representativas de duas nações, que Portugal e Brasil sintam-se irmanados a partir da mesma Mãe! Mas, que essas duas Nações pudessem representar a inteira humanidade, pois esta foi a filha que Maria acolheu, como testamento, dos lábios de seu Filho agonizante na cruz. Que Fátima e Aparecida reforcem e propaguem aos quatro ventos a dimensão universal de sua mensagem e proposta. Ela anseia ser mãe e irmã da humanidade, discípula-modelo no seguimento do Salvador! Quer viver sua missão ímpar: trazer Deus do céu e fazê-LO aparecer e acontecer no coração e na vida de todos nós humanos! E, a seguir, de nós seus peregrinos, fazer verdadeiros discípulos missionários e portadores dessa mesma experiência a nossos irmãos e comunidades de origem!

Sexta, 10/04/2015 - Arquidiocese de Campinas, rs21 / Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...